sexta-feira, 11 de novembro de 2022

INÊS É MORTA?

 AGORA É TARDE?

A velha expressão - INÊS É MORTA- cujo significado é -AGORA É TARDE- ou -NÃO ADIANTA MAIS-, bem que poderia ser empregada para dar fim ao resultado DECIDIDO, de forma grotesca, injusta e carregado de enorme DESCONFIANÇA, pelo lamentável e ideológico Tribunal Superior Eleitoral, que por sua estrita vontade resolveu apontar o SEU CANDIDATO -LULALADRÃO- como vencedor da eleição presidencial. 

ACABOU FAZ TEMPO

Aliás, ontem, 10, enquanto os cidadãos brasileiros discutiam os pontos do RELATÓRIO DAS URNAS produzido pelo GRUPO TÉCNICO das FFAA, o presidente-ditador do TSE se antecipou e disse, alto e bom tom: -A ELEIÇÃO ACABOU FAZ TEMPO-. A rigor, esta AFIRMAÇÃO serve -ipsis literis- como comprovante do que DECLAROU, lá atrás, no dia 9 de junho de 2021, o então presidente do TSE, Luís Roberto Barroso: - ELEIÇÃO NÃO SE VENCE, SE TOMA-. 

É UMA QUESTÃO DE TEMPO

Detalhe importante: a DECLARAÇÃO -SINCERA- proferida entusiasticamente pelo ministro Barroso, certamente que tem como princípio e fim a DECLARAÇÃO que fez, no dia 22 de agosto de 2020, o petista da gema José Dirceu, ao jornal espanhol El País: -"TOMAR O PODER- É UMA QUESTÃO DE TEMPO". Mais: - VAMOS TOMAR O PODER, QUE É DIFERENTE DE GANHAR UMA ELEIÇÃO.


FALECIMENTO DA ESPERANÇA

O ditado popular - A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE MORRE- é largamente utilizado para reforçar que temos fé, perseverança e confiança de que alguma coisa vai acontecer. Na real, se nada for feito para repor o ESTADO DE DIREITO, que em prosa e verso vem sendo aberto e frontalmente DESRESPEITADO, dentro de pouco tempo seremos obrigados a ANUNCIAR O TRÁGICO FALECIMENTO DA ESPERANÇA. A conferir.

Pontocritico.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário