quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Expointer: venda de ingressos deve começar na semana que vem

 Com licitação concluída, organização prevê comércio de bilhetes, de forma física e online, com início entre 17 e 20 de agosto


Deve ser oficializada nos próximos dias, no Diário Oficial do Estado (DOE), o nome da Impacto Produtora como vencedora da licitação para exploração da bilheteria na 45ª Expointer. O certame foi homologado pela Central de Licitações do Rio Grande do Sul (Celic) no último dia 5, após solvência de processo de contestação impetrado sobre o primeiro resultado do certame de 13 de julho. Conforme a Celic, a proposta homologada foi negociada a R$ 2,5 milhões. 

De acordo com o diretor administrativo do Parque Assis Brasil, Sandro Roberto Schlindwein, a comercialização dos ingressos para a exposição, que ocorrerá de 27 de agosto a 4 de setembro, ocorrerá tanto on-line como presencial, diferentemente do ano passado. “Acreditamos que, a partir da segunda quinzena de agosto, do dia 17 a 20, já comecem as vendas”, projeta. 

Enquanto isso, as empresas vencedoras de outras licitações já trabalham a todo vapor no Parque Assis Brasil. Os prestadores de serviços, que trabalham na montagem dos espaços locados desde julho, correm contra o tempo para deixar tudo pronto até o dia 24. Nesta semana, começaram os trabalhos nos alojamentos dos peões e na manutenção da rede elétrica. Já os serviços de limpeza terão início na próxima semana. Os serviços de recolhimento de entulhos e manutenção de cabines sanitárias ainda não foram contratados, com previsão de publicação do resultado da licitação nesta quinta-feira (11).

O dirigente prevê que o número total de expositores seja maior que mil. “Contando todas as exposições: da ABCC, da Farsul, do Simers e a parte que nós locamos, chegamos em torno de 1500”, afirma. No entanto, a organização dos pavilhões não foi alterada. 

O espaço destinado às máquinas e implementos agrícolas, que, este ano, recebe 155 expositores - dez a mais que no ano passado - também passa por ajustes e obras, assim como o Pavilhão da Feira da Agricultura Familiar. Este ano, a estrutura abrigará 331 expositores em seus 7 mil metros de área. O diretor administrativo conta, também, que vai haver incrementos nos pontos de alimentação. “Pretendemos oferecer mais e melhores pontos de alimentação”, descreve.


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário