sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Inter perde para o Melgar nos pênaltis e está fora da Sul-Americana

 Colorado sofre com expulsão de Gabriel e, após empate em 0 a 0 no Beira-Rio lotado, fica sem a vaga nas cobranças

Edenilson perde pênalti e goleiro Caceda foi heroi na classificação do Melgar às semifinais 

Os 41 mil torcedores que lotaram o Beira-Rio saíram decepcionados com uma desclassificação dramática. O Inter sofreu com um jogador a menos, e até levou a partida para os pênaltis diante do Melgar, na noite desta quinta-feira. No entanto, após o empate em 0 a 0 no tempo normal, ficou sem a vaga ao perder por 3 a 1 nas cobranças da marca da cal. Com o resultado, a equipe de Mano Menezes está fora da Sul-Americana e terá apenas o Brasileirão no restante da temporada. 

O Inter pressionou no primeiro tempo, mas não conseguiu marcar. Na etapa final, Gabriel foi expulso e comprometeu a partida nos 90 minutos. 

O Inter volta a campo para o compromisso no Campeonato Brasileiro. No domingo, o Inter recebe o Fluminense, às 19h, no Beira-Rio, em jogo válido pela 22ª rodada da competição.

Inter pressiona, mas sem abrir o placar

O técnico Mano Menezes mandou a campo a equipe que era esperada, conforme aquilo que foi trabalhado nas atividades durante a semana. A dúvida, que persistia entre Mauricio e Alan Patrick, foi sanada uma hora antes do confronto. A opção foi pelo camisa 10, que já havia atuado os 90 minutos contra o Fortaleza. No lugar de Alemão, suspenso pelo cartão vermelho, o escolhido foi Braian Romero.

Logo no primeiro lance de ataque, ainda a 1 minuto, o Inter deu o tom do que seria a partida. Braian Romero foi acionado em profundidade, e saiu na cara de Cáceda. Ele até chegou a limpar a marcação e driblar o goleiro, mas se atrapalhou com a bola, dando tempo do camisa 12 do Melgar se recuperar e ficar com ela, evitando sair no prejuízo muito cedo.

O Inter apostou em subir as linhas e tentar pressionar a saída de bola do Melgar. Os jogadores de ataque mais acionados no início da partida foram Wanderson e Alan Patrick. A trama dos dois resultou em mais uma chance para Braian Romero, aos 8 minutos. Após bola cruzada da esquerda, no entanto, o atacante chegou um passo atrasado e perdeu a chance de empurrar a bola para o gol vazio.

Aos 26, o maior volume de jogo do Inter até se transformou em gol. Wanderson acionou Braian Romero, que se deslocou do comando de ataque para receber dentro da área, na esquerda. Ele cruzou para Edenilson marcar de cabeça. No entanto, na origem da jogada, o auxiliar flagrou posição adiantada do camisa 9 colorado. Bem à frente, não demorou muito para que o VAR referendasse a decisão, mantendo o placar em 0 a 0.

A tendência se manteve ao longo de todo o primeiro tempo. E isso se traduziu na posse de bola, maior para o colorado, e nas finalizações: foram 10 contra apenas duas dos visitantes. No entanto, nos últimos 15 minutos, o Melgar esfriou um pouco o jogo, prendendo mais a bola no ataque e correndo menos riscos. Assim, o confronto foi ao intervalo empatado em 0 a 0.

Gabriel é expulso e compromete

A primeira boa chance do segundo tempo só podia ser do Inter. Aos 8 minutos, Alan Patrick, um dos mais lúcidos do meio campo, acionou Bustos livre na direita. Ele invadiu a área e finalizou forte, mas parou mais uma vez no até então sempre bem posicionado Cáceda, evitando o gol colorado.

Apesar do susto inicial, o Melgar voltou bem postado para o segundo tempo. A entrada de Iberico, que foi titular no confronto de ida, colocou os ponteiros do time peruano mais adiantados. A marcação do Inter pareceu ficar um pouco confusa com a troca, e demorou para se encontrar, cedendo certa liberdade para o Melgar procurar o ataque com mais ânsia na comparação com a primeira etapa.

Diante do nervosismo crescente com o placar inalterado, o técnico Mano Menezes precisou fazer modificações. E a primeira escolha para entrar foi Taison, no lugar de Alan Patrick, que visivelmente cansou e, voltando de lesão, dificilmente teria condições para aguentar 90 minutos de uma partida tão intensa como o confronto se apresentou.

A situação, que estava longe de ser confortável aos 28 minutos do segundo tempo, ficou ainda pior quando Gabriel recebeu cartão vermelho direto. O árbitro, que até então deixava o jogo correr livre, optou pela expulsão quando ele chegou por cima da bola, direto no tornozelo de Arias.

Mesmo com um a menos, o Inter seguiu a pressão, com Mano Menezes colocando em campo jogadores para buscar o placar necessário para ficar com a classificação nos 90 minutos. No entanto, o gol não saiu, e a decisão da vaga foi mesmo para as cobranças.

Na marca da cal, melhor para o Melgar, com direito a brilho do goleiro Cáceda. Ele pegou as cobranças de Edenilson, De Pena e Taison, e o triunfo do Melgar por 3 a 1 garantiu a vaga aos visitantes nas semifinais da Sul-Americana. 

Sul-Americana - jogo de volta das quartas-de-final 

Inter 0 (1)

Daniel; Bustos, Mercado, Vitão e Renê; Gabriel, Edenilson, De Pena e Alan Patrick (Taison); Wanderson (Pedro Henrique) e Braian Romero (Mikael). Técnico: Mano Menezes

Melgar 0 (3)

Cáceda; Ramos, Deneumostier, Galeano e Reyna; Arias (Archimbaud), Orzán, Cabrera (Tandazo), Perez Guedes e Bordacahar (Iberico); Bernardo Cuesta. Técnico: Pablo Lavellén

Gols: -

Arbitragem: Roberto Tobar (CHI)

Cartões amarelos: De Pena (Inter); Reina (Melgar)

Cartões vermelhos: Gabriel (Inter) 

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre 

Data e hora: 11/08, às 19h15min

Público: 43.191 torcedores 

Renda: R$ 2.255.459,75

Coreio do Povo


Dólar descola do exterior, engata alta frente ao real e fecha a R$ 5,1582


RS terá sol e temperatura amena nesta sexta-feira


Edenilson assume responsabilidade por eliminação e evita falar em fim de ciclo no Inter

Mano isenta Edenilson de responsabilidade em eliminação do Inter: "Não é justo"


Passa de 30 o número de casos confirmados de varíola do macaco no RS


Porto Alegre libera quarta dose da vacina para pessoas acima de 35 anos nesta sexta


Bolsonaro critica manifesto e diz que Constituição é a melhor carta da democracia


André Mendonça manda ao plenário do STF ação contra PEC dos Benefícios


Por unanimidade, Conselho de Ética aprova pedido de cassação contra Gabriel Monteiro



Desembargador mantém decisão que permitiu candidatura de Eduardo Cunha


Desembargador mantém decisão que permitiu candidatura de Eduardo Cunha


Presidente do BC desmente Bolsonaro e diz que bancos não perdem dinheiro com Pix


Por que demolir o Esqueletão, no centro de Porto Alegre?


Forças Armadas vão reforçar segurança das eleições a pedido do TSE


Maioria dos estados brasileiros tem queda dos casos de síndrome respiratória grave, diz Fiocruz



OAB homenageia jubilados, comendados e Advogado Emérito na Cidade da Advocacia em Porto Alegre



Justiça do RS e prefeitura entregam títulos de propriedade a 350 famílias em Imbé


Túlio Maravilha é apresentado no Sport, do Espírito Santo, aos 53 anos


Marrocos demite técnico três meses antes da Copa do Mundo do Catar


Petrobras reduz em R$ 0,22 o preço do diesel nas distribuidoras


Fifa confirma antecipação da abertura da Copa do Catar para manter tradição



Nenhum comentário:

Postar um comentário