sábado, 24 de outubro de 2020

Criminosos que expulsavam moradores de condomínio popular são alvo da Polícia Civil em Viamão (RS)

 Quatro células de facções mantinham um acordo de paz para dividirem a mesma área de atuação



Quatro células de facções criminosas que atuavam no bairro vila Augusta, em Viamão, foram desmanteladas pela Polícia Civil durante a operação Quimera realizada nesta sexta-feira. A ação teve apoio do 18º BPM e da Guarda Municipal. Houve a prisão de 17 traficantes durante o cumprimento de 33 mandados de busca e apreensão e de outros 27 mandados de prisão.

A investigação durou em torno de seis meses e foi conduzida pela 2ª DP de Viamão. Após firmarem um acordo de paz, quatro facções transformaram apartamentos de um condomínio popular, do programa federal Minha Casa, Minha Vida, em pontos de venda de drogas e de armas. Cada grupo respeitava o espaço do outro. Os criminosos usavam de violência e ameaçavam os moradores quem eram expulsos de suas moradias.

A suspeita é de que os mesmos grupos criminosos tenham envolvimento em outros crimes violentos ocorridos na cidade, como roubo de veículos e a estabelecimentos comerciais.

Confronto

Ainda em Viamão, quatro integrantes de uma facção criminosa confrontaram-se entre a madrugada e a manhã desta sexta-feira com o efetivo do 18º BPM no Distrito de Itapuã. Os bandidos tinham sequestrado uma mulher para que ela indicasse onde estava um rival a ser executado, já que ele estava envolvido em um homicídio.

Acionados, os policiais militares realizaram buscas e localizaram um Volkswagen Gol, roubado e com placas clonadas, com o quarteto. Houve o confronto e fuga dos suspeitos. Na perseguição, o carro foi alcançado. Três criminosos foram presos em flagrante. O quarto indivíduo estava morto dentro do veículo, atingido por um tiro na cabeça.

Houve a apreensão de uma espingarda calibre 12 e dois revólveres calibres 38, além de 40 munições de vários calibres, coletes balísticos e camisetas com o nome da Polícia Civil. O grupo é oriundo do bairro Restinga, em Porto Alegre, e de Capão da Canoa, no Litoral Norte. A mulher sequestrada foi resgatada ilesa.


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário