segunda-feira, 9 de agosto de 2021

ENFIM, CLUBES-EMPRESAS - Gilberto Simões Pires

 SOCIEDADE ANÔNIMA DO FUTEBOL

Na última 6ª feira, 6, o presidente Jair Bolsonaro sancionou um projeto de lei que PERMITE a transformação de clubes de futebol em empresas, criando a figura da -Sociedade Anônima do Futebol- (SAF). Com a lei, os clubes de futebol que optarem por se transformar em empresas poderão se capitalizar através da emissão de títulos de dívida, como debêntures (debêntures-fut). Mais: terão um prazo de seis anos, prorrogáveis por mais quatro anos, para quitar suas dívidas. 


DESCONHECIMENTO GERAL DAS REGRAS DO FUTEBOL

Como se sabe, o futebol, na escala de importância para o povo brasileiro, figura em primeiríssimo lugar. Tudo que vem depois é considerado como resto e como tal tem importância irrelevante. Ainda assim, por incrível que possa parecer, uma coisa é FATO: o FUTEBOL é, muito provavelmente, o único ESPORTE que é PRATICADO, DIRIGIDO, ASSISTIDO, COMENTADO, NARRADO e, não raro, APITADO, por quem simplesmente DESCONHECE AS REGRAS DO JOGO. 


GOL ANULADO

Partindo desta premissa -VERDADEIRA-, tudo leva a crer que, da mesma maneira que as REGRAS DO FUTEBOL são desconhecidas, o mesmo vai acontecer com a LEI QUE PERMITE A TRANSFORMAÇÃO DOS CLUBES DE FUTEBOL EM EMPRESAS. Com isso, as interpretações sobre o que está na SAF serão tão ruins e equivocadas como acontece durante os jogos, quando narradores e comentaristas falam, e repetem, por exemplo, que houve -GOL ANULADO-.


POUCO IMPORTA ONDE A BOLA FOI PARAR

Ora, o que não existe em futebol é GOL ANULADO. O que realmente acontece é simples: se houve uma infração, o que menos importa é onde a bola foi parar, se dentro ou fora do gol. Assim, da mesma forma como não cabe dizer que o GOL FOI ANULADO, também não existe TIRO DE META ANULADO, ESCANTEIO ANULADO, LATERAL ANULADO, ou qualquer outra coisa que venha a ser ANULADA. Vejam que em caso de uso do VAR, os lances considerados duvidosos não anulam os eventuais gols, pois o que prevalece é o que aconteceu antes da bola entrar.


SAIR DO AMADORISMO

Feito este registro, sugiro que antes de se manifestar contra ou favor desta importante lei, o melhor, ou indispensável, é que tratem de ler, e estudar as vantagens que o texto oferece para o bem do futebol. É preciso que os clubes que atuam no futebol deixem de lado as ADMINISTRAÇÕES AMADORAS (sem fins lucrativos) e passem a encarar a atividade de forma PROFISSIONAL com regras idênticas que valem para as SOCIEDADES ANÔNIMAS EM GERAL.




Pontocritico.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário