quinta-feira, 24 de novembro de 2022

Courtois defende pênalti e Bélgica vence Canadá na estreia da Copa do Mundo

 Batshuayi marcou o único gol da partida no estádio Ahmad Bin Ali, no Catar

Terceira colocada na Rússia, a Bélgica estreou com o "pé direito" na Copa do Mundo do Catar. Nesta quarta-feira, no estádio Ahmad Bin Ali, os comandados de Roberto Martínez venceram o Canadá por 1 a 0. O gol foi marcado por Batshuayi.

Com o resultado, os europeus assumiram a liderança do Grupo F, com três pontos. Já os canadenses estão na lanterna, com nenhum ponto. Mais cedo, Croácia e Marrocos empataram por 0 a 0 e dividem a segunda e terceira colocação.

A seleção belga volta a campo no domingo, às 10h (horário de Brasília), para enfrentar o Marrocos. Já a seleção canadense encara a Croácia, também no domingo, porém mais tarde, às 13h (horário de Brasília).

Courtois brilha e Batshuayi decide

O primeiro lance de perigo da partida foi logo um pênalti para Canadá. Aos 7 minutos, após cobrança de escanteio, Buchanan finalizou com desvio na mão de Carrasco e Cortouis ficou com a bola. Os jogadores canadenses reclamaram de penalidade, e o árbitro Janny Sikazwe foi chamado ao VAR para analisar o lance.

Aos 10, com a confirmação do pênalti e o cartão amarelo para Carrasco, Alphonso Davies foi para a cobrança, mas parou no goleiro Cortouis, que voou no canto direito e espalmou. Esse erro faria muita falta.

Mesmo com a penalidade desperdiçada, o Canadá seguiu melhor na partida e teve dois bons lances de ataque. Aos 15, Hoilett recebeu bom lançamento de Johnston e finalizou à direita da meta da Bélgica. Aos 29 minutos, Johnston finalizou com força de dentro da área para boa defesa de Courtois.

A velha máxima do futebol, de quem não faz, leva, foi levada à risca no final do primeiro tempo. Aos 43, a Bélgica abriu o placar na primeira chegada mais incisiva no ataque. Alderweireld deu belo lançamento para Batshuayi, que ganhou na corrida da zaga do Canadá e fuzilou Borjan, 1 a 0.

Bélgica recua e segura a vitória

Em busca do empate, a seleção canadense teve a chance do empate logo no início da etapa final. Aos 2, Eustáquio driblou De Bruyne e cruzou para Jonathan David, que desviou de cabeça e mandou à direita da meta de Courtois.

Mais recuada, a Bélgica procurava encontrar espaços para os contragolpes e até encontrava. Porém, o último passe ou a finalização não eram acertadas. Em duas chegadas, aos 21 e 23, De Bruyne encontrou Batshuayi, mas o atacante não conseguiu dar prosseguimento na jogada.

Aos 34, a seleção canadense teve mais uma chegada perigosa. Johnston cruzou na medida para Larin, que desviou de cabeça no canto direito. Courtois voou e ficou com a bola, sem dar rebote. Seis minutos depois, Larin recebeu mais um cruzamento e cabeceou para fora.

A última chega de maior perigo foi da Bélgica. Aos 45 minutos, De Bruyne invadiu a área e finalizou por baixo. O goleiro Borjan defendeu bem.

Copa do Mundo do Catar - 1ª rodada do Grupo F

Bélgica 1
Courtois; Dendoncker, Alderweireld e Vertonghen; Castagne, Tielemans (Onana), Witsel, De Bruyne, Eden Hazard (Trossard) e Carrasco (Meunier); Batshuayi (Openda). Técnico: Roberto Martínez.

Canadá 0
Borjan; Johnston, Steven Vitória e Miller; Laryea (Adekugbe), Hutchinson (Koné), Eustáquio (Osorio), Hoilett (Larin), Buchanan e Alphonso Davies; Jonathan David. Técnico: John Herdman.

Gols: Batshuayi, aos 43 minutos do primeiro tempo (B)
Cartões amarelos: Carrasco, Meunier e Onana (B); Johnston e Alphonso Davies (C);
Árbitro: Janny Sikazwe (Zâmbia-Fifa)
Assistentes: Jerson dos Santos (Angola-Fifa) e  Arsenio Marengula (Moçambique-Fifa)
VAR: Juan Soto (Venezuela-Fifa)
Data e hora: 23/11, quarta-feira, às 16h
Local: Estádio Ahmad Bin Ali, em Doha, no Catar


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário