sexta-feira, 20 de novembro de 2020

A lavagem cerebral, a lobotomização e o despreparo dos estudantes da UFRGS, por Lúcio Machado Borges*

 


            Na quarta-feira (18/11), estive caminhando pelo Centro de Porto Alegre e me deparei com um rapaz e com uma jovem que estavam fazendo campanha para a Manuela d’Ávila. Uma das coisas que me chamou a atenção é que os dois tinham um discurso ensaiado.

            O rapaz me disse que era estudante da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) de Economia. Acho muito esdrúxulo quando vejo estudantes de Economia e Administração defendendo idéias marxistas.

            O rapaz disse que é contra os militares. No entanto, apóia Cuba, Venezuela e Coreia do Norte, que são ditaduras de esquerda, assim como a China. Este jovem que eu falei nas proximidades do Shopping Rua da Praia era muito lobotomizado. Disse ser a favor da doutrinação marxista nas escolas, faculdades e universidades. Por outro lado, disse ser contra a presença da direita nas mesmas instituições. Ele também disse ser a favor do piercing, das tatuagens e drogas. Disse que muitas pessoas são contra é por causa do autoritarismo e da lavagem cerebral no período da ditadura militar. O pobre coitado nem imagina que em 1964 não tivemos ditadura militar. Ditadura nós tivemos em 37, no Estado Novo de Getúlio Vargas.

            Ele também disse ser a favor da democracia e das liberdades individuais. No entanto, defende o socialismo e o comunismo, que são ditaduras de extrema-esquerda, assim como o nazismo e o fascismo.

            Em parte, Golbery do Couto e Silva tem culpa por este processo de doutrinação e lavagem cerebral nas escolas e nas universidades, pois ele permitiu que a esquerda se infiltrasse nas escolas, nas universidades e nos meios de comunicação.

            Para encerrar, lamento profundamente pelo que se transformou a UFRGS nos últimos trinta anos. Deixou de ser uma universidade para a formação de profissionais e está apenas formando nos dias atuais, militantes para partidos de esquerda e sindicatos.

*Editor do site RS Notícias


Nenhum comentário:

Postar um comentário