domingo, 25 de outubro de 2020

Pelotas aplica maior goleada da Série D no São Caetano: 9 a 0

 Equipe paulista precisou a recorrer a jogadores da base após greve no grupo profissional


O Pelotas aplicou uma goleada histórica no São Caetano neste sábado, em partida válida pela 9ª rodada da Série D do Brasileirão. Foram sonoros 9 a 0 no adversário paulista, em pleno estádio Anacleto Campanella. O clube gaúcho agora detém a marca de ter aplicado a maior goleada da história da competição. 

O jogo aconteceu em um contexto turbulento do São Caetano. A equipe precisou escalar atletas das categorias de base após jogadores do grupo profissional e membros da comissão técnica decidirem não ir a campo, em protesto contra o atraso de salários. A solução com os garotos foi uma forma de evitar o WO. 

A estratégia, porém, já deu bem errado logo no primeiro tempo, quando o jogo terminou 6 a 0 para o Pelotas – além de um jogador do São Caetano, expulso. No segundo tempo, foram mais três gols do time gaúcho. 

Ramires, Itaqui (duas vezes), Ariel (duas vezes, Mateus Santana, Marcão (duas vezes) e Tatá anotaram os gols do Pelotas, que agora lidera o grupo 8 da Série D, com 15 pontos. O São Caetano é o lanterna da chave, com cinco. 


Correio do Povo

Reino Unido libera fundos para salvar monumentos em perigo

 O governo Britânico anunciou ajuda de 75 milhões de libras esterlinas para salvar 35 monumentos da cultura


O governo britânico anunciou, neste sábado (24), ajuda de 75 milhões de libras esterlinas (97 milhões de dólares) para salvar 35 monumentos da cultura em perigo devido ao coronavírus, entre eles o Globe Theatre.

Essas ajudas, por um valor de um a três milhões de libras para cada um desses estabelecimentos ou organizações, pertencem ao Fundo de Preservação da Cultura, que totaliza 1,57 bilhão de libras.

Entre os 35 locais e organizações, está o Old Vic em Londres, fundado em 1818, o Globe, réplica do de 1599 onde Shakespeare era representado, construido em 1997 às margens do Tâmisa, perto de seu local original.

Mais de um milhão de pessoas o visitam anualmente.


AFP e Correio do Povo

ACORDEM ALICES - Paulo Monteiro

 Irônica e excelente, esta crônica enviada por um leitor.

ACORDEM ALICES - Paulo Monteiro




Fonte: https://www.facebook.com/story.php?story_fbid=2782765388625617&id=1426229014279268

Médium João de Deus é internado no Sírio Libanês, em Brasília

 O quadro de João de Deus é estável e não está relacionado à Covid-19



O médium João de Deus deu entrada na madrugada deste sábado no Hospital Sírio Libanês, em Brasília, onde encontra-se internado após ter sentido mal estar e incômodo no peito. Condenado a mais de 40 anos de prisão por estupro e porte de arma, João de Deus já está fazendo exames e sendo acompanhado pelos médicos do hospital.

Ele está em prisão domiciliar desde março, por pertencer ao grupo de risco de Covid-19. O médium já vinha fazendo tratamento no Sírio Libanês há alguns anos, devido a um histórico de cardiopatia e de câncer no sistema digestivo. Segundo profissionais do hospital contatados pela Agência Brasil, o quadro é estável e não há qualquer relação da internação dele com a Covid-19, conforme informado por veículos de imprensa.

As denúncias que resultaram na condenação de João de Deus foram feitas por diversas mulheres às quais o médium prestou atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO). Ele está preso desde dezembro de 2018.


Agência Brasil e Correio do Povo

Mega-Sena acumula e prêmio principal chega a R$ 45 milhões

 Quina rendeu mais de R$ 71 mil a apostadores



Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2312 da Mega-Sena, realizado neste sábado. O prêmio acumulado para o próximo sorteio, na quarta-feira que vem, é de R$ 45 milhões, conforme a Caixa.

Os números sorteados foram: 03-27-39-46-47-60

Ao todo, 43 apostas acertaram a quina e renderam R$ 71.554,38 a seus portadores. Já a quadra foi feita por 3.773 apostas, que poderão ser trocadas por R$ 1.164,98.


Correio do Povo

Tribunal Especial aceita denúncia, e governador de SC é afastado

 Por 6 votos a 4, desembargadores e deputados decidiram que Carlos Moisés (PSL) ficará afastado por 180 dias


Um dos pedidos impeachment contra o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL) e de sua vice, Daniela Reinehr (sem partido), foi julgado nesta sexta-feira (23). Por 6 votos a 4, o Tribunal Especial de Julgamento aceitou a denúncia contra Carlos Moisés por crime de responsabilidade.

O processo contra a vice-governadora terminou em 5 a 5 e coube ao presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Ricardo Roesler, desempatar a votação. O desembargador rejeitou o afastamento, e Daniela Reinehr assume o cargo de governadora do Estado interinamente. Moisés fica afastado do cargo por até 180 dias, a partir de terça-feira (27), para o julgamento final do impeachment. 

Neste processo, ambos são acusados de conceder aumento aos procuradores do Estado por meio de um procedimento administrativo sigiloso e ilegal, sem autorização legislativa. Moisés e Daniela também são alvos de um processo de impeachment pela compra de respiradores no início da pandemia de covid-19, que ainda está em tramitação.

Há um mês, a Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) aprovou o processo de impeachment do "caso dos procuradores". O deputado Kennedy Nunes (PSD) foi sorteado como o relator da ação.

O tribunal de julgamento desta sexta, formado por cinco deputados estaduais e cinco desembargadores do TJ-SC (Tribunal de Justiça), realizou uma votação de maioria simples.

O primeiro voto anunciado foi o do relator, favorável ao afastamento. O deputado Maurício Eskudlark (PL) seguiu o relator. Os desembargadores Carlos Alberto Civinski, Sérgio Antônio Rizelo, Cláudia Lambert de Faria e Rubens Schulz foram contra o impeachment.

Sexto a votar, o deputado Sargento Lima (PSL) foi a favor do afastamento do prefeito, mas contra o da vice. O desembargador Luiz Felipe Schuch e os deputados Luiz Fernando Vampiro (MDB) e Laércio Schuster (PSB) votaram a favor do afastamento de Carlos Moisés e Daniela Reinehr.

O novo julgamento ocorrerá em outra sessão do mesmo tribunal misto e será a decisão final sobre o impeachment de Carlos Moisés.

Segundo pedido de impeachment

A comissão especial encarregada de analisar o segundo pedido de impeachment em tramitação na Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou no dia 13 de outubro o prosseguimento da ação contra o governador Carlos Moisés da Silva e a retirada dos autos da vice-governadora Daniela Reinehr.

O pedido em questão foi apresentado no início de agosto por um grupo de 16 pessoas, entre advogados, desembargador aposentado, profissionais liberais e empresários, e refere-se à compra de 200 respiradores da empresa Veigamed, com pagamento antecipado de R$ 33 milhões, e a possíveis irregularidades envolvendo a contratação de um hospital de campanha em Itajaí, no valor de R$ 100 milhões.



R7 e Correio do Povo

O CUSTO DA IGNORÂNCIA - Marcos A. F. Martins (Marcos Canaã)

 Muito bom e oportuno!

O CUSTO DA IGNORÂNCIA - Marcos A. F. Martins (Marcos Canaã)





Fonte: https://www.facebook.com/story.php?story_fbid=2782594448642711&id=1426229014279268