quinta-feira, 10 de novembro de 2022

Moraes diz que relatório do Ministério da Defesa não apontou fraude nas urnas

 Presidente do Tribunal Superior Eleitoral afirmou que trabalho veio de acordo com todas as demais entidades fiscalizadoras

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, alegou ter recebido com satisfação o trabalho feito pelo Ministério da Defesa sobre as urnas eletrônicas nas eleições de 2022. Conforme o ministro, o documento, divulgado nesta quarta-feira, não apresenta fraudes ou inconsistências e está de acordo com todas as demais entidades fiscalizadoras do pleito. 

"O relatório final do Ministério da Defesa, que, assim como todas as demais entidades fiscalizadoras, não apontou existência de nenhuma fraude ou inconsistência nas urnas eletrônicas e no processo eleitoral de 2022", diz trecho de nota divulgada nesta noite.

Sobre as sugestões encaminhadas, Moraes garantiu que elas serão oportunamente analisadas. Por fim, o presidente do TSE exalta as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro. "O TSE reafirma que as urnas eletrônicas são motivo de orgulho nacional, e as Eleições de 2022 comprovam a eficácia, a lisura e a total transparência da apuração e da totalização dos votos".


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário