quarta-feira, 16 de novembro de 2022

"Perdeu, mané. Não amola", diz Barroso a brasileiro em Nova York

 Ministro do STF foi cobrado por brasileiro sobre supostas falhas no sistema de votação feitas por militares e respondeu com irritação


ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), reagiu com irritação a um brasileiro que o abordou nesta terça-feira em Nova York, nos Estados Unidos, questionando a atuação da Justiça nas eleições deste ano. Após ser cobrado a dar uma satisfação pelas supostas falhas no sistema de votação apresentadas pelas Forças Armadas, Barroso respondeu: "Perdeu, mané. Não amola".

Barroso estava acompanhado do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes. Os dois foram abordados por um grupo de brasileiros, e um deles perguntou se a Justiça eleitoral vai ignorar as informações dos militares.

"Moraes, o senhor vai responder as Forças Armadas? O Brasil precisa dessa resposta, com todo o respeito", disse o homem. Moraes, no entanto, ficou calado. O homem, então, repetiu a pergunta a Barroso. Ao ouvir a resposta do ministro, o brasileiro ficou inconformado. "É sério? Não fala isso não, ministro".


Barroso, Moraes e outros ministros do STF estão em Nova York para participar da Lide Brazil Conference, evento para discutir a democracia brasileira. Desde a chegada à cidade norte-americana, eles têm sido hostilizados por brasileiros. No domingo, um grupo de cerca de 60 manifestantes se reuniu em frente ao hotel onde Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski estão hospedados. Os manifestantes hostilizaram os magistrados e gritaram palavras de ordem contra o STF: "Alexandre ditador" e "Supremo é o povo" estavam entre as frases ditas.

R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário