quarta-feira, 9 de novembro de 2022

Três das 18 obras da Copa do Mundo de 2014 ainda não foram concluídas em Porto Alegre

 Moradores e motoristas reclamam dos transtornos nos locais onde os projetos estão em andamento

Moradores e motoristas reclamam dos transtornos nos locais onde os projetos estão em andamento 

Das 18 obras previstas para serem entregues até a Copa do Mundo de 2014 em Porto Alegre, três ainda aguardam conclusão, mesmo depois de oito anos do término dos Mundiais no Brasil, além da Rússia, em 2018, e a dias do início do evento esportivo no Catar. São elas a ampliação da avenida Severo Dullius, próxima da rua Dona Alzira, bem como a duplicação da avenida Tronco e ainda o trecho 2 das melhorias na rua Voluntários da Pátria, no trecho entre a Ramiro Barcellos e a avenida Sertório.

Ainda que os projetos estejam em andamento, há transtornos aos moradores e motoristas que circulam pelos locais. Preocupados especialmente com o descarte irregular de lixo próximo às obras e a falta de sinalização das mesmas, eles esperam por uma resolução rápida para evitar novos problemas de mobilidade. Na Severo Dullius, por exemplo, o asfalto está em andamento, e os trabalhos estão 89% concluídos, de acordo com o painel da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Smoi). Há três meses e meio, no final de julho, eram 87%. 

O investimento é de R$ 77,9 milhões, e a via terá dois quilômetros de extensão, da região do Aeroporto Internacional Salgado Filho até a avenida Sertório. No local, o comerciante Leandro Vagner, que vive com a família na área há dez anos, tem esperanças de que a obra seja finalizada logo. “O pessoal até está trabalhando por aqui, mas a gente fica preocupado com o lixo. Não são os pobres que descartam, mas as pessoas com carros melhores. Com o asfalto, terá bem mais trânsito por aqui”, observa ele. 

Com frequência, equipes do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) fazem a limpeza do local. Por mês, segundo o DMLU, são retiradas mais de 200 toneladas de resíduos da área. Já a Tronco deverá ter concluída sua ampliação até março de 2023. Nos trechos 1 e 2, que devem ser entregues no próximo ano, os trabalhos estão 72% prontos, e nos trechos 3 e 4, a conclusão chega a 82%. A construção sofreu alguns revezes, como uma suspensão em outubro de 2016 por falta de recursos, retomada em junho de 2018, suspensa novamente em julho de 2019 e novos avanços a partir de fevereiro de 2020.

Além da duplicação de 6,5 quilômetros totais, o projeto prevê ainda a drenagem, implantação de corredores de ônibus, ciclovia, sinalização e nova iluminação pública. “Já está levando oito anos. Com certeza atrapalha bastante, mas acho que agora sai”, diz o eletricista Reni dos Santos, morador do bairro Santa Tereza e frequentador assíduo da região da Tronco. No total, estão sendo investidos R$ 129 milhões.

Quanto ao trecho 2 da Voluntários da Pátria, ligando o Centro Histórico à zona Norte, a Smoi se manifestou dizendo que está sendo refeito o projeto para a duplicação. Ainda não há construções sendo realizadas no local. No momento, o projeto passa por mudanças, e, “assim que pronto”, ainda sem data, “entrará para licitação”. A obra deverá entrar no chamado “Centro Expandido”, também com melhorias no Centro Histórico, Orla do Guaíba e 4º Distrito.

Resumo das obras da Copa

• Ampliação da avenida Severo Dullius, bairro Anchieta: 89% de conclusão
• Duplicação da Avenida Tronco, bairro Santa Tereza: 72% concluídos (trechos 1 e 2), 82% concluídos (trechos 3 e 4)
• Trecho 2 das melhorias na rua Voluntários da Pátria, da altura da Ramiro Barcelos até a avenida Sertório, bairro Floresta: ainda na fase de projeto

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário