terça-feira, 20 de setembro de 2022

Relator do Orçamento de 2023 sugere retirar piso da enfermagem do teto de gastos

 Questão vai ser discutida com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, na manhã da próxima terça-feira


Relator-geral do Orçamento de 2023, o senador Marcelo Castro (MDB-PI) vai propor ao presidente do Senado e presidente da República em exercício, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), em reunião nesta terça-feira, que o piso da enfermagem fique fora do teto de gastos — regra que limita os gastos da União, impedindo-a de gastar mais mesmo quando arrecada mais. A questão vai ser discutida em reunião às 11 horas no Palácio do Planalto.

A sugestão foi comentada pelo relator nesta segunda-feira. Ele falava sobre a ideia de aprovar uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para garantir o pagamento dos R$ 200 a mais do Auxílio Brasil fora do teto de gastos. O referido benefício é composto por parcelas de R$ 400. Em julho, no entanto, após articulação do governo, o Congresso aprovou o aumento do benefício para R$ 600, mas apenas até o fim deste ano.


R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário