quinta-feira, 10 de novembro de 2022

Juventude empata com Flamengo e mantém tabu de 25 anos no Jaconi

 Verdão não perde para cariocas na Serra desde 1997 com o 1 a 1

Desconcentrado e em ritmo de férias, o Flamengo começou fora de ritmo e deu a oportunidade para o Juventude nesta quarta-feira. Já rebaixado, o Verdão da Serra chegou a virar sobre os cariocas no estádio Alfredo Jaconi e cedeu o empate apenas no fim. O estreante Werton, de 19 anos, marcou seu primeiro gol como profissional aos 45 minutos do segundo tempo para os flamenguistas.

O resultado também mantém um tabu. O Juventude não perde há 25 anos, em casa, para o Flamengo. A última vez foi em 1997, quando pelo Brasileiro daquele ano, foi derrotado por 1 a 0, com gol de Rodrigo. A marca, agora, deve durar um bom tempo, já que os times só terão chance de se encontrar numa eventual Copa do Brasil.

Neste período foram 11 jogos, com 6 vitórias e cinco empates. Agora são 12 jogos. Por outro lado, o Juventude não consegue vencer no Brasileirão desde 24 de julho, quando derrotou o Ceará por 1 a 0, pela 19ª rodada. São apenas três vitórias no campeonato todo.

O Flamengo mesmo com um time mesclado com reservas e titulares mostrou sua superioridade técnica no início. Um minuto de jogo e Rodinei cruzou da ponta direita (com a perna esquerda), Everton ajeitou de cabeça na segunda trave e Matheuzinho, entrou correndo para empurrar a bola de cabeça para as redes. Flamengo, 1 a 0.

A vantagem deu tranquilidade aos cariocas. O rubro-negro passou a rodar mais a bola, fazendo com que o Juventude se cansasse. No entanto, os gaúchos conseguiram adiantar um pouco mais a linha e conseguiu ocupar o meio-campo adversário. A partir deste instante o Juventude começou a assustar.

O Flamengo, por sua vez, tentava explorar os contra-ataques sempre na velocidade de Everton Cebolinha e Matheuzinho. As bolas paradas também eram armas importantes para o time carioca, principalmente nos cabeceios do zagueiro Fabrício Bruno.

Mas o Juventude soube aproveitar os espaços deixados no sistema de marcação flamenguista. Aos 35 minutos Paulo Henrique recebeu lançamento de Vítor Mendes e carregou para bater quase sem ângulo e empatar o jogo para os anfitriões, 1 a 1.

O Juventude aumentou o placar em seguida. Paulo Henrique, destaque do primeiro tempo, venceu a marcação de Everton Cebolinha e cruzou para Jadson, de cabeça, marcar o segundo dos gaúchos, 2 a 1. O segundo tempo começou com o Juventude mandando no jogo. Com dez minutos o meia Chico acertou o travessão. A partida foi ficando mais acirrada, no entanto, os gaúchos se mostravam mais determinados. O técnico Dorival Júnior manteve seu ritmo de trocas sem preocupação com o resultado final.

Mas quando parecia que o time da casa iria vencer, o Flamengo empatou aos 45 minutos. Ayrton Lucas arriscou chute e a bola vai em direção a Werton. O garoto recebeu de costas, mas fez o giro rápido e bateu no anto, deixando tudo igual. Evitou a terceira derrota seguida do Flamengo.


Agência Estado e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário