sábado, 20 de maio de 2023

Justiça bloqueia R$ 8,4 milhões do Atlético-MG por dívida com Ronaldinho

 A decisão ocorre após o clube não pagar as parcelas de um acordo firmado com o ex-jogador


O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) ordenou o bloqueio de R$ 8,4 milhões das contas do Atlético-MG por causa de uma dívida com Ronaldinho Gaúcho. A decisão ocorre após o clube não pagar as parcelas de um acordo firmado com o ex-jogador em 2021. A informação foi divulgada originalmente pelo site GE e confirmada pelo Estadão.

A ordem para o bloqueio do valor foi despachada na quarta-feira pela 36ª Vara Cível de Belo Horizonte. O acordo entre as partes diz respeito ao valor de R$ 8.470.136,03, incluindo correção monetária. Porém, a empresa Planet Invest, autora da ação e pertencente a Roberto Assis, empresário e irmão de Ronaldinho, afirma que o clube já pagou R$ 4 milhões, restando apenas R$ 4.419.608,74.

"Defiro o pedido de repetição programada 'teimosinha', pelo prazo de 7 dias. Em razão da repetição programada do bloqueio, determino que os autos aguardem em secretaria, a fim de concluir resposta, pelo prazo de 07 dias", diz a decisão "Expeça-se ordem de bloqueio pelo sistema SISBAJUD na conta do executada CLUBE ATLETICO MINEIRO, CNPJ 17.217.977/0001-68, no montante de R$8.470.136,03, conforme requerido."

A "teimosinha" citada pelo TJ-MG é uma ferramenta do Sistema de Busca de Ativos do Poder Judiciário (Sisbanjud), disponível desde 2021. Trata-se de uma busca automática de ativos financeiros no nome do devedor para satisfazer o direito do credor.

Ainda de acordo com a ação, o Atlético não paga Ronaldinho desde novembro do ano passado. O clube mineiro deveria honrar com o pagamento de cerca de R$ 200 mil a Ronaldinho até outubro deste ano para quitar a dívida, adquirida durante a gestão de Alexandre Kalil, que deixou a presidência em 2014.

Ronaldinho teve uma passagem marcante pelo Atlético-MG. Ele foi campeão da Copa Libertadores (2013) e da Recopa Sul-Americana (2014) no clube. O ex-jogador ainda conquistou o Campeonato Mineiro (2012) e foi vice-campeão do Campeonato Brasileiro (2012).

Agência Estado e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário