segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Real desvalorizado faz dinheiro enviado para fora bater recorde no semestre

 Segundo dados do Banco Central, as remessas do exterior bateram recorde no primeiro semestre deste ano, somando US$ 1,89 bilhão, o equivalente a R$ 10,16 bilhões

A forte desvalorização do real e a crise vêm criando oportunidades para os brasileiros que vivem no exterior. Os expatriados cada vez mais enviam recursos para o Brasil para comprar imóveis e investir em negócios, já que o dinheiro que ganham lá fora vale muito mais do que aqui. Isso, mesmo que não pensem necessariamente voltar ao país e levar uma vida mais confortável.

Segundo dados do Banco Central, as remessas do exterior bateram recorde no primeiro semestre deste ano, somando US$ 1,89 bilhão, o equivalente a R$ 10,16 bilhões. Esse é maior valor maior valor da série histórica do BC, iniciada em 2010, e uma alta de 24% em relação ao mesmo período de 2020 e de 36,5% frente ao de 2019, quando nem se pensava em pandemia.

Os dados do BC apontaram recordes entre janeiro e junho no envio de recursos de três países que têm comunidades brasileiras numerosas: EUA (US$ 946 milhões), Reino Unido (US$ 370,4 milhões) e Canadá (US$ 27,9 milhões).

De Portugal, outro destino popular entre brasileiros imigrantes, vieram US$ 101,3 milhões, no sexto semestre consecutivo com remessas acima de US$ 100 milhões.

Fonte: economia.ig - 22/08/2021 e SOS Consumidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário