sábado, 12 de junho de 2021

Volkswagen suspende produção em suas quatro fábricas no Brasil por falta de chips

 Em nota, companhia afirmou que tenta minimizar os efeitos da escassez de semicondutores que atinge o país


Com automóveis que carregam em torno de 1 mil semicondutores e sistemas integrados - caso, por exemplo, do Chevrolet Onix - a indústria automobilística segue suspendendo produção por causa da falta do componentes, em especial semicondutores, problema global que deve se estender até 2022.

Nesta sexta-feira, a Volkswagen confirmou que vai paralisar a produção nas fábricas de São Bernardo do Campo e de São Carlos (SP) por não dispor de chips. A parada começa dia 21 e se estenderá por dez dias úteis. As unidades de Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR) estão sem produzir desde segunda-feira e o retorno ocorreria dia 21, mas, na planta paranaense, a parada foi estendia também até 1º de julho.

O grupo afirma que "novas paralisações não estão descartadas futuramente caso o cenário global de fornecimento de semicondutores permaneça crítico, impactando as atividades de produção da empresa no Brasil". Atualmente, dez fábricas de montadoras de carros e de motores, de um total de 26, estão paradas ou com agendas de paralisação ao longo do mês, e uma reduziu um turno de trabalho.

Também no dia 21, a General Motors vai suspender a produção em São Caetano do Sul (SP) por seis semanas devido à falta de chips e também para adequar a linha de montagem para produzir uma nova picape. A filial de Gravataí (RS) está sem produzir desde abril e o retorno está previsto para meados de agosto. É lá que é feito o Onix, carro que era líder de vendas antes da crise.

As fábricas da Honda em Sumaré e Itirapina (SP) estão paradas desde quarta-feira e retornam segunda-feira. A Renault parou nos dias 27 e 28 de maio e 6, 9, 10 e 11 deste mês, enquanto a Nissan já parou dois dias nesta semana e para mais dois na próxima. Já a Hyundai suspendeu o terceiro turno de trabalho. O setor prevê que 3% a 5% da produção global esperada para este ano, de 84 milhões de veículos, será perdida.


Agência Estado e Correio do Povo


Seleção brasileira feminina bate a Rússia com facilidade em amistoso na Espanha


Inter confirma demissão de Miguel Ángel Ramírez


Argentina confirma Messi, Agüero e Armani para a Copa América


Direção do Inter mantém Ramírez, mas irá reavaliar trabalho após eliminação


Por 11 a 0, STF autoriza realização da Copa América no Brasil


Edenilson fala em "assumir a responsabilidade" após eliminação do Inter: "Difícil explicar"


Seleção brasileira feminina bate a Rússia com facilidade em amistoso na Espanha


Atlético Mineiro volta a vencer o Remo e avança na Copa do Brasil


Inter leva 3 a 1 do Vitória no Beira-Rio e está eliminado da Copa do Brasil


Primeiro treino da seleção para a Copa América conta com Gabriel e Thiago Silva

STJD recusa liminar, mas manda a julgamento paralisação do Brasileiro pedida pelo Flamengo

 Clube carioca quer campeonato suspenso durante a Copa América



O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, Otávio Noronha, indeferiu, inicialmente, a liminar solicitada pelo Flamengo para a paralisação do Campeonato Brasileiro por causa da convocação de jogadores para a Copa América. A competição começa no domingo. Otávio Noronha, no entanto, determinou que a medida entre com urgência na pauta de julgamentos do Pleno. A decisão foi comunicada na noite desta sexta.

Em despacho, o presidente do STJD afirmou que os argumentos do Flamengo são relevantes, mas que a paralisação é uma medida gravosa e que pode gerar prejuízos ao campeonato. Nesse sentido, Otávio Noronha não deferiu a liminar reivindicada pelo Flamengo, mas determinou o andamento urgente do processo com abertura de vista para a CBF e a Procuradoria da Justiça Desportiva.

Com isso, o caso será julgado e definido em conjunto com os auditores do Pleno, última instância nacional, em sessão agendada para a próxima quinta-feira, dia 17, às 10h. O Flamengo entrou com o pedido na noite de quinta-feira. A decisão em solicitar a paralisação é motivada pela quantidade de atletas rubro-negros convocados. Isso porque o clube conta com cinco desfalques durante a realização da Copa América: o meia Arrascaeta (Uruguai), o lateral-direito Mauricio Isla (Chile), o volante Piris da Motta (Paraguai) e o meia Everton Ribeiro e o atacante Gabriel (Brasil).

A abertura da Copa América está agendada para este domingo e a final está prevista para o dia 10 de julho. Sendo assim, os atletas serão desfalques até, pelo menos, o dia 28 de junho, quando se encerra a fase de grupos. A partir desta data, as ausências dependem das classificações das seleções nas fases de mata-mata.

Agência Estado e Correio do Povo

Ração Úmida para Cachorro Adulto Sachê - Pedigree Frango ao Molho 100g

 


Ter um animal de estimação em casa torna todos os momentos mais divertidos e ainda traz inúmeros benefícios como alívio do estresse, redução da ansiedade e aumento da prática de atividades físicas. Para cuidar de um companheiro tão especial assim você precisa contar com produtos de alta qualidade como o sachê de Ração úmida Pedigree Frango ao Molho 100g. Indicada para cachorros adultos de porte pequeno, ela é super saborosa pois conta com ingredientes selecionados e suculentos pedacinhos cozidos a vapor. Sua receita é enriquecida com fibras, zinco e ômega 6 para oferecer uma alimentação completa, melhora da digestão e pelos mais saudáveis. Além disso, este produto é livre de conservantes, corantes ou aromas artificiais.



Link: https://www.magazinevoce.com.br/magazinelucioborges/p/racao-umida-para-cachorro-adulto-sache-pedigree-frango-ao-molho-100g/24663290/?utm_source=magazinevoce&utm_content=produto-227641500&utm_medium=email&campaign_email_id=3205&utm_campaign=email_10062021_quinta_pet

Itália vence Turquia em Roma no jogo de abertura da Eurocopa

 Azurra goleou por 3 a 0 na estreia da competição, adiada por um ano pela Covid-19



A Itália estreou na Eurocopa da melhor maneira possível, com uma vitória por 3 a 0 sobre a Turquia, nesta sexta-feira, em Roma, na primeira partida do torneio, após um ano de atraso devido à pandemia de coronavírus.

A 'Azzurra', grande ausente da Copa do Mundo da Rússia-2018, comemorou seu retorno a uma competição internacional importante cinco anos após disputar a Euro-2016.

Com este resultado os italianos lideram o grupo A, que conta também com Suíça e País Gales, seleções que se enfrentam neste sábado.

AFP e Correio do Povo


STF recebe quatro pedidos contra quebra de sigilo pela CPI da Pandemia


Grêmio acerta renovações de Bobsin, Darlan e Léo Chu


RS registra mais 133 mortes por Covid-19 nesta sexta


Primeiro treino da seleção para a Copa América conta com Gabriel e Thiago Silva

Missão da OEA descarta irregularidades em eleições no Peru

 Entidade chamou de "processo eleitoral positivo" pleito que definiu vitória de Pedro Castillo


O segundo turno presidencial no Peru entre os candidatos Keiko Fujimori e Pedro Castillo foi um "processo eleitoral positivo" no qual não foram detectadas "graves irregularidades", declarou nesta sexta-feira (11) a Missão de Observação Eleitoral da Organização de Estados Americanos (OEA).

"A Missão não detectou graves irregularidades", diz o informe preliminar do grupo encabeçado pelo ex-chanceler paraguaio Rubén Ramírez, que apoia o trabalho dos órgãos eleitorais peruanos, questionados por Fujimori ao denunciar "indícios de fraude" e pedir a anulação de cerca de 200.000 votos.

"A MOE/OEA expressou que observou um processo eleitoral positivo, no qual se registraram melhoras substantivas entre o primeiro e o segundo turno", acrescenta o informe divulgado por Ramírez na TV peruana e publicado simultaneamente no site na Internet da organização continental com sede em Washington.

"A Missão destaca a coincidência de ambas as candidaturas de não se proclamar vencedores até que tenham se resolvido todas as impugnações", acrescentou o informe, divulgado cinco dias após a votação, cuja apuração avança a conta-gotas devido aos pedidos de impugnação de milhares de votos pelos dois candidatos, o que mantém o país em vigília.

Os enviados da OEA também destacaram a promessa de Fujimori e Castillo de "respeitar as garantias do processo e a institucionalidade eleitoral peruana, e de reconhecer o resultado eleitoral uma vez desafogada a fase jurisdicional da eleição".

A Missão "deu prosseguimento" à votação e à etapa pós-eleitoral e manteve reuniões com os dois candidatos, com o presidente peruano interino Francisco Sagasti, com representantes do órgão eleitoral que organiza e conta os votos (ONPE) e com o Júri Nacional de Eleições (JNE), que resolve os pedidos de impugnação e proclama o vencedor.


AFP e Correio do Povo