quinta-feira, 8 de setembro de 2022

Segundo suspeito de onda de ataques a faca no Canadá morre após ser preso

 Conforme imprensa norte-americana, Myles Sanderson morreu de ferimentos autoinfligidos

Segundo suspeito de onda de ataques a faca no Canadá morre após ser preso 

O segundo suspeito da série de ataques a faca no Canadá, que deixou uma dezena de vítimas fatais, morreu após ser detido nesta quarta-feira, informaram veículos de comunicação canadenses, dois dias depois de seu irmão e também suspeito do ataque ter sido encontrado morto.

A emissora pública CBC e a Global News, citando fontes policiais não identificadas, informaram que Myles Sanderson morreu de ferimentos autoinfligidos. Horas antes, a polícia da província de Saskatchewan havia informado sua detenção "aproximadamente às 15h30" locais (18h30 de Brasília), em uma postagem nas redes sociais. Acredita-se que Myles Sanderson e seu irmão, Damien, tenham sido responsáveis pelo massacre que se estendeu pela vasta região das pradarias do Canadá. Na segunda, apareceu o corpo de Damien, de 31 anos, em um campo da comunidade Cree.

As autoridades disseram que provavelmente foi morto por seu irmão, Myles, de 32 anos, que estava foragido até ser detido perto da localidade de Rosthern, em Saskatchewan, Myles Sanderson também era procurado por violar a liberdade condicional em maio, depois de cumprir parte de uma sentença por agressão e roubo. Os ataques a facadas ocorridos no domingo na comunidade indígena James Smith Cree Nation e na localidade de Weldon, na província de Saskatchewan, deixaram dez mortos e 18 feridos.

AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário