terça-feira, 24 de agosto de 2021

EUA concede registro definitivo à vacina da Pfizer contra Covid-19

 Até o momento, o imunizante tinha uma autorização de emergência temporária



O governo dos Estados Unidos concedeu nesta segunda-feira (23) aprovação total à vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech para pessoas com mais de 16 anos, anunciou a agência reguladora. As autoridades esperam que a medida ajude a reforçar os esforços de vacinação contra o coronavírus no país.

"Embora milhões de pessoas já tenham recebido com segurança as vacinas contra a covid-19, reconhecemos que, para alguns, a aprovação de uma vacina pela FDA pode representar uma confiança adicional para que sejam vacinados", afirmou a comissária interina da  Agência de Medicamentos e Alimentos (FDA) dos Estados Unidos, Janet Woodcock, citada no texto.

A vacina, que agora poderá ser comercializada com a marca Comirnaty, é a primeira a receber a aprovação total da FDA. Dezenas de milhões de doses já foram aplicadas nos Estados Unidos com base em uma autorização de uso de emergência, concedida em 11 de dezembro de 2020.

A decisão de conceder o registro definitivo foi baseada nos dados atualizados do teste clínico do fármaco, que incluem um tempo maior de acompanhamento, com segurança e eficácia avaliadas entre mais de 40.000 pessoas. As Forças Armadas dos Estados Unidos já haviam anunciado a exigência da vacinação para seus integrantes assim que o registro definitivo fosse concretizado. Várias empresas privadas e universidades devem adotar a mesma medida.

A vacina permanece disponível com a autorização de uso de emergência para adolescentes de 12 a 15 anos, mas como agora tem o registro definitivo, os médicos podem prescrevê-la para crianças com menos de 12 anos se acreditarem que será benéfica.

AFP e Correio do Povo


Rangers bane torcedores investigados por racismo contra atleta do rival Celtic

Nenhum comentário:

Postar um comentário