sábado, 28 de maio de 2022

Após demissão na Petrobras, preço do diesel e gasolina cai nos postos

 O litro do diesel teve redução de 0,36%, passando de R$ 6,943 para R$ 6,918, e a gasolina, de 0,31%, de R$ 7,275 para R$ 7,252



preço médio do diesel e da gasolina teve queda nesta semana nos postos de combustíveis do país, após a demissão do presidente da Petrobras. Segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), o litro do diesel, que havia registrado recorde na semana passada, ficou R$ 0,25 mais barato, passando de R$ 6,943 para R$ 6,918, redução de 0,36%.

Já o valor médio da gasolina foi de R$ 7,275 para R$ 7,252, queda de 0,31%, na segunda semana seguida. O preço máximo do combustível também se manteve em R$ 8,590. A escalada da inflação, puxada principalmente pelos combustíveis, tem levado o governo federal a buscar uma solução para a política de preços. Na prévia da inflação de maio, o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), os combustíveis (+2,05%) seguem em alta, embora a variação tenha sido inferior à registrada em abril (+7,5%).

Na última segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro demitiu José Mauro Ferreira Coelho do  comando da Petrobras. Ele foi o terceiro CEO da empresa demitido por causa dos preços dos combustíveis. Para o cargo, foi indicado Caio Mario Paes de Andrade.

O presidente já havia feito mudanças no Ministério de Minas e Energia, depois que a Petrobras autorizou o último aumento do diesel, em 10 de maio. No dia seguinte, Bento Albuquerque foi exonerado do cargo de ministro e substituído pelo economista Adolfo Sachsida. 

Para barrar a inflação em ano eleitoral, o governo aposta na proposta que torna combustíveis e energia elétrica itens essenciais para limitar a alíquota em 17% do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), aprovada pela Câmara na quarta-feira. 

R7 e Correio do Povo


Chuva segue no RS neste sábado


Governo afirma que estoque de diesel do país é de 38 dias

Aneel mantém conta de luz na bandeira verde em junho, sem cobrança de tarifa adicional


Pesquisa revela cenário eleitoral na disputa pelo governo do RS


Deputados gaúchos cobram alterações no projeto das rodovias


"É expressão inegociável da democracia", diz Fachin sobre eleições



Manuela D'Ávila não disputará o Senado



Bolsonaro critica PT, pesquisas e TSE em live desta sexta-feira



Google testa função para Android capaz de monitorar roncos



Nenhum comentário:

Postar um comentário