terça-feira, 15 de novembro de 2022

Manifestantes brasileiros protestam em Nova York contra ministros do STF

 Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso foram abordados e criticados por manifestantes nas ruas da cidade americana

Manifestantes protestaram em frente ao hotel onde os ministros estão hospedados usando cartazes

Grupos de manifestantes protestaram e criticaram alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que estão em Nova York, nos Estados Unidos, para participar de um evento entre os dias 14 e 15 de novembro. Em imagens das redes sociais, os magistrados são alvos de duras críticas ao deixarem o hotel e encontrarem manifestantes. Gilmar Mendes foi um dos mais criticados, deixando o hotel sob gritos de “bandido” e “vabagundo”. “O que é seu está guardado, seu bandido”, diz um dos manifestantes. Alexandre de Moraes, que é um dos magistrados mais criticados pelos manifestantes, não escapou do protesto, sendo chamado de “ladrão”. Em outros momentos, manifestantes ocuparam a rua em frente ao hotel, pedindo ajuda das Forças Armadas e cantando contra os magistrados. Outro vídeo mostra o ministro Luís Roberto Barroso sendo abordado por uma mulher na rua. “nós vamos ganhar essa luta. Nós vamos ganhar essa luta. O senhor está entendendo? Que a gente vai ganhar essa luta, cuidado. O povo brasileiro é maior do que a nossa Suprema Corte”, diz a manifestante. Barroso entra em uma loja e, antes de fechar a porta, responde a mulher: “Não seja grosseira. Tchau, minha senhora. Passar bem”.  O ex-presidente Michel Temer também está na cidade para participar do evento. Em nota, o STF afirmou que “repudia os ataques sofridos por ministros da Corte, em Nova Iorque. A democracia, fundada no pluralismo de ideias e opiniões, a legitimar o dissenso, mostra-se absolutamente incompatível com atos de intolerância e violência, inclusive moral, contra qualquer cidadão.”

Confira alguns vídeos das manifestações:

Jovem Pan

Nenhum comentário:

Postar um comentário