sexta-feira, 23 de dezembro de 2022

Após estiagem, Lago da Fonte vira uma das atrações de Imbé

 Uma das atrações do local é o famoso jacaré-de-papo-amarelo

Chico Izidro

Há quase um ano a desolação era evidente nos moradores de Imbé, e principalmente naqueles que residiam nas cercanias do Lago da Fonte, na avenida Garibaldi, entre a avenida Paraguassú e a rua Sobradinho, no centro do balneário, vizinho a Tramandaí. O local estava com o nível de água muito baixo por causa de uma forte estiagem que afetava todo o estado, deixando em situação de risco o habitat de animais como o jacaré-de-papo-amarelo, tartarugas e peixes. O caos era tão grande, que ao invés de água, o lago estava tomado de lodo, muito lixo e com a grama ao redor, muito queimada pelo sol.

Pois um ano depois, o quadro é completamente oposto. Quando as pessoas chegam nas proximidades do Lago da Fonte conseguem ver várias aves catando alimentos, a grama aparada e de uma tonalidade bem verde. E o melhor, o lago completamente cheio de água. E uma sensação de paz.
O casal Diego Irigoyen e Carolina Lewandowski é natural de Canoas, na Grande Porto Alegre, mas por questões profissionais foi morar em Capão da Canoa, e desde meados deste ano se transferiu para Imbé. E residem bem em frente ao lago. “Isso aqui está lindo. É muito legal e agradável”, conta Diego.

Todos os dias, ele e a esposa realizam caminhadas ao redor do lago, com os dois cachorros, Lica e Luna. “Este lago, estes animais, tudo, dão uma sensação maravilhosa de paz”, garante Carolina. 

Uma das atrações do local é o famoso jacaré-de-papo-amarelo. Mas o réptil costuma se esconder quando vê movimentação humana. Porém, Carolina confirma já ter visto o animal duas vezes. “Já vimos ele duas vezes, bem na ponta do lago, em direção à avenida”, aponta ela. “E pensar que ele esteve em risco por causa da seca. O jacaré colocou a cabeça para fora, a gente viu ele, mas ao tentar nos aproximar, ele foi para o fundo, mas deu bem para vê-lo”, comemora a moradora de Imbé. 


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário