segunda-feira, 18 de maio de 2020

Barreiras sanitárias terão início nesta segunda-feira em Cruz Alta (RS)

Santo Ângelo iniciou a mesma ação neste final de semana

Barreiras sanitárias em Santo Ângelo tiveram início

Barreiras sanitárias em Santo Ângelo tiveram início | Foto: Rodrigo Bergsleithner / Divulgação / CP

PUBLICIDADE

A Administração Municipal e a Defesa Civil de Cruz Alta, darão início a barreiras sanitárias, nesta segunda-feira, como ação de prevenção ao novo coronavírus. O objetivo é educar a população sobre a etiqueta de higiene e identificar pessoas com sintomas.

A primeira estrutura será instalada na avenida Plácido de Castro, durante a manhã e à tarde. As abordagens serão esporádicas e terão dois profissionais da saúde fixos por turno. No local será verificada a temperatura dos ocupantes do veículo e aplicado um questionário sintomático para identificar possíveis suspeitos. Este documento irá gerar uma planilha de acompanhamento para a atenção primária.

Pessoas com sintomas suspeitos, serão orientadas a procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu bairro, ou, se for visitante, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). No decorrer da semana ocorrerão barreiras na avenida Santa Bárbara e na Estação Rodoviária, com apoio do Exército Brasileiro e da Brigada Militar.

Já em Santo Ângelo, nas Missões, com a confirmação do segundo óbito por Covid-19, o comitê de enfrentamento a doença intensificou as ações de combate na cidade. No sábado, as equipes responsáveis pelas barreiras sanitárias estiveram na avenida Venâncio Aires, acompanhando os agricultores que comercializam a produção no Pavilhão da Agricultura Familiar, bem como consumidores que foram até o local.

O segundo óbito, confirmado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen), é de um paciente de 73 anos que estava internado no Hospital Santo Ângelo (HSA), desde a última quarta-feira. A primeira morte havia sido registrada no dia 30 de abril, sendo um homem, de 39 anos, que havia viajado para São Paulo.

Barreiras sanitárias já fiscalizaram mais de 650 veículos em diversos pontos da cidade, e serão intensificadas nesta semana. As pessoas abordadas são submetidas à aferição da temperatura corporal, respondem questionários sobre a procedência da viagem, deixam seus contatos pessoais e respondem se tiveram contatos com pessoas infectadas ou suspeitas da Covid-19. Além disso, recebem orientações verbais, panfleto informativo e, caso necessitem, máscaras. Durante a aferição, se o motorista ou passageiro apresentar temperatura corporal acima dos 38ºC, o mesmo é encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para análises médicas.

Na última quinta-feira, o prefeito havia divulgado novo decreto com medidas complementares aos decretos municipais anteriores. O documento enfatiza a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial em recintos coletivos, público e privados, em vias públicas e em ambientes fechados. Além da proibição do funcionamento da modalidade bufê nos restaurantes. A partir do decreto, os estabelecimentos deverão disponibilizar um funcionário para servir as refeições do tipo prato servido. Também foi fixado o percentual máximo de 25% da capacidade do espaço para a realização de missas e serviços religiosos e academias de musculação. A ocupação de hotéis reduziu de 70% para 50%.

O município contabiliza 15 casos confirmados da doença, destes, dois óbitos. Outros 10 casos aguardam resultado do Lacen.



Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário