terça-feira, 19 de maio de 2020

OPOSITORES DE BOLSONARO JÁ ADOTAM A CLOROQUINA

Enquanto se repete a ladainha de que a ciência ainda não aprovou o uso da cloroquina contra Covid-19, políticos que acusavam o presidente Jair Bolsonaro de “irresponsabilidade” pela discussão pública do assunto, já adotam o uso do medicamento. Alguns admitem isso publicamente, como os governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), de Alagoas, Renan Filho (MDB), do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM) e do Amapá, Waldez Goes (PDT), que introduziram a cloroquina no protocolo de tratamento da doença, mas a maioria, embora use, não admite isso.


POLITIZARAM O REMÉDIO

Em São Paulo, Roberto Kalil e David Uip, médicos famosos, foram salvos pela cloroquina. Mas só Kalil o admitiu, sem medo de irritar João Doria.

KIT BOLSONARO
OPOSITORES DE BOLSONARO JÁ ADOTAM A CLOROQUINA

19/05/2020

Enquanto se repete a ladainha de que a ciência ainda não aprovou o uso da cloroquina contra Covid-19, políticos que acusavam o presidente Jair Bolsonaro de “irresponsabilidade” pela discussão pública do assunto, já adotam o uso do medicamento. Alguns admitem isso publicamente, como os governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), de Alagoas, Renan Filho (MDB), do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM) e do Amapá, Waldez Goes (PDT), que introduziram a cloroquina no protocolo de tratamento da doença, mas a maioria, embora use, não admite isso.

POLITIZARAM O REMÉDIO

19/05/2020

Em São Paulo, Roberto Kalil e David Uip, médicos famosos, foram salvos pela cloroquina. Mas só Kalil o admitiu, sem medo de irritar João Doria.

KIT BOLSONARO

19/05/2020

Prefeituras no Pará de Helder Barbalho (MDB), crítico do presidente, já distribuem o “Kit Covid-19” com cloroquina e outros medicamentos.

EUA JÁ ADOTARAM
OPOSITORES DE BOLSONARO JÁ ADOTAM A CLOROQUINA

19/05/2020

Enquanto se repete a ladainha de que a ciência ainda não aprovou o uso da cloroquina contra Covid-19, políticos que acusavam o presidente Jair Bolsonaro de “irresponsabilidade” pela discussão pública do assunto, já adotam o uso do medicamento. Alguns admitem isso publicamente, como os governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), de Alagoas, Renan Filho (MDB), do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM) e do Amapá, Waldez Goes (PDT), que introduziram a cloroquina no protocolo de tratamento da doença, mas a maioria, embora use, não admite isso.

POLITIZARAM O REMÉDIO

19/05/2020

Em São Paulo, Roberto Kalil e David Uip, médicos famosos, foram salvos pela cloroquina. Mas só Kalil o admitiu, sem medo de irritar João Doria.

KIT BOLSONARO

19/05/2020

Prefeituras no Pará de Helder Barbalho (MDB), crítico do presidente, já distribuem o “Kit Covid-19” com cloroquina e outros medicamentos.

EUA JÁ ADOTARAM

Presidente dos EUA, Donald Trump contou que usa preventivamente a cloroquina, “como fazem os médicos e enfermeiros na ponta”.

SEM SAIR DO PERSONAGEM

O uso crescente da cloroquina parece confirmar que o objetivo continua sendo o de salvar vidas, mas sem esquecer o interesse político-eleitoral.

COVID-19 FEZ MENOS VÍTIMAS NO BRASIL QUE NA ITÁLIA

País 3,5 vezes menor que o Brasil, a Itália registra o dobro dos óbitos provocados pelo novo coronavírus: nesta segunda-feira, aproximavam-se dos 32.200 os italianos que morreram da doença, contra os 16.370 brasileiros informados pelo Ministério da Saúde. O covid-19 apareceu na Itália em 21 de fevereiro e no Brasil quatro dias depois, mostrando que o vírus se espalhou mais rápido e fez muito mais vítimas que no Brasil.

TRAGÉDIA ESPANHOLA

País 4,5 menos populoso que o Brasil, a Espanha também registrou número de mortos bem maior, a exemplo do que ocorreu na Itália.

MUITO MAIS MORTOS

Traduzido em números, os infectados que foram a óbito na Espanha totalizaram cerca de 28 mil pessoas, quase o dobro de brasileiros.

TRAGÉDIA BRITÂNICA

Com 3 vezes menos habitantes que o Brasil, o Reino Unido já registra 34.796 mortos. O número de óbitos no Brasil equivale a 48%.




Diário do Poder

Nenhum comentário:

Postar um comentário