terça-feira, 9 de maio de 2023

Vítima de fake news morre após ser linchada em Guarujá, no litoral de SP

 

Osil Guedes, de 49 anos, foi acusado por populares de ter roubado uma moto; vítima morreu após ficar quatro dias internado



Um homem de 49 anos teve morte encefálica após ser linchado por conta de uma fake news divulgada em Guarujá, no litoral de São Paulo. A vítima foi agredida na tarde de quarta-feira (3) e teve morte encefálica confirmada pelo hospital na madrugada deste domingo (7).

Osil Vicente Guedes, de 49 anos, foi acusado por populares de roubar uma motocicleta. As agressões teriam começado após alguém gritar “pega ladrão” enquanto ele passava por uma rua de Guarujá pilotando uma moto. O veículo em que ele estava era, na verdade, de um amigo dele, que confirmou ter emprestado a moto.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o momento em que várias pessoas começam a agredir Osil com pedras e pedaços de madeira. Em uma das gravações, uma pessoa chega a falar que “a situação não está boa para ladrão de moto” e afirma que “ladrão de moto está se lascando”.

Osil foi encaminhado para o Hospital Santo Amaro com ferimentos graves na cabeça. Em nota divulgada neste domingo (7), a instituição confirmou a morte encefálica do homem. "Internado na UTI permaneceu em estado grave durante o período e foi constatada a morte encefálica“.

A Polícia Civil de São Paulo confirmou que instaurou um inquérito para investigar o caso. Até o momento, nenhum suspeito foi identificado.


Itatiaia

Nenhum comentário:

Postar um comentário