quarta-feira, 18 de setembro de 2019

A MAIOR PROVA DA VERDADE NA DECLARAÇÃO DE CARLOS BOLSONARO SERIA “ELE PRÓPRIO”?

Em todos os tempos da distorcida política brasileira nenhuma declaração jamais causou tanta confusão, desconforto e embaraço, no meio político , e também na própria grande mídia, quanto a polêmica declaração do vereador carioca Carlos Bolsonaro, no sentido de que “ por vias democráticas,a transformação que o Brasil quer não acontecerá com a velocidade que almejamos”.

Tudo indica que o citado vereador não seria dotado da capacitação intelectual que seria necessária para compreender a profundidade e a veracidade da sua própria declaração, que ao que mais parece teria lhe “escapado” pela boca, talvez inadvertidamente , sem refletir o suficiente antes, dentro do único objetivo de se promover e causar impacto, como “bom” político, sempre com uma “latinha” da imprensa à sua mercê, na busca de maior espaço, como sói acontecer com a imensa maioria dos políticos demagogos que grassam no país inteiro.

Nessa polêmica declaração, que tanto “deu pano para mangas,” e alvoroço causou nas “hostes” políticas, mais parece que o principal órgão “pensante” de Carlos Bolsonaro teria sido a sua “língua”, mais que o cérebro. Apesar de tudo , sua “língua” não deixou de pensar e falar uma grande verdade.

Mas “apesar dos pesares”, Carlos ainda foi demasiadamente otimista na sua declaração, relativamente à (pseudo) democracia praticada no Brasil, no sentido de que o seu alcance seria “certo”, porém condicionada a sua realização a uma menor “velocidade” do que deveria. Carlos não declarou que a democracia “que almejamos” não chegaria nunca, somente “retardaria”.

Apesar de tudo, a sua “fala” está perfeitamente sintonizada com a maioria dos “entendidos” em democracia, que sempre “acham” que tem que ser assim mesmo, que a democracia é “demorada”,”lenta”. Porém tudo não passa de desculpa “esfarrapada”. O que esses pilantras da política na verdade fazem é jogar contra o tempo, acenando sempre com uma democracia “maravilhosa”, mas “lá na frente”, onde os atores já serão outros, não eles próprios. E assim vai se levando um Brasil que em relação ao alcance das potencialidades do seu povo, não tem”passado”, nem “presente”, somente uma “promessa” de futuro. E as gerações vão se sucedendo. E nada muda. O prometido “amanhã” nunca chega. Os brasileiros se alimentam somente de promessas. São “vítimas” dos políticos.

Não existe maior prova que a “democracia” brasileira não passa de lixo do que a simples análise dos seus resultados durante toda a sua existência, onde ela já nasceu “torta”, viciada, após a Proclamação da República, em 1891,chegando a um desvio tão profundo que hoje o mando da política fica concentrado exclusivamente nas mãos da pior escória da sociedade, levada a fazer política por um povo absolutamente incapacitado de indicar e escolher os seus melhores representantes, ficando nas mãos da “ditadura” dos partidos políticos, e que é “elevado” exclusivamente pelos políticos beneficiários dos seus votos “trouxas”, e que são, ”coincidentemente”, os únicos que elogiam sem reservas essa democracia degenerada que se pratica.

Por isso Carlos Bolsonaro fez o mesmo que dar um chute nos “culhões” desses patifes que se beneficiam dessa democracia política malformada , apesar de ser também um dos “atingidos” por esse chute que ele mesmo deu. E essa democracia degenerada,corrompida,malformada, deturpada, que gerou quase todos esses políticos beneficiários, foi denominada por Políbio, historiador e geógrafo da Antiga Grécia, de OCLOCRACIA, à sombra da qual o Brasil seguirá vivendo enquanto não praticar a verdadeira democracia.

Sérgio Alves de Oliveira

Advogado e Sociólogo

Grill Lenoxx Sanduicheira Quadrado - 750W 110V

Grill Lenoxx Sanduicheira Quadrado - 750W

O Grill e sanduicheira PSD 111 além de preparar lanches, você também pode fazer grelhados. Ele possui alça fria e trava de segurança.


Link: https://www.magazinevoce.com.br/magazinelucioborges/p/grill-lenoxx-sanduicheira-quadrado-750w/133633/

ANP fiscaliza postos contra aumentos abusivos após disparada do petróleo

por Nicola Pamplona

Captura de Tela 2019-09-18 a?s 08.56.05.png

Embora preços sejam livres, consumidor pode denunciar casos de alta injustificada ou cartel

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) iniciou nesta terça (17) fiscalização em postos de combustíveis para investigar práticas abusivas de preços a partir das notícias de disparada das cotações internacionais do petróleo.

"Não tem motivo para aumento de preços, já que a Petrobras não promoveu reajustes. E, mesmo que tivesse promovido, tem os estoques na cadeia e o repasse demoraria a chegar", afirmou o executivo, em entrevista à Folha.

Os preços dos combustíveis são livres no país —nem governo nem a ANP têm ingerência legal sobre a definição dos valores— mas o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, diz que a fiscalização é motivada por notícias na imprensa a respeito de aumentos abusivos.

O órgão regulador acionou Procons pelo país para ajudar na fiscalização. Caso sejam identificadas a prática de preços abusivos, os postos podem ser multados pelos Procons estaduais.

No caso de formação de cartel —quando postos em uma mesma região elevam os preços simultaneamente— o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) pode ser acionado para investigar suspeitas de conluio na definição dos valores.

Na noite de segunda (16), depois de alta de 13% nas cotações internacionais, a Petrobras afirmou que vai esperar o mercado se acalmar antes de decidir por reajustes, para não repassar ao consumidor a volatilidade gerada por ataques em instalações petrolíferas na Arábia Saudita.

Nesta terça, o Brent caiu 6,5%, reagindo a entrevista em que o governo saudita diz que a recuperação da produção será rápida. A expectativa do mercado é que a volatilidade permaneça pelos próximos dias. "O que vai continuar é uma percepção e risco maior no setor", reforçou Oddone.

O Brasil tem 164 distribuidoras e cerca de 41.000 postos de combustíveis, que têm liberdade para definir os seus preços de venda. O valor cobrado pela Petrobras representa cerca de 30% do preço final da gasolina. No caso do diesel, a fatia da estatal equivale a metade do preço final.

Em nota, a ANP disse "estar atenta aos preços dos combustíveis praticados no Brasil". "Diante de denúncias de preços abusivos, a ANP faz ações de campo para confirmar essas suspeitas. Quando constata a prática de preços abusivos, a agência atua em conjunto com os Procons para penalizar os infratores. Na semana passada, o litro da gasolina custava, em média nos postos brasileiros, R$ 4,310. Já o diesel era vendido, em média, a R$ 3,562 por litro. A ANP recebe denúncias por meio de seu Centro de Relações com o Consumidor, pelo telefone 0800-970-0267. 

Fonte: Folha Online - 17/09/2019 e SOS Consumidor

Bebedouro de Coluna Refrigerado por Compressor - Esmaltec EGC35B 220V

Bebedouro de Coluna Refrigerado por Compressor - Esmaltec EGC35B

O bebedouro de coluna Esmaltec possui um alto desempenho de 3,5 litros/hora de água gelada, também contem um termostato frontal com controle gradual de temperatura, abertura automática do garrafão e baixo consumo de energia.


Link: https://www.magazinevoce.com.br/magazinelucioborges/p/bebedouro-de-coluna-refrigerado-por-compressor-esmaltec-egc35b/15829/

Trabalhadores madrugam na fila em busca de vaga em mutirão de empregos

por Laísa Dall'Agnol

Captura de Tela 2019-09-18 a?s 06.53.00.png

Evento vai até sexta (20), e quem já pegou senha tem prioridade; veja lista com as 5.726 vagas

Centenas de trabalhadores madrugaram na fila e houve quem chegasse no dia anterior para retirar uma senha para participar da quarta edição do Mutirão do Emprego realizado nesta terça-feira (17), até as 17h, pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo. Ao todo, são oferecidas 5.726 vagas em empresas de diversos segmentos. O evento acontece até sexta (20).

A retirada de senhas ocorre na sede do sindicato, localizada na rua Formosa, 99, ao lado do metrô Anhangabaú (região central da capital paulista).

O motorista aposentado José Augusto de Lima, 70 anos, o primeiro da fila, já é conhecido dos seguranças do sindicato. Por volta das 14 horas de segunda-feira (16), chegou ao local e marcou o lugar na dianteira. Nesta terça, chegou às 5h ao local. Sem trabalho há dez meses, aposta no mutirão para conseguir uma nova oportunidade.

O benefício previdenciário não é suficiente para o sustento dele e da esposa. Além das contas, um empréstimo consignado está consumindo a aposentadoria.

Bruno Nogueira Jesus, 20, passou a noite no vale do Anhangabaú. Chegou à fila do mutirão às 19 horas, garantindo um lugar entre as primeiras senhas. Está em São Paulo há uma semana, vindo de Camaçari (BA), em busca de uma chance de voltar a trabalhar.

“Por enquanto estou sem trabalho, mas estou procurando. Lá, trabalhei como atendente de supermercado. Aqui, estou procurando mais trabalhar como telemarketing, mas também estou vendo vagas para atendente”, diz.

"Estou com esperança de que consiga um trabalho logo. Não tenho família aqui e estou vivendo por enquanto com o dinheiro que juntei trabalhando lá. Por isso, preciso conseguir logo uma vaga."

Celso Rodrigues Gasparini, 72, também é aposentado e diz que nos últimos dez anos fez trabalhos esporádicos para sustentar a casa. Agora, diz, a aposentadoria, no valor do salário mínimo, não sustenta ele e a esposa, que é dona de casa. Estava buscando emprego como balconista, mas diz que está disposto para “qualquer coisa que aparecer”.

Mutirão continua

Segundo o Sindicato dos Comerciários, nesta terça (17) cerca de 6.000 pessoas passaram pelo mutirão. Foram distribuídas senhas para 4.000 trabalhadores e ainda há remanescentes. Quem não passou pelo recrutamento nesta terça, mas tiver senha, deverá voltar nos dias seguintes. Serão atendidos 1.500 candidatos nesta quarta-feira (18).

Diferentemente do que ocorreu em outros anos, nesta edição do mutirão, a fila foi organizada para chegar até a praça das Artes, desviando das obras de requalificação do vale do Anhangabaú. A organização ainda não sabia dizer quantos trabalhadores buscaram o mutirão desta quarta edição.

Para se candidatar às vagas, os trabalhadores devem estar com documentos pessoais como CPF e RG, além do currículo e da carteira de trabalho. O mutirão acaba às 17h de hoje.

Há oportunidades para cozinheiro, açougueiro, jardineiro, copeiro, vendedor, operador de loja, conferente, caixa, repositor, ajudante geral, padeiro e confeiteiro, entre outras.

Os postos serão oferecidos por 44 empresas, entre elas redes como Magazine Luiza, Pão de Açúcar, Carrefour, Marisa, Riachuelo, além da Pirelli.

Além de uma chance de recolocação no mercado de trabalho, o sindicato promete um curso de qualificação digital para 800 trabalhadores, ministrado por técnicos do Magazine Luiza. Os aprovados poderão concorrer a vagas na própria rede de lojas ou em outras empresas do feirão.Edições anteriores

A última edição do mutirão do emprego, em março deste ano, teve público recorde. Ao todo, cerca de 15 mil desempregados formaram uma fila gigantesca no vale do Anhangabaú, em busca de uma das 6.000 vagas disponíveis no evento.

O número foi quase três vezes maior do que o do segundo feirão, em agosto de 2018, quando 5.500 candidatos buscavam um das 4.000 chances oferecidas.

Confira as vagas oferecidas nesta edição | Setembro 2019

*A empresa não detalhou o número de vagas

Cargo
Vagas informadas
Empresa

Açougueiro
6
Emprego Ligado

Açougueiro
*
Supermercado da Praça

Açougueiro
15
Tennessee Comércio de Carnes

Açougueiros
*
Grupo Big Brasil

Administrativo bilíngue PCD
1
Betalimp Terceirização de Serviços

Agentes de cartões
*
Grupo Big Brasil

Ajudante de cozinha
50
LC Restaurantes

Ajudante de elétrica
2
Rodrigo Brito Construção

Ajudante de Irla (telefonia)
10
Icomon Tecnologia Ltda

Ajudante de peixaria
6
Emprego Ligado

Analista de marketing sênior
1
Grupo Datora

Aprendiz administrativo
50
Include Quality

Aprendiz atendimento de cartão
*
Grupo Pão de Açúcar

Aprendiz de copa e cozinha
10
Include Quality

Aprendiz de serviços gerais
10
Include Quality

Aprendiz estoque
10
Include Quality

Assistente de loja
145
Lojas Mel

Assistente de vendas e merchandising
*
Lojas Riachuelo

Assistente de vendas eletrônico
*
Lojas Riachuelo

Assistente de visual merchandising
24
Marisa

Atendente de estoque
3
Marisa

Atendente de fast food
60
Base Consultoria

Atendente de fast food PCD
12
Base Consultoria

Atendente de loja
2
Petz

Atendente de loja/estoque PCD
5
Marisa

Atendente de restaurante
100
Grupo IMC

Atendente de serviço ao cliente/crédito
24
Marisa

Auxiliar/assistente de departamento pessoal
1
Hortifruti Bom Preço

Auxiliar administrativo Jr.
Supermercado da Praça

Auxiliar de açougue
*
Grupo Pão de Açúcar

Auxiliar de açougue
10
Supermercado Rossi

Auxiliar de açougueiro
6
Emprego Ligado

Auxiliar de cozinha
4
Hsanp

Auxiliar de frios
10
Supermercado Rossi

Auxiliar de limpeza
5
Betalimp Terceirização de Serviços ltda

Auxiliar de limpeza
*
Grupo GPS

Auxiliar de logística
17
Pepsico

Auxiliar de logística PCD
10
Pepsico

Auxiliar de loja /atendente de crédito (caixa)
30
Besni

Auxiliar de loja /atendente de loja (caixa)
30
Besni

Auxiliar de manutenção
16
Emprego Ligado

Auxiliar de padaria
*
Grupo Pão de Açúcar

Auxiliar de padaria
20
Supermercado Rossi

Auxiliar de produção
15
Pepsico

Auxiliar de restaurante
100
Grupo IMC

Auxiliar de serviços gerais
10
Hsanp

Auxiliar de serviços gerais
2
Betalimp Terceirização de Serviços

Auxiliar de serviços gerais
10
Emprego Ligado

Avaliador de veículos
1
Viamar - Chevrolet

Balconista
5
Sonda Supermercados S.A

Balconista de açougue
*
Supermercado da Praça

Balconista de açougue
20
Tennessee Comércio de Carnes

Banhista e tosador
10
Petz

Caixa
2
Estrela Azul

Caixa
15
Sonda Supermercados S.A

Cartazista
*
Grupo GPS

Confeiteiro
*
Grupo Big brasil

Conferente
20
Assaí Atacadista

Conferente
10
Makro

Copeira
1
Betalimp Terceirização de Serviços ltda

Copeiro
10
Emprego Ligado

Costureira
10
Jezzian

Cozinheiras
150
LC Restaurantes

Cozinheiro
6
Emprego Ligado

Cozinheiro
*
Grupo Big Brasil

Eletricista
2
Rodrigo Brito construção

Eletricista de manutenção
1
Hortifruti Bom Preço

Empacotador
10
Supermercado Rossi

Encarregado de limpeza
*
Grupo GPS

Entregador de veículos
1
Viamar - Chevrolet

Entregador de vendas
11
Pepsico

Estágio de T.I
10
Include Quality

Estágio e aprendiz em diversas áreas, inclusive para PCD
30
CIEE

Estoquista
1
Estrela Azul

Estoquista
2
Viamar - Chevrolet

Estoquista (preferência PCD)
19
Brooksfield Donna

Executivo de contas
1
Grupo Datora

Executivo de vendas
1
Grupo Datora

Fiscal de piso ( prevenção de perdas)
10
Makro

Fiscal de prevenção de perdas
10
Supermercado Rossi

Fiscal de prevenção de perdas
4
Sonda Supermercados S.A

Fiscal de prevenção e perdas
5
Mambo

Gerente de açougue
5
Tennessee Comércio de Carnes

Gerente de restaurante
50
Grupo IMC

Gestor de loja
15
Dia

Instalador de TV a cabo
60
CARSO Instalações do Brasil

Instalador de TV a cabo
100
Líder Telecom

Jardineiro
2
Betalimp Terceirização de Serviços LTDA

Jardineiro
10
Emprego Ligado

Líder de limpeza
5
Emprego Ligado

Líder de plantão
10
Emprego Ligado

Limpador de vidros
2
Betalimp Terceirização de Serviços LTDA

Mecânico de auto
2
Viamar - Chevrolet

Mecânico de máquinas
1
Hortifruti Bom Preço

Meio oficial de cozinha
150
LC Restaurantes

Operador de hipermercado
20
Carrefour

Op. de hipermercado meio-período (caixa)
50
Carrefour

Operador de caixa
10
Makro

Operador comercial
10
Carrefour

Operador de atendimento
500
Atento Brasil

Operador de atendimento 1
50
Carrefour

Operador de caixa
10
Mambo

Operador de caixa
Supermercado da Praça

Operador de caixa
20
Supermercado Rossi

Operador de caixa
*
Lojas Riachuelo

Operador de caixa PCD
3
Petz

Operador de CD
20
Assaí Atacadista

Operador de cobrança júnior
200
Liderança Cobranças Inteligentes

Operador de loja
20
Assaí Atacadista

Operador de loja
70
Carrefour

Operador de loja
40
Dia

Operador de loja
200
Grupo Big Brasil

Operador de loja 
*
Grupo Pão de Açúcar

Operador de loja frios
5
Mambo

Operador de loja hortifrúti
5
Mambo

Operador de loja intermitente
100
Grupo Big Brasil

Operador de loja mercearia
5
Mambo

Operador de máquinas
2
Pepsico

Operador de motosserra
2
Emprego Ligado

Operador de supermercado
20
Sonda Supermercados S.A

Operador de telecom
1
Grupo Datora

Operador de telemarketing
15
Base Consultoria

Operadora de caixa
15
Marisa

Padeiro
*
Supermercado da Praça

Padeiros
*
Grupo Big Brasil

Pedreiro
2
Rodrigo Brito Construção

Peixeiro
6
Emprego Ligado

Peixeiro
*
Grupo Big brasil

Porteiro balanceiro
4
Emprego Ligado

Preparador de pintura
1
Viamar - Chevrolet

Preparador de veículos/manobrista
2
Viamar - Chevrolet

Promotor de vendas PCD
7
Pepsico

Promotor de vendas
4
Pepsico

Promotor de vendas (produtos financeiros)
10
Makro

Recepcionista
10
Makro

Recepcionista
6
Emprego Ligado

Recepcionista bilíngue
6
Emprego Ligado

Repositor
20
  Assaí Atacadista

Repositor
10
Makro

Repositor
10
Supermercado Rossi

Representante comercial
1.000
iZettle do Brasil

Serralheiro
1
Hortifruti Bom Preço

Servente de pedreiro
2
Rodrigo Brito construção

Serviços automotivos
10
Campneus

Supervisor de posto
6
Emprego Ligado

Sushiman
6
Emprego Ligado

Técnicas de nutrição
50
LC Restaurantes

Técnico de enfermagem
10
Hsanp

Técnico premium
1
Viamar - Chevrolet

Técnicos de coleta clínica
10
Emprego Ligado

Telemarkting
40
Interpass

Terceira idade (65 anos)
35
Include Quality

Vendedor
150
Calçados Clóvis

Vendedor/gerente de Loja
40
Paraíso dos Manequins

Vendedor de autos
7
Viamar - Chevrolet

Vendedor de eletro
*
Grupo Pão de Açúcar

Vendedor de serviços rápidos (funilaria)
1
Viamar - Chevrolet

Vendedor externo
40
Grupo Viggo

Vendedor frotista externo
2
Viamar - Chevrolet

Vendedor interno
10
Campneus

Vendedor pronta entrega
13
Pepsico

Vigilante
16
Emprego Ligado

Vigilante - VSPP
10
Emprego Ligado

Vigilante CFTV
6
Emprego Ligado

Vigilante condutor de ambulância SP
4
Emprego Ligado

Vigilante líder
6
Emprego Ligado

Fonte: Folha Online - 17/09/2019 e SOS Consumidor



Valeixo fica

A Crusoé informa que o delegado Anderson Torres, que era o favorito para tomar o cargo de Maurício Valeixo, avisou a auxiliares do governador Ibaneis Rocha que não vai deixar a... [leia mais]

"Os filhos vêm em primeiro lugar"

Para o Estadão, “foram pautas sem importância para o país que fizeram Jair Bolsonaro contrariar promessas de... [leia mais]


Eduardo Bolsonaro processa Facebook e Instagram

O bolsonarismo, que cresceu por causa das redes sociais, agora está em guerra com os gigantes do setor... [leia mais]

A nova chance de Bolsonaro

Jair Bolsonaro, depois de fritar publicamente o diretor-geral da PF, disse a Sergio Moro que pretende dar-lhe "uma nova... [leia mais]


Moro é um sonho

O sonho do Podemos é filiar Sergio Moro e candidatá-lo ao Palácio do Planalto em 2022... [leia mais]

Impasse em Israel

Jair Bolsonaro está perdendo seus aliados.

Na Itália, Matteo Salvini saiu do governo... [leia mais]

DRONES SÃO CAPAZES DE ESCAPAR DE DEFESA ANTIAÉREA TRADICIONAL!

(O Estado de S. Paulo, 17) Os danos infligidos pelos rebeldes houthis ilustram a quase impossibilidade de um país proteger instalações vitais de uma ameaça como os drones. Os graves prejuízos sofridos pela Arábia Saudita foram resultado de um ataque de dez drones, segundo o Soufan Center. É possível que também tenham sido usados mísseis de cruzeiro, disse a instituição, citando autoridades do governo americano.
São armas à disposição dos houthis xiitas, que contam com o apoio do Irã desde que começaram a enfrentar, no Iêmen, as forças de uma coalizão liderada por Riad, há cinco anos. Em diferentes ocasiões, essas armas são capazes de burlar os sistemas de defesa sauditas.
Frente a uma ameaça dessa natureza, “é necessário um sistema de defesa supermoderno, como tem apenas um grupo aeronaval americano (organizado em torno de um dos portaaviões da Marinha dos EUA)”, comentou o ex-chefe de um serviço de inteligência francês, que pediu para não ser identificado. “Um ataque coordenado, como o de sábado, não está ao alcance de qualquer um, como tampouco está ao alcance de todo mundo poder se defender de um ataque assim.
No início de julho, os houthis apresentaram, durante cerimônia em um lugar secreto, um drone-bombardeiro chamado “Sammad 3”, além do míssil de cruzeiro Al-Qods. Eles contam ainda com o drone armado de explosivos Qasef 2. “É o poder nivelador da tecnologia que permite aos mendigos ameaçarem grandes potências”, disse recentemente um funcionário de alta patente do Exército francês, que também pediu para não ser identificado. “Nos vemos derrotados por artefatos de 250 quilos, como nos vimos derrotados por minas no Mali.”
A Arábia Saudita gastou uma fortuna no sistema de defesa terra-ar, como baterias antimísseis americanas Patriot, radares e uma força aérea ultramoderna. Em 2018, gastou US$ 65 bilhões em armamentos, segundo o Instituto de Pesquisa pela Paz de Estocolmo.
Becca Wasser, analista da Rand Corporation, disse que “a Arábia Saudita conta com seus sistemas Patriot para interceptar os projéteis houthis, mas os resultados são moderados, porque este sistema está projetado para destruir mísseis, mais do que drones”. “O emprego de drones indica que os houthis perceberam a falha”, disse.
As dimensões das instalações petroleiras sauditas, tão grandes quanto cidades, e sua dispersão territorial dificultam a proteção. Fabricados com peças de origem iraniana, segundo a ONU, os drones dos houthis são de dimensões variáveis e podem se deslocar a várias velocidades e altitudes, motivo pelo qual são difíceis de interceptar.
“O problema é que não existe um sistema único para tratar todos os casos e a ameaça do drone evolui sem parar”, comentou um engenheiro militar francês. “Os lugares sensíveis estão protegidos com radares, mas agora existem drones autônomos, programáveis e insensíveis às interferências de GPS.”
Em 19 de agosto, a Força Aérea saudita publicou imagens de um de seus caça-bombardeiros F-15 destruindo, em pleno voo, um drone Qasef 2 no Iêmen – e garantiu ter neutralizado cerca de 20 aparelhos no ano anterior. Segundo vídeos publicados pelos houthis, seu drone de ataque Sammad 3 tem um raio de ação de 1.500 quilômetros. Isso significa que quase todo território da Arábia Saudita estaria a seu alcance, assim como várias regiões dos Emirados Árabes, aliado saudita na guerra no Iêmen.


Ex-Blog do Cesar Maia


Trabalhadores madrugam na fila em busca de vaga em mutirão de empregos
Evento vai até sexta (20), e quem já pegou senha tem prioridade; veja lista com as 5.726 vagas Centenas de trabalhadores madrugaram na fila ...
Leia mais

ANP fiscaliza postos contra aumentos abusivos após disparada do petróleo
Embora preços sejam livres, consumidor pode denunciar casos de alta injustificada ou cartel A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás ...
Leia mais

Natureza suplementar do serviço de assistência privada dos planos de saúde
Segundo dados da ANS[1], o quadro atual de ...
Leia mais

Brasileiros já pagaram R$ 32 bilhões em taxas extras na conta de luz
Bandeiras tarifárias entraram em vigor em 2015 para evitar rombos no setor elétrico por causa dos períodos de seca BRASÍLIA - As ...
Leia mais

Concurso Sefaz DF: saiu edital com 120 vagas para auditor fiscal
Oportunidades do concurso Sefaz DF (Secretaria da Fazenda do Distrito Federal) são destinadas a candidatos que possuem nível superior em qualquer ...
Leia mais

Sete pessoas são condenadas em esquema de venda de habilitação no sul do Estado
O proprietário de um Centro de Formação de Condutores (CFC), um instrutor e cinco pessoas foram condenadas, pelo juízo da 2ª Vara Criminal da comarca ...
Leia mais

Cafeteira Expresso 19 Bar Oster PrimaLatte - Cinza 110V

Cafeteira Expresso 19 Bar Oster PrimaLatte - Cinza

Para fazer um café tão único como você! Escolha como quer o seu café e prepare-se para um espetáculo de cores, aromas e sabores.Única do mercadoA PrimaLatte Oster® é a única que permite usar cápsulas Nespresso®* para preparar qualquer tipo de café, além de fazer espresso e lattes da forma tradicional, com extrema qualidade e sabor.Maior capacidade de reservatórioReservatório de leite com 600ml, ideal para preparar até 10 cappuccinos! Para um café perfeito, conta ainda com 3 sensores térmicos que mantém a temperatura ideal e constante durante todo preparo.Bomba italiana com 19 bars de pressãoExclusiva bomba profi ssional fabricada na Itália com 19 bars de pressão que garantem um espresso mais denso e saboroso. Funções fáceis para preparar qualquer tipo de café.Acabamento moderno em aço escovado preto e detalhes em prata. Design exclusivo Oster®.Espresso, Latte, Latte Machiato e Capuccino. Escolha o pó, sachê ou cápsula de sua preferência e prepare-se para um espetáculo de cores, sabores, texturas e aromas inesquecíveis.

Link: https://www.magazinevoce.com.br/magazinelucioborges/p/cafeteira-expresso-19-bar-oster-primalatte-cinza/152226/

Dodge pede ao STF para derrubar decretos das armas

Raquel Dodge defendeu no STF ações do PSOL e da Rede que buscam derrubar os decretos de Jair Bolsonaro que facilitaram a posse e o porte de armas.

A procuradora-geral diz que a flexibilização só poderia ser aprovada em lei pelo Congresso e não por ato do presidente.


O Antagonista

Salve o Bicarbonato! Um só produto, várias funções. Saiba porque o bicarbonato de sódio pode ser útil em vários aspectos da sua vida

Resultado de imagem para bicarbonato de sódio

O Bicarbonato de Sódio é um produto amplamente utilizado para diversos fins. Como um ótimo custo-benefício, incrivelmente seu uso ainda é um tanto desconhecido da população.

Por isso, vamos mostrar onde ele apresenta os melhores resultados para ajudar a poupar uma graninha no fim do mês.

Bicarbonato da Beleza

Sim. O Bicarbonato é utilizado para vários fins se entrarmos somente no nicho beleza. Comumente, ele é utilizado como:

Desodorante: se misturar uma colher de chá de bicarbonato com leite de magnésio, teremos um desodorante versátil que pode receber odor a partir de óleos ou aromas.

Shampoo: se misturar uma colher de sopa de bicarbonato em frasco de shampoo, terá um shampoo anticaspa e antiresíduo. Se usar apenas o pó para disfarçar cabelos oleosos, terá um shampoo a seco.

Esfoliação: esfoliantes vêm subindo o seu preço há algum tempo. Três medidas de bicarbonato para uma de água podem dar o mesmo efeito.

Hidratante: se você sofre de ressecamento em cotovelos e joelhos, é só misturar bicarbonato no seu creme hidratante para potencializar os resultados.

Desodorizante: aplicar bicarbonato nos calçados pode ser uma boa pedida para anular o mau cheiro.

Agente de limpeza em pincéis: misture três medidas de bicarbonato para uma de água e terá um agente de limpeza para deixar seus pincéis de maquiagem de molho por 15 minutos.

Acne: aplicar uma máscara de bicarbonato e água de 5 e 10 minutos após lavar o rosto pode auxiliar na redução de acne e remoção de cravos.

Propriedades medicinais

O Bicarbonato de Sódio não age ativamente apenas como coadjuvante da beleza, como também possui propriedades medicinais:

Antifúngico: quando consumido, alcaliniza o organismo pelo aumento do PH no sangue e permite uma melhor oxigenação, combatendo o crescimento de fungos e leveduras.

Absorção de metais pesados: incluído em algumas receitas de detox, o bicarbonato tem função de absorver metais pesados e toxinas e expeli-las pela urina.

Antisséptico Bucal: alivia a dor de aftas, se utilizado como bochecho.

Picadas de inseto: crie uma pasta com pó e água de bicarbonato e esfregue sobre a picada. A irritação e a coceira diminuem.

Excelente produto de limpeza

Além de suas propriedades benéficas, o Bicarbonato mostra-se útil na limpeza doméstica, com a criação de alguns truques:

Desentupir canos e ralos: polvilhe bicarbonato de sódio no ralo, regue com vinagre de maçã e deixe borbulhar por até 15 minutos, enxaguando com água quente em seguida.

Limpa panelas queimadas: bicarbonato de sódio misturado com água quente pode fazer sua panela nova de novo.

Amaciante de roupas: uma xícara de chá na máquina de lavar deve resolver tanto para amaciar como reavivar as suas cores.

Repelente de baratas e formigas: uma pasta pode ser criada com água e bicarbonato para ser colocada em pias, frestas, portas ou janelas, para evitar pragas.

Bicarbonato na comida

Provavelmente,quando você começou a ler este post, nunca imaginou que esse produto poderia ser utilizado para ingestão de alimentos. Veja como:

Bolos e tortas: assim como o fermento químico, o bicarbonato de sódio pode entrar para o crescimento da massa e gerar leveza.

Remoção de agrotóxicos: polvilhar em uma esponja limpa e úmida pode te ajudar na limpeza de frutas e legumes, diminuindo um pouco a carga de venenos.

Fonte: Jornal Bem Estar, maio de 2019, página 4

Porto Alegre.

Cafeteira Expresso S27 Pop Plus TRES de Cápsula - Vermelha 15 Bar 1 Xícara 110V

Cafeteira Expresso S27 Pop Plus TRES de Cápsula - Vermelha 15 Bar 1 Xícara

Quem gosta de café vai adorar a Cafeteira Expresso da TRES. Ela tem reservatório externo de cápsulas usadas e uma alavanca de abertura para inserção de cápsulas, a S27 Pop Plus traz o que há de mais moderno em máquinas de café. E pra deixar sua cozinha ainda mais bonita, o modelo é na cor vermelha que é a aposta certa pra quem gosta de design compacto e inovação. Sua multipressão entre 15 e 2 Bar deixa tudo muito mais prático e rápido. Ela tem espaço para apenas 01 xícara. Já a sua tecnologia Italiana Caffitaly é uma ótima opção para cafés expressos, filtrados, cappuccinos, chás e diversas bebidas quentes ao toque de um único botão. Ah, sua cor preta e vermelha garante um charme todo especial a máquina!


Link: https://www.magazinevoce.com.br/magazinelucioborges/p/cafeteira-expresso-s27-pop-plus-tres-de-capsula-vermelha-15-bar-1-xicara/2343385/

Jornalistas da Época pedem demissão após polêmica com Heloísa Bolsonaro

Demissões vêm após nota de desculpas

Época investigou nora de Bolsonaro

Eduardo vai processar revista

Heloísa Wolf Bolsonaro disse que repórter "responderá na justiça"Reprodução / Instagram

PODER360
17.set.2019 (terça-feira) - 19h53
atualizado: 18.set.2019 (quarta-feira) - 7h25

Jornalistas da cúpula da revista Época deixaram o Grupo Globo nesta 3ª feira, após o Conselho Editorial da empresa ter emitido nesta 2ª feira (15.set.2019) uma nota reconhecendo “erro e “decisão editorial equivocada” pela reportagem publicada sobre a mulher do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Heloísa Bolsonaro.

A reportagem do Poder360 confirmou que os próprios jornalistas pediram demissão. Deixam a revista a diretora de Redação, Daniela Pinheiro; o redator-chefe, Plínio Fraga; e o editor Marcelo Coppola.

A reportagem “O coaching on-line de Heloísa Bolsonaro: as lições que podem ajudar Eduardo a ser embaixador”, escrita pelo jornalista João Paulo Saconi, foi publicada pela Época na última 6ª feira (13.set.2019). No texto, Saconi narra a experiência de vivenciar 5 sessões de coach com Heloísa via webcam.

Heloísa Bolsonaro foi tema de reportagem da revista ÉpocaReprodução

Na nota divulgada nesta 2ª (15.set), o Conselho Editorial do Grupo Globo avaliou que o erro da Época foi “tomar Heloísa Bolsonaro como pessoa pública ao participar de seu coaching on-line”. A empresa ponderou ainda que a nora do presidente Jair Bolsonaro leva uma vida discreta e não participa de atividades públicas. “Foi um erro de interpretação que só com a repercussão negativa da reportagem se tornou evidente para a revista“, desculpou-se o Grupo Globo.

A nota do Conselho Editorial do Grupo Globo contradita totalmente o que a revista Época havia publicado anteriormente, em nota divulgada na última 6ª feira (13.set). A Época sustentou que a reportagem havia sido produzida com “respeito à ética e a retidão dos procedimentos jornalísticos”.

Eis a íntegra da nota divulgada na última 6ª feira (13.set):

ÉPOCA reafirma o respeito à ética e a retidão dos procedimentos jornalísticos que sempre pautaram as publicações da revista. A reportagem em questão não recorreu a subterfúgios ou mentiras para relatar de maneira objetiva — a bem do interesse do leitor — um serviço oferecido publicamente, com cobrança de taxas divulgadas nas redes sociais“.

PROCESSOS NA JUSTIÇA

Ainda na 6ª feira (13.set), quando a reportagem foi publicada, Eduardo Bolsonaro afirmou pelo Twitter que vai processar o jornalista responsável pela reportagem, e que é “quase certo” que a revista Época e o Grupo Globo também serão notificados. Ele alegou que a divulgação da reportagem é “um notório crime” contra sua família.

Imaginava que poderia haver um limite entre o profissional e o pessoal. Somos inclusive muito criticados por não processar judicialmente algumas matérias da imprensa que só visam nos denegrir”, disse Eduardo.

Já nesta 2ª feira (15.set), o Eduardo Bolsonaro confirmou no Twitter que iria processar os mesmos jornalistas que saíram do Grupo Globo nesta 3ª feira. “Da próxima vez que a Época falar besteira tem que lembrar ‘ah, aquela revista que fez covardia com a nora do Bolsonaro’… Credibilidade zero”, disse o deputado.

Nesta 3ª feira, horas após a demissão dos jornalistas da Época ter sido noticiada, Eduardo subiu à tribuna da Câmara para protestar, mais uma vez, contra a reportagem sobre sua mulher. O deputado classificou o episódio como um “crime premeditado“.


Assista à fala de Eduardo na Câmara (6min58seg):

PRESIDENTE NÃO GOSTOU

Em entrevista exclusiva à TV Record nesta 2ª feira (16.set), o presidente Jair Bolsonaro saiu em defesa de sua nora. “Ele gravou tudo o que aconteceu ali, que ela me disse que ele se passou por gay, inclusive, né. Falou muito da questão religiosa, de política, pra ver se exatamente ela falava algo que pudesse me comprometer. Eu não li a matéria da revista porque eu tinha outras coisas mais importantes pra fazer”, afirmou o presidente.

Para ele, a reportagem não é 1 trabalho que a imprensa tem que se prestar a fazer. “Quando você procura 1 psicólogo você parte do princípio, né, que você tem confiança nele e ele em você, e aquilo morre ali. Só poderia ser gravado em comum acordo entre vocês 2 e nunca para divulgação”, concluiu.

EIS A ÍNTEGRA DA NOTA DO GRUPO GLOBO:

“Como toda atividade humana, o jornalismo não é imune a erros. Os controles existem, são eficientes na maior parte das vezes, mas há casos em que uma sucessão de eventos na cadeia que vai da pauta à publicação de uma reportagem produz um equívoco.

Foi o que aconteceu com a reportagem “O coaching on-line de Heloisa Bolsonaro: as lições que podem ajudar Eduardo a ser embaixador”, publicada na última sexta-feira. ÉPOCA se norteia pelos Princípios Editoriais do Grupo Globo, de conhecimento dos leitores e de suas fontes desde 2011. Mas, ao decidir publicar a reportagem, a revista errou, sem dolo, na interpretação de uma série deles.

É certo que em sua seção II, item 2, letra “h”, está dito: “A privacidade das pessoas será respeitada, especialmente em seu lar e em seu lugar de trabalho. A menos que esteja agindo contra a lei, ninguém será obrigado a participar de reportagens”. A letra “i” da mesma seção abre a seguinte exceção: “Pessoas públicas – celebridades, artistas, políticos, autoridades religiosas, servidores públicos em cargos de direção, atletas e líderes empresariais, entre outros – por definição abdicam em larga medida de seu direito à privacidade. Além disso, aspectos de suas vidas privadas podem ser relevantes para o julgamento de suas vidas públicas e para a definição de suas personalidades e estilos de vida e, por isso, merecem atenção. Cada caso é um caso, e a decisão a respeito, como sempre, deve ser tomada após reflexão, de preferência que envolva o maior número possível de pessoas”.

“O erro da revista foi tomar Heloisa Bolsonaro como pessoa pública ao participar de seu coaching on-line. Heloisa leva, porém, uma vida discreta, não participa de atividades públicas e desempenha sua profissão de acordo com a lei. Não pode, portanto, ser considerada uma figura pública. F
oi um erro de interpretação que só com a repercussão negativa da reportagem se tornou evidente para a revista.

Em sua seção 1, item 1, letra “r”, os Princípios Editoriais do Grupo Globo determinam: “Quando uma decisão editorial provocar questionamentos relevantes, abrangentes e legítimos, os motivos que levaram a tal decisão devem ser esclarecidos”. E o preâmbulo da mesma seção estabelece com clareza: “Não há fórmula, e nem jamais haverá, que torne o jornalismo imune a erros. Quando eles acontecem, é obrigação do veículo corrigi-los de maneira transparente”.
É ao que visa esta Carta aos Leitores. Explicar o que levou à decisão editorial equivocada, reconhecer publicamente o erro e pedir desculpas a Heloisa Bolsonaro e aos leitores de ÉPOCA.”

ENTENDA O CASO

Eis 1 resumo desse caso envolvendo a revista Época:

  • reportagem controversa – Época colocou 1 repórter, sem se identificar, para acompanhar e registrar as sessões de coaching oferecidas por Heloísa Bolsonaro, mulher do deputado Eduardo Bolsonaro;
  • reação bolsonarista – o deputado, o presidente da República e muitos bolsonaristas passaram a criticar a reportagem e a atacar o Grupo Globo;
  • revista defendeu-se – Época soltou uma nota na 6ª feira (13.set) sustentando que a reportagem havia sido produzida com “respeito à ética e à retidão dos procedimentos jornalísticos”;
  • Grupo Globo desautoriza revista – ontem (2ª) o Conselho Editorial do Grupo Globo, responsável pela Época, divulgou nota reconhecendo “erro” e “decisão editorial equivocada”. Concluiu pedindo desculpas aos leitores da revista;
  • situação insustentável – desautorizados em público pelos donos do Grupo Globo, os 3 jornalistas pediram demissão.

POR QUE ISSO IMPORTA

Porque esse é o episódio que teve o resultado mais concreto e derivado diretamente da relação arestosa entre o Planalto e parte da mídia tradicional.

Até agora houve muita retórica. Desta vez, Época foi ao ataque prático. Bolsonaro reagiu. A direção editorial da revista acabou pedindo demissão.

Do ponto de vista prático, o efeito será relativamente limitado. No ano passado, Época havia se transformado em 1 encarte dos jornais Globo e Valor, ambos do Grupo Globo. Recentemente, a revista novamente passou a ser vendida separadamente. Há 1 prazo para que se viabilize financeiramente –até meados de 2020.

A saída dos diretores de Época pode precipitar alguma decisão mais drástica dos controladores a respeito do futuro da publicação.


Poder 360


ECONOMIA

Até onde os juros vão cair no Brasil e nos EUA?

Brasil e EUA anunciam hoje nova taxa de juros. Expectativa é de corte, mas disparada no preço de petróleo pode alterar os planos no longo prazo

NEGÓCIOS

Senado pode votar lei que permite fusão da Warner (e compra da Oi)

AT&T é dona da Sky no Brasil e, ao assumir Warner, poderia precisar vender operadora para evitar concentração do mercado

BRASIL

CCJ inicia leitura de parecer sobre Augusto Aras, cotado para a PGR

Para ser nomeado o novo líder do Ministério Público, indicado de Bolsonaro foi submetido a análise técnica e ainda precisa ser sabatinado

ECONOMIA

China e EUA preparam nova rodada de negociações

O vice-ministro das Finanças chinês, Liao Min, chega a Washington nesta quarta-feira para preparar novas discussões sobre tarifas

BRASIL E MUNDO

Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

Foro especial para Flávio?; Fundo eleitoral aprovado com alterações; EUA processa Edward Snowden por novo livro

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

As PMEs que mais crescem e seu mundo à parte

Nova edição do ranking Deloitte/EXAME das pequenas e médias empresas que mais crescem mostra como a inovação e a escolha de nichos fazem a diferença

Frase do dia–18.09.2019

O RESSENTIDO É UM ETERNO REFÉM DO PASSADO.

Aspirador de Pó Vertical Ultra Filtro HEPA - 800W AP-26 Grafite 110V

Aspirador de Pó Vertical Ultra Filtro HEPA - 800W AP-26 Grafite

Conheça o Aspirador de pó Vertical da Ultra AP-26 com a potência de 800w, na cor Grafite. A praticidade na hora de deixar o ambiente limpo e longe das irritações alérgicas. Seu diferencial está no filtro Hepa onde 99,5% da sujeira é filtrada e não volta para o ambiente, o que ajuda pra quem tem problemas respiratórios.


Link: https://www.magazinevoce.com.br/magazinelucioborges/p/aspirador-de-po-vertical-ultra-filtro-hepa-800w-ap-26-grafite/5804538/

Os pais da farra dos partidos com dinheiro público começam a aparecer

As digitais dos partidos do centrão em um dos pontos mais controversos do texto

Por Robson Bonin

Caciques da Câmara queriam botar a mão na grana do fundo partidário para construir megaestruturas nos estados (Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Quem acompanhou a gestação da farra dos partidos — abortada pelo Senado aos 45 minutos do segundo tempo (leia mais em Bonde da alegria) –, diz que o trecho que autorizava as siglas a gastar com compra de imóveis e construção de sedes partidárias foi pensada pelo centrão da Câmara.

A turma queria permitir que os caciques construíssem megaestruturas partidárias fora de Brasília. Hoje, a Justiça Eleitoral dificulta a vida de coronéis que tentam usar o fundo para esse fim nos estados.


Veja

Paralisação parcial dos Correios é suspensa


A decisão, segundo a empresa, foi tomada por empregados em assembleias realizadas pelo País em cumprimento a uma determinação do TST

Por Estadão Conteúdo

Correios (Ricardo Moraes/Reuters)

A paralisação parcial dos Correios foi suspensa na noite desta terça-feira, 17. A decisão, segundo a empresa, foi tomada por empregados em assembleias realizadas pelo País em cumprimento a uma determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

“Essa foi a condição para que os Correios aceitassem a proposta do TST de manter as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 até o dia 2 de outubro, data do julgamento do dissídio coletivo pelo colegiado do Tribunal”, informou os Correios em nota.

Veja também

De acordo com a empresa, foram tomadas medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação e a realização de mutirões nos fins de semana para que o fluxo postal seja regularizado o mais rápido possível. “As ações contingenciais continuarão a ser empregadas até que as entregas sejam normalizadas”, de acordo com a estatal.


Veja

Panela de Arroz Elétrica Mondial PE-05 350W 1L - Branco 220V

Panela de Arroz Elétrica Mondial PE-05 350W 1L - Branco

Aposto que você adora aquele arroz que sua mãe prepara, mas você nunca parou para imaginar o trabalho que ela tem para prepará-lo, certo? Que tal acabar com todo este serviço e sem perder a qualidade da receita com a Panela Elétrica de Arroz Mondial Bianca Rice. Com este aparelho ela vai se surpreender com a qualidade em que o arroz dela vai ficar. Com potência de 3500 watts, ela prepara 04 xícaras. E não só faz, como também aquece o arroz já pronto. O modelo é totalmente seguro já que vem com indicador do nível de água, saída para o vapor, trava de segurança, alças para o transporte e luzes que mostram quando a comida já está pronta. Com um design elegante ela pode ser levada diretamente à mesa sem a necessidade de colocar o seu conteúdo em outro recipiente.


Link: https://www.magazinevoce.com.br/magazinelucioborges/p/panela-de-arroz-eletrica-mondial-pe-05-350w-1l-branco/16087/

Em último dia como PGR, Dodge pede que STF derrube decretos sobre armas

Antes de deixar cargo, procuradora contestou também outras medidas defendidas pelo governo: o projeto Escola sem Partido e mudanças em conselhos nacionais

Por Da Redação

Raquel Dodge deixa a procuradoria-geral da República (Pedro Ladeira/Folhapress)

No último dia do mandato, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou nesta terça-feira, 17, um parecer pedindo que o Supremo Tribunal Federal (STF) declare a inconstitucionalidade de seis decretos do governo Jair Bolsonaro que alteraram as regras de porte e posse de armas.

Em outra ofensiva contra os interesses do Palácio do Planalto, a procuradora entrou com três ações no STF que contestam medidas defendidas pela gestão Bolsonaro: o projeto Escola sem Partido e as mudanças promovidas pelo governo federal nas composições dos conselhos nacionais do meio ambiente (Conama) e dos direitos da Criança e do Adolescente (Conanda).

Para Dodge, as alterações nas regras de posse e porte de armas em decretos assinados por Bolsonaro afrontam “o princípio da separação dos poderes” e substituem o papel do Poder Legislativo “na tomada de decisão acerca da política pública sobre porte e posse de armas de fogo”. O parecer da procuradora foi encaminhado no âmbito de uma ação ajuizada pelo partido Rede Sustentabilidade em maio.

Veja também

“A via adequada para a alteração e substituição de política pública sobre a comercialização, posse, porte de arma de fogo é a instauração de processo legislativo no âmbito do Congresso Nacional, locus destinado à deliberação democrática dos temas mais caros à ordem constitucional brasileira. Tanto é assim que tramitam nas Casas Legislativas inúmeros projetos de lei que objetivam a alteração do Estatuto do Desarmamento, inclusive um de autoria do Presidente da República”, observou a procuradora-geral.

O mandato de Raquel Dodge chegou ao fim nesta terça, após Bolsonaro decidir não reconduzir a procuradora para mais dois anos de mandato. O presidente escolheu o subprocurador-geral da República Augusto Aras para sucedê-la. O nome de Aras, porém, ainda precisa ser aprovado pelo Senado.

Em outra ação que mira uma das principais bandeiras políticas do presidente (o projeto Escola sem Partido), Raquel Dodge pediu que o Supremo conceda imediatamente uma liminar para suspender qualquer ato do Poder Público “que autorize ou promova a realização de vigilância e censura da atividade docente com base em vedações genéricas e vagas à doutrinação política e ideológica” e “à abordagem de questões relacionadas a gênero e sexualidade no ambiente escolar”.

“Não será esterilizando o processo educativo à reflexão e ao embate ideológicos que se obterão melhores resultados no desenvolvimento dos alunos. A veiculação de ideias contrárias à convicção de alunos, pais e responsáveis não gera, por si e automaticamente, nenhuma consequência indesejável, considerando a capacidade crítica dos alunos, a interação com os pais e as próprias características dos processos intelectuais. Entre a vedação apriorística de conteúdos e a liberdade de ensino, esta é preferível”, defendeu a procuradora.

Dodge também entrou com ação no Supremo contra um decreto de Bolsonaro que altera as regras de composição do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), que viu o número total de representantes cair de 28 para 18. O governo também alterou o método de escolha das entidades representantes da sociedade civil, que agora serão escolhidos em processo seletivo elaborado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. O decreto também proíbe a recondução dos representantes das entidades não governamentais.

“Como resultado dessas mudanças, o caráter democrático participativo do Conanda foi praticamente esvaziado, sendo que o órgão está sob risco de perder sua razão de ser enquanto fórum encarregado da elaboração de políticas voltadas para o público infanto-juvenil”, escreveu.

Já no Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), Dodge contesta a redução de 11 para 4 representantes de entidades ambientalistas com assento no colegiado e a diminuição de 2 anos para 1 ano no mandato das entidades ambientalistas.

“Como resultado dessas mudanças, o caráter democrático participativo do Conama foi praticamente esvaziado, sendo que o órgão está sob risco de perder sua razão de ser enquanto fórum encarregado da elaboração de políticas ambientais”, criticou.

“Como se vê, as mudanças afetaram de forma mais substancial a forma de representação do grupo da sociedade civil, cujos assentos sofreram redução de mais de 80% (de 22 para 4 vagas). Além dessa drástica redução, houve ainda uma profunda alteração na pluralidade representativa: representantes dos trabalhadores, da comunidade indígena, de populações tradicionais e da comunidade científica tiveram seus assentos extintos”, afirmou a procuradora.

(Com Estadão Conteúdo)


Veja


CONGRESSO

Senado desiste de reforma radical e aprova apenas fundo eleitoral

Fundo eleitoral passa, mas sem mais mudanças


PESQUISAS

91% dos investidores acham que taxa de juros cai de 6% para 5,5%

Pesquisa XP fez 129 entrevistas

ECONOMIA

Relator de PEC sobre travas fiscais quer liberar até R$ 80 bi em investimentos

Felipe Rigoni (PSB-ES) falou ao Poder360

JUSTIÇA

Força-tarefa da Lava Jato queria se financiar à margem da lei, diz STF

Decisão do Supremo critica Curitiba

GOVERNO

Governo deve desbloquear cerca de R$ 8,3 bi do orçamento, diz Onyx

R$ 1,9 bi deve ir para a Educação

MÍDIA

Jornalistas da Época pedem demissão após polêmica com Heloísa Bolsonaro

Demissões vêm após nota de desculpas

ECONOMIA

Funcionários dos Correios suspendem paralisação, mas seguem em estado de greve

Funcionários reivindicam reajuste salarial

INTERNACIONAL

Fernández abre mais de 21 pontos sobre Macri e deve vencer no 1º turno

Peronista tem 53,3%; Macri, 31,9%

Opinião

Deltan ajoelhado no milho, analisa Demóstenes Torres

Coordenador da Lava Jato dá exemplo de lawfare

Opinião

Liberar novos agrotóxicos é melhor que manter os antigos, escreve Xico Graziano

Associar medida a alimentação pior é ignorância

Opinião

A juventude sofre de 1 mal silencioso e mal compreendido, escreve Lucas Gonzalez

O Brasil precisa falar sobre suicídio


Guia supremo iraniano descarta negociar com EUA em plena tensão com Riad

Segundo Khamenei, se EUA "se arrependerem" e voltarem para acordo nuclear de 2015 poderão falar com Teerã e outras partes do pacto

Ali Khamenei afirma que qualquer tipo de negociação levaria EUA a

Ali Khamenei afirma que qualquer tipo de negociação levaria EUA a "imporem demandas ao Irã" | Foto: Stringer / Iranian Supreme Leader's Website / AFP / CP

PUBLICIDADE

O guia supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, descartou, nesta terça-feira, qualquer tipo de negociação com os Estados Unidos, em plena escalada de tensão pelos ataques às instalações petroleiras sauditas que Washington atribui a Teerã. "A política de 'pressão máxima' contra a nação iraniana é inútil, e todos os responsáveis da República Islâmica do Irã acreditam, de forma unânime, que não haverá negociações com os Estado Unidos em nível nenhum", disse Khamenei, citado em sua página oficial on-line. Segundo o guia supremo, qualquer tipo de negociação com o Irã levaria os Estados Unidos a "imporem suas demandas ao Irã" e significaria o sucesso de sua política de "pressão máxima".

Um dia depois dos ataques, a Casa Branca declarou que Trump poderia se reunir com o presidente iraniano, Hassan Rohani, em Nova Iorque, na próxima semana, em paralelo à Assembleia Geral da ONU. De acordo com Khamenei, se os Estados Unidos "se arrependerem" e voltarem para o acordo nuclear de 2015 (o "Joint Comprehensive Plan of Action"), então poderão falar com Teerã e com as outras partes do pacto. "Do contrário, não pode haver negociações" entre autoridades de ambos os países, "em nível algum, nem em Nova York, nem em qualquer outro lugar", completou.

Pompeo vai a Riad

Os rebeldes huthis do Iêmen, que têm o apoio do Irã, reivindicaram o ataque às instalações sauditas de Abqaiq - a maior unidade de tratamento de petróleo do mundo - e ao campo petroleiro de Khurais, no leste do país. Os Estados Unidos acusam o Irã, porém, e garantem que estão preparados para apoiar seu aliado Arábia Saudita. Riad afirmou que, no ataque, foram usadas "armas iranianas", mas não fizeram acusações diretas ao rival regional.

Uma fonte do governo americano que pediu para não ser identificada disse à AFP nesta terça-feira que Washington tem certeza de que o ataque contra as instalações petroleiras foi feito do Irã e que foram usados mísseis de cruzeiro. O governo de Donald Trump - acrescentou a mesma fonte - está preparando um documento para provar suas afirmações e convencer a comunidade internacional, incluindo os europeus, na Assembleia Geral das Nações Unidas. A reunião começa em 24 de setembro em Nova Iorque.

Na segunda, os Estados Unidos disseram que seu Exército está se preparando para responder a este ataque "sem precedentes", os quais obrigaram a Arábia Saudita a reduzir pela metade sua produção de cru e levaram à disparada dos preços. Nesta terça à tarde, Arábia Saudita afirmou que fornecimento de petróleo voltou a seu nível inicial. O Irã afirma que, com suas acusações, "os Estados Unidos negam" a realidade sobre os ataques na Arábia Saudita, tuitou o ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif. "Os Estados Unidos negam a realidade, se pensam que as vítimas iemenitas dos piores crimes de guerra durante quatro anos e meio não fariam tudo para responder", escreveu Zarif, referindo-se às vítimas dos ataques da coalizão liderada pela Arábia Saudita neste país.


O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, embarca nesta terça para Riad, com o objetivo de avaliar a "resposta" aos ataques do fim de semana, anunciou o vice-presidente Mike Pence. Em pronunciamento na conservadora Heritage Foundation, Pence confirmou que "o secretário de Estado viaja hoje para a Arábia Saudita para analisar nossa resposta".

Em sua visita ao Cairo, o ministro francês das Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian, pediu "distensão". Em Pequim, o porta-voz da diplomacia chinesa, Hua Chunying, fez um apelo pela "moderação" entre as partes, enquanto a chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que seu país estará "sempre do lado da distensão". "Não estou buscando entrar em um novo conflito, mas, às vezes, é preciso fazer isso", afirmou Trump. "Foi um ataque em larga escala e pode resultar em um ataque muito, muito maior", completou. "Para a maioria, parece que foi o Irã", insistiu o presidente americano.


AFP e Correio do Povo


PORTO ALEGRE

Exposição sobre carreira de Sandy e Junior inaugura nesta sexta

ARTE & AGENDA

"Friends" ganha maratona em comemoração aos 25 anos da série

MÚSICA

The Pussycat Dolls deve voltar com músicas inéditas e uma grande turnê, diz jornal
Rock in Rio nega que Drake tenha cancelado participação no festival

ARTE & AGENDA

WarnerMedia adquire "The Big Bang Theory" para seu serviço de streaming

ARTE & AGENDA

NBC batiza seu serviço de streaming de Peacock

ARTE & AGENDA

Taylor Swift confirma show no Brasil em 2020

Cafeteira Expresso Multi Beverage - Dolce Gusto Mini Me de Cápsula Preta 15 Bar 110V

Cafeteira Expresso Multi Beverage - Dolce Gusto Mini Me de Cápsula Preta 15 Bar

Cafeteira Preta Dolce Gusto Mini Me Multi Beverage automática. Multibebidas, faz desde um aromático café expresso graças a pressão de 15BAR, até um cremoso cappuccino. Prepara suas bebidas na medida certa de uma xícara, basta selecionar o nível indicado na cápsula. Possui reservatório removível, luz indicadora de funcionamento e seletor de quantidade de café.


Link: https://www.magazinevoce.com.br/magazinelucioborges/p/cafeteira-expresso-multi-beverage-dolce-gusto-mini-me-de-capsula-preta-15-bar/71575/

Ataque contra a Arábia Saudita partiu do Irã, conclui autoridade dos EUA

Washington deve apresentar relatório a aliados europeus

Imagem de satélite mostra danos causados por ataque na Arábia Saudita

Imagem de satélite mostra danos causados por ataque na Arábia Saudita | Foto: HO / Planet Labs Inc. / AFP / CP

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos concluíram que o ataque de fim de semana às instalações petrolíferas sauditas foi lançado a partir de solo iraniano e foram utilizados mísseis de cruzeiro, disse uma autoridade americana à AFP nesta terça-feira. O funcionário, que não quis ser identificado, disse que os Estados Unidos estavam reunindo evidências sobre o ataque para apresentar à comunidade internacional, principalmente aliados europeus, na Assembleia Geral da ONU na próxima semana.

Questionado se Washington tinha certeza de que os mísseis haviam sido lançados a partir do Irã, o funcionário respondeu: "Sim". Os ataques do fim de semana em Abqaiq – a maior instalação de processamento de petróleo do mundo - e o campo de petróleo de Khurais no leste da Arábia Saudita agitaram os mercados globais.

Os rebeldes huthis do Iêmen, alinhados ao Irã, assumiram a responsabilidade pelos ataques de sábado, mas a Arábia Saudita acusou o Irã e o presidente Donald Trump também apontou Teerã. "Certamente, parece que foi o Irã", disse Trump na segunda-feira.


AFP e Correio do Povo

STF homologa acordo de R$ 1 bilhão para Amazônia e R$ 1,6 bilhão para educação

Acordo foi fechado na semana retrasada entre a Procuradoria-Geral da República (PGR), a Câmara dos Deputados e o Palácio do Planalto

Alexandre de Moraes assinou o acordo proposto pela Procuradoria Geral da República

Alexandre de Moraes assinou o acordo proposto pela Procuradoria Geral da República | Foto: Rosinei Coutinho / SCO / STF / CP

PUBLICIDADE

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal ( STF), validou nesta terça-feira, 17, o acordo que remete R$ 1,06 bilhão do Fundo da Lava Jato para as ações de prevenção, fiscalização e combate ao desmatamento e outros ilícitos ambientais nos Estados da Amazônia Legal, e que destina outro R$ 1,6 bilhão para a Educação. Desse montante, R$ 250 milhões irão para o Ministério de Ciência e Tecnologia alocar em ações de inovação, empreendedorismo e educação, como as bolsas de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O acordo foi fechado na semana retrasada entre a Procuradoria-Geral da República (PGR), a Câmara dos Deputados e o Palácio do Planalto, mas precisava ainda ser homologado pelo STF.

A decisão sobre o destino do dinheiro foi divulgada seis meses após a PGR questionar no Supremo o acordo fechado entre a Petrobras e a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, que reverteu para o Brasil cerca de R$ 2,5 bilhões de uma multa paga pela estatal na justiça norte-americana.

"O acordo realizado pelos autores da ADPF 568 (Procuradora-Geral da República) e RCL 33.667 (Presidente da Câmara dos Deputados) com a União (representada pelo Advogado-Geral da União), e com a interveniência do Presidente do Senado Federal e do Procurador-Geral da Fazenda Nacional, respeita integralmente os preceitos fundamentais anteriormente analisados e, consequentemente, afasta as nulidades existentes no anterior e ilícito 'acordo de assunção de compromissos', para a destinação do valor depositado pela Petrobras", escreveu Moraes em sua decisão.

Na decisão, Moraes destacou que houve um consenso dos diferentes agentes no novo acordo, após audiência no início deste mês com representantes dos órgãos envolvidos na discussão do tema.

"A vinculação desses valores a fonte específica de custeio, conforme informado pela Advocacia-Geral da União, além de outros compromissos assumidos pelas autoridades mencionadas nesses autos, afasta qualquer possibilidade de configuração do risco de retorno desses valores à Petrobras, bem como de efetiva utilização nas ações indicadas e fiscalização pelas instâncias de controle", observou o ministro.

Valores

Do dinheiro destinado a Amazônia, R$ 630 milhões irão bancar tarefas diretas da União. Entre elas, as operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e ações de responsabilidade do Ministério do Meio Ambiente e Ibama. Além disso, o reforço chegará também ao Ministério da Agricultura, para amparar orçamento de regularização fundiária e do serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural. Os R$ 430 milhões restantes deverão ser investidos de forma descentralizada para a articulação entre o governo federal e os Estados da região amazônica.

Conforme a decisão de Moraes, a execução dos recursos de "maneira descentralizada" será feita observando os seguintes critérios: área territorial dos Estados, população estimada na data da homologação do acordo, o inverso do PIB per capita dos Estados, o número de focos de queimadas e a área desmatada total por unidade da federação.

Do dinheiro para a Educação, cerca de R$ 1 bilhão será destinado para ações relacionadas à educação infantil. Ainda, R$ 250 milhões irão para o Ministério da Cidadania para iniciativas de desenvolvimento integral na primeira infância, como o Programa Criança Feliz.

Outros R$ 250 milhões ficarão a cargo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para ações voltadas ao empreendedorismo, inovação e educação, como a manutenção de bolsas de pesquisa do CNPq, e a construção da fonte de luz Síncrotron de 4° geração.

Como mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, queria que parte do dinheiro fosse destinado ao CNPq, que sofre com as restrições orçamentárias.

Por fim, R$ 100 milhões deverão ser alocados em ações socioeducativas em cooperação com os Estados, preferencialmente dentro do escopo do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Controvérsia

O acordo entre a Petrobras e a força-tarefa da Lava Jato foi questionado na Suprema Corte em março. Quando fechou o tratado com a estatal, o Ministério Público paranaense definiu que parte do dinheiro fosse gerido por um fundo, o que gerou forte polêmica à época.

Moraes, então, suspendeu o acordo três dias após Raquel Dodge questionar a medida no STF. Desde então, os órgãos públicos tentavam chegar a um consenso sobre onde o dinheiro deveria ser aplicado.

Com a situação gerada pelas queimadas que afetam a região amazônica, a Câmara dos Deputados entrou no debate e pediu em agosto que parte da multa fosse destinada à prevenção e combate de incêndios florestais. Antes, as conversações entre a AGU, o STF e a PGR se encaminhavam para destinar o dinheiro apenas a projetos da área de educação e cidadania.


Agência Estado e Correio do Povo