quarta-feira, 16 de novembro de 2022

Deputado pede a Aras que investigue Lula por "carona" com empresário preso na Lava Jato

 Pedido foi feito pelo deputado Ubiratan Sanderson, que enviou um ofício à PGR após o embarque do presidente eleito ao Egito


embarque ao Egito do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na aeronave do empresário José Seripiri, preso em desdobramento da Operação Lava Jato, é motivo de um pedido de investigação junto à Procuradoria-Geral da República (PGR). O deputado Ubiratan Sanderson (PL-RS) enviou a Augusto Aras um ofício solicitando a apuração do motivo e da circustância do empréstimo do avião. 

Lula viajou nesta segunda-feira (14) para participar da 27ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP27). Seripieri Junior acompanhou o presidente eleito, além da comitiva formada pela futura primeira-dama, a socióloga Rosângela da Silva, a Janja, e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT). 

Sanderson justificou o pedido como uma necessidade de proteger o país de "relações espúrias". "Como não existe almoço grátis, a preocupação é proteger o país de relações espúrias como essas, que já custaram muito à nação", disse.

Seripieri é fundador e ex-presidente da administradora de planos de saúde Qualicorp. Ele foi preso em julho de 2020, após suspeitas de ter fraudado contratos para dissimular repasses à campanha de José Serra (PSDB-SP) ao Senado Federal, em 2014.

A Polícia Federal constatou indícios de recebimento pelo parlamentar de doações eleitorais não contabilizadas que chegaram a R$ 5 milhões. Os valores seriam repassados por meio de operações financeiras e societárias simuladas para ocultar a origem ilícita do dinheiro.

COP27

No Egito, Lula participa de debates durante a semana como integrante da comitiva dos governadores de estados que têm Floresta Amazônica. Também está prevista uma reunião com o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, além de encontros bilaterais.

R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário