sábado, 16 de maio de 2020

Boletim Diário: Crise pode influenciar gestão de talentos; “CEOs de guerra” não servem em tempos de crise e outras notícias

Lucio, este é seu boletim personalizado com as notícias do dia, selecionadas pelos editores do LinkedIn.

Crise pode influenciar gestão de talentos

De Paulo Balint Tobias, da Redação do LinkedIn

Em sua coluna no Valor, Claudio Garcia analisa como a crise da Covid-19 pode causar mudanças na área de RH das empresas.

Leia mais sobre esta notícia


“CEOs de guerra” não servem em tempos de crise

De Paulo Balint Tobias, da Redação do LinkedIn

O colunista do Financial Times, Andrew Hill, alertou para os riscos de contar com os “CEOs bélicos” em tempos de crise.

Leia mais sobre esta notícia


Como lidar com a pressão em tempos de crise

De Paulo Balint Tobias, da Redação do LinkedIn

Gilberto Guimarães, do Valor, compartilhou dicas para lidar com um chefe que tem pressionado os colaboradores durante a pandemia.

Leia mais sobre esta notícia


Pesquisa aponta "itens preferidos" da quarentena

De Paulo Balint Tobias, da Redação do LinkedIn

Uma análise baseada nas buscas na internet, publicada pelo Nexo Jornal, mostrou que alguns itens tiveram um grande crescimento na procura durante o isolamento social.

Leia mais sobre esta notícia


Você pensa demais antes das decisões?

De Paulo Balint Tobias, da Redação do LinkedIn

Segundo estudo do “Journal of Abnormal Psychology”, pensar demais para tomar decisões de sua carreira pode afetar seu bem-estar e gastar uma energia preciosa.

Leia mais sobre esta notícia


Saiba como fazer crises trabalharem a seu favor

De Paulo Balint Tobias, da Redação do LinkedIn

Para ler com calma: "Formule perguntas assertivas, que vão impulsioná-lo a tomar uma atitude fortalecedora nesses momentos", afirma o jornalista Luiz Peres.

Leia mais sobre esta notícia


As últimas notícias sobre o coronavírus

De Guilherme Odri, da Redação do LinkedIn

Número de casos, medidas de prevenção, declarações oficiais: as informações atualizadas sobre a epidemia, selecionadas pelo LinkedIn.

Leia mais sobre esta notícia


Nenhum comentário:

Postar um comentário