sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Por unanimidade, Conselho de Ética aprova pedido de cassação contra Gabriel Monteiro

 Relatório vai para votação no plenário da Câmara na próxima terça. Pelo menos 33 vereadores precisam estar presentes



Conselho de Ética da Câmara do Rio aprovou por unanimidade, nesta quinta-feira, o relatório final do vereador Chico Alencar (PSOL) que pediu a cassação do mandato do vereador Gabriel Monteiro (PL) por quebra de decoro parlamentar.

Com a aprovação, a cassação de Gabriel Monteiro vai para votação no plenário da Câmara na próxima terça-feira. Para cassar o mandato do parlamentar, serão necessários 33 vereadores presentes para a votação.

O ex-policial militar é investigado em acusações de estupro, assédio, gravação de um vídeo íntimo com uma menor de idade e a manipulação de conteúdo audiovisual para a internet.

“O dia de hoje é simbólico. O parecer pela perda do mandato do vereador Gabriel Monteiro é do conselho de ética. É uma decisão pelo estado democrático de direito, que não existe sem as práticas éticas. O vereador tem que se comportar com atitudes pautadas pela ética e a moral”, disse o relator Chico Alencar.

Na última terça-feira, a defesa do vereador Gabriel Monteiro entregou as alegações finais sobre o relatório do processo de cassação do mandato aberto pelo Conselho de Ética da Câmara. Após entregarem o documento, os advogados Pedro Henrique dos Santos e Sandro Figueredo informaram que pediram o arquivamento do processo.

R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário