segunda-feira, 5 de setembro de 2022

Inter busca empate contra o Corinthians e entra no G4 do Brasileirão

 Colorado mostra poder de reação no segundo tempo e conquista ponto importante na Neo Química Arena


Ainda não foi dessa vez que o Inter saiu com a vitória da Neo Química Arena. Neste domingo, o Colorado chegou a sofrer a virada, mas mostrou espírito de luta e buscou o empate contra o Corinthians por 2 a 2, em partida válida pela 25ª rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Alemão e Alan Patrick. Balbuena e Yuri Alberto fizeram para os donos da casa.

O Inter alternou bons e maus momentos na partida em São Paulo. Após abrir o placar com menos de um minuto, os comandados de Mano Menezes pararam de jogar e viram o Timão virar a partida, com falha do goleiro Daniel, em menos de dez minutos. No segundo tempo, a entrada de Alan Patrick foi primordial para a reação colorada e a igualdade no marcador.

O Colorado deixa Itaquera com o gostinho de que poderia ter conseguido um resultado melhor, mas o empate foi suficiente para que os gaúchos entrassem no G4 do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso será sábado, às 16h30, contra o Cuiabá, no Beira-Rio pela 26ª rodada.

Gol cedo e virada

O Inter começou a mil por hora na Neo Química Arena. Com apenas 43 segundos, após cobrança de lateral de Bustos na área, Alemão recebeu de Maurício, driblou Gil e fuzilou Cássio de canhota para abrir o placar. E seguiu assustando o Corinthians. Aos 4, Wanderson puxou contragolpe pela esquerda, ajeitou para a perna direita
e soltou o pé. A bola desviou na zaga corintiana e saiu para escanteio. A partir daí, os gaúchos pararam de jogar e viram o Corinthias pressionar. A primeira chegada dos donos da casa aconteceu aos 7 minutos. Em cobrança de falta de Gustavo Silva, Balbuena desviou de cabeça para fora. Sem perigo ao gol de Daniel.

O Timão adiantou as linhas e foi em busca do empate, que veio aos 12. Após cobrança de escanteio da direita, Gil desviou para a pequena área e Balbuena completou para o 1 a 1. Os donos da casa seguiram pressionando e chegaram ao gol da virada aos 19. Róger Guedes finalizou da esquerda, Daniel falhou feio e Yuri Alberto só completou para o fundo das redes, 2 a 1.

O Inter sentiu a virada corintiana e passou por um momento de instabilidade no jogo. Aos 26, Róger Guedes cobrou falta da meia esquerda e obrigou Daniel a fazer boa defesa no canto direito. Dois minutos depois, Gustavo Silva recebeu na entrada da grande área e soltou a bomba de direita. A bola passou por cima do gol.

Aos poucos, o Colorado voltou para a partida e passou a ter mais presença ofensiva. A segunda chance clara aconteceu aos 43. Johnny recuperou a bola no campo de ataque e acionou Maurício. O camisa 27 finalizou de direita na trave. Na sobra, Wanderson ajeitou e De Pena chutou de esquerda por cima do gol de Cássio.

Recuado e jogando em contragolpes, o Corinthians teve a chance de ampliar o marcador aos 46. Gustavo Silva rolou para Róger Guedes dentro da grande área. O camisa 10 ajeitou e bateu de direita em cima de Bustos, que salvou o Inter de levar o terceiro gol.

Pressão colorada e empate

Para buscar pelo menos o empate, Mano Menezes voltou para o segundo tempo com uma substituição. A entrada de Alan Patrick no lugar do punido com cartão amarelo Carlos de Pena. E foi com o camisa 10 que o Inter quase empatou em Itaquera.

Aos 3 minutos, Alan Patrick aproveitou o corte mal feito da zaga do Corinthians e finalizou de esquerda. A bola desviou e passou ao lado da trave esquerda de Cássio. Aos 9, Wanderson puxou contragolpe pela esquerda e rolou para Alan Patrick no centro. O camisa 10 tentou o passe para Maurício. Antes da bola chegar, a zaga cortou em cima do camisa 27 colorado.

Aos 18, Wanderson fez boa jogada pela esquerda e cruzou na área para Alemão. O camisa 35 desviou de cabeça para fora, sem perigo ao gol de Cássio. Com o tempo passando, Mano voltou a recorrer ao banco de reservas. Edenilson e Pedro Henrique foram a campo nos lugares de Johnny e Maurício, respectivamente.

A presença ofensiva do Inter no segundo tempo deu resultado aos 22 minutos. Renê achou Alan Patrick na entrada da grande área. O camisa 10 ajeitou e bateu com categoria no ângulo esquerdo de Cássio. Um golaço! 2 a 2

Em contragolpe, aos 28 minutos, o Colorado quase virou na Neo Química Arena. Alemão recebeu em velocidade e finalizou forte. A bola desviou na zaga corintiana e Cássio precisou se esticar todo para colocar a bola para escanteio.

Melhores na partida, os gaúchos criaram mais uma chance aos 36. Alan Patrick cobrou falta na segunda trave para Pedro Henrique, que testou para o chão e a bola foi por cima do gol de Cássio. Três minutos depois, o Timão chegou pela primeira vez na etapa completamentar. Em contra-ataque, Mateus Vital lançou Yuri Alberto. O camisa 7 invadiu a área e finalizou de perna esquerda para fora.

O Inter teve a última chance de virar a partida nos acréscimos. Aos 47, Pedro Henrique puxou contragolpe e cruzou. Antes de chegar em Liziero, Cássio foi arrojado e ficou com a bola.

Brasileirão Série A - 25ª rodada 

Corinthians 2
Cássio; Fagner (Rafael Ramos / Bruno Méndez), Gil, Balbuena e Fábio Santos; Ramiro (Cantillo), Fausto Vera e Giuliano (Roni); Gustavo Silva (Mateus Vital), Yuri Alberto e Roger Guedes. Técnico: Vítor Pereira.

Inter 2
Daniel; Bustos, Vitão, Mercado e Renê; Gabriel, Johnny (Edenilson), Carlos de Pena (Alan Patrick) e Mauricio (Pedro Henrique); Wanderson (Liziero) e Alexandre Alemão (Braian Romero). Técnico: Mano Menezes.

Gols: Balbuena, aos 12 minutos do primeiro tempo, e Yuri Alberto, aos 19 minutos do primeiro tempo (C); Alemão, aos 43 segundos do primeiro tempo, e Alan Patrick, aos 22 minutos do segundo tempo (I);

Cartões amarelos: Balbuena e Cantillo (C); Daniel e Carlos de Pena (I);
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC-Fifa)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC-Fifa) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN-Fifa)
Data e hora: 04 de setembro, domingo, às 16h 
Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)


R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário