segunda-feira, 12 de setembro de 2022

Grêmio tem nova postura e vence o Vasco de virada na reestreia de Renato

 Tricolor leva susto, mas faz bom primeiro tempo e garante os três pontos na Série B do Brasileirão


A tarde deste domingo foi de festa para os mais de 50 mil torcedores presentes na Arena. Na volta de Renato Portaluppi, o Grêmio venceu o Vasco de virada por 2 a 1, em partida válida pela 29ª rodada da Série B, e vai se aproximando do acesso para a Série A. Os gols foram marcados por Bitello e Thaciano. Léo Matos chegou a abrir o placar para o Gigante da Colina.

Após entrar desligado na partida e sofrer o gol de Léo Matos, o Tricolor foi o novo time que esperava a torcida. Reagiu ainda na primeira etapa, com muito volume ofensivo, e conseguiu a virada na estrela do ídolo Renato Portaluppi, que cocolou Thaciano no lugar do lesionado Campaz. No segundo tempo, a equipe gremista recuou e viu o Vasco quase empatar na cabeça de Andrey Santos. Mas Brenno fez grande defesa e garantiu a vitória em um confronto direto do G4.

Com o resultado, o Tricolor chega aos 50 pontos e consolida a 3ª colocação na tabela. O próximo compromisso será na sexta-feira, às 21h30min, contra o Novorizontino, em Novo Horizonte (SP), pela 30ª rodada da segunda divisão nacional.

Grêmio supera susto e domina primeiro tempo

Empolgado com a volta de Renato e a Arena lotada, o Grêmio começou em cima do Vasco. No primeiro minuto, após roubada de bola no ataque, Diego Souza tentou o passe para Guilherme, mas foi forte e saiu para tiro de meta. A resposta vascaína, entretanto, veio logo em seguida e com gol.

Aos 3, após cruzamento da esquerda, a zaga gremista cortou e a bola sobrou para Léo Matos na entrada da grande área. O camisa 3 soltou uma pancada de direita no ângulo direito de Brenno. Um belo gol para um indigesto 0 a 1. Se já não bastasse o resultado negativo, o Tricolor perdeu Campaz com 6 minutos. O meia-atacante sentiu a posterior da coxa direita e foi substituído por Thaciano. O infortúnio, entretanto, mudaria o jogo a favor da festa na Arena.

O momento ruim da partida logo foi substituído com energia e o Grêmio conseguiu chegar ao gol de empate aos 9 minutos. Após cruzamento de Edilson, a zaga vascaína cortou mal e a bola sobrou para Bitello na entrada da grande área. O camisa 39 chutou de direita, esquisito, mas a bola desviou na mão de Quintero e deslocou o goleiro Thiago Rodrigues, 1 a 1.

O empate encheu de moral o Tricolor, que partiu em busca da virada. Aos 18, Biel fez boa jogada pela direita, mas finalizou mal para fora. No minuto seguinte, o gol do 2 a 1 veio com a estrela de Renato Portaluppi. Em contragolpe fulminante, Biel serviu Thaciano. O camisa 28, que entrou com a lesão de Campaz, só teve o trabalho de deslocar Thiago Rodrigues para virar a partida na Arena.

Mesmo com o vantagem no marcador, o Grêmio não diminuiu o ritmo e continuou em cima do Vasco. Aos 21, Bitello recebeu de Diogo Barbosa na entrada da grande área e finalizou no travessão. Um minuto depois, Thaciano recebeu na área e bateu cruzado. A bola passou tirando tinta da trave direita do goleiro vascaíno.

Atordoado na Arena, o Vasco da Gama voltou a assustar aos 29 minutos. Após cruzamento da direita, Nenê soltou a bomba de dentro da área e Brenno operou um milagre, evitando o que seria o empate dos cariocas. Com menos presença ofensiva, o Tricolor voltou a assustar aos 36. Edilson cruzou da direita e Guilherme desviou de cabeça para fora, sem perigo à meta de Thiago Rodrigues.

A última chance foi do Vasco. Aos 47 minutos, Bitello derrubou Raniel na entrada da área. Nenê cobrou a falta com muita categoria por cima da barreira. A bola tocou na trave direita de Brenno, que nem se mexeu.

Tricolor não brilha, mas administra

O Grêmio voltou para o segundo tempo com o objetivo de liquidar o jogo cedo. Aos 2, Biel ganhou do marcador e cruzou da esquerda, Diego Souza subiu mais alto e desviou de cabeça para grande defesa de Thiago Rodrigues. No minuto seguinte, Thaciano cruzou da direita e o camisa 29 cabeceou por cima da meta.

Com o Vasco sem conseguir reagir, o Tricolor seguiu em cima para buscar o terceiro gol. Aos 7, após cruzamento de Diogo Barbosa, Biel ficou com a sobra dentro da área e finalizou muito mal por cima da meta de Thiago Rodrigues.

Para tentar crescer no jogo, o técnico Jorginho fez duas substituições no Vasco: Alex Teixeira e Marlon Gomes deixaram o campo para as entradas de Bruno Tubarão e Figueiredo. Posicionado de forma mais recuada, o Grêmio optou por baixar as linhas e tentar levar perigo apenas nos contragolpes. Com isso, viu o cruz-maltino melhorar na partida e ter mais presença ofensiva, mas sem criar chances reais de gol.

Ainda houve um murmúrio da torcida tricolor na Arena aos 23 minutos, quando Renato Portaluppi colocou o contestado Thiago Santos no lugar de Bitello – Lucas Leiva também entrou e substituiu Thaciano. Três minutos depois, o Gigante da Colina quase empatou em Porto Alegre. Após cobrança de escanteio de Nenê, Andrey Santos subiu mais alto e testou para defesa excepcional de Brenno.

Com mais posse de bola, o Vasco seguiu ocupando o campo de ataque, mas com dificuldades para criar chances para empatar a partida. O Grêmio, por sua vez, procurou segurar mais a bola e chegar com perigo nos contra-ataques. Aos 47, após ajeitada de Elkeson, Edilson soltou a bomba da entrada da área e a bola saiu para fora.

O Tricolor quase aumentou a vantagem aos 49. Biel recebeu livre, invadiu a área e finalizou forte para grande defesa de Thiago Rodrigues. Um minuto depois, Raphael Claus apitou o final da partida, com o Grêmio garantindo mais três pontos na caminhada pelo acesso para a Série A.

Brasileirão Série B - 29ª rodada

Grêmio 2
Brenno; Edilson, Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti, Bitello (Thiago Santos) e Campaz (Thaciano / Lucas Leiva); Biel, Guilherme (Lucas Silva) e Diego Souza (Elkeson).  Técnico: Renato Portaluppi.

Vasco 1
Thiago Rodrigues; Léo Matos (Palacios), Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri (Juninho), Andrey, Nenê e Marlon Gomes (Figueiredo) ; Alex Teixeira (Bruno Tubarão) e Raniel (Fábio Gomes). Técnico: Jorginho. 

Gols: Bitello, aos 9 minutos do primeiro tempo, e Thaciano, aos 19 minutos do primeiro tempo (G); Léo Matos, aos 3 minutos do primeiro tempo (V);
Cartões amarelos: Geromel, Diogo Barbosa e Bitello (G); Andrey Santos, Figueiredo e Bruno Tubarão (V);
Árbitro: Raphael Claus (SP-Fifa)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon (SP-Fifa) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP-Fifa)
Data e hora: Domingo, 11 de setembro, às 16h
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário