sexta-feira, 9 de julho de 2021

Canadá impedirá a entrada de turistas não vacinados por "bastante tempo", diz Trudeau

 País começa a diminuir restrições por conta da pandemia




O Canadá começou a diminuir as restrições de viagens para seus cidadãos devido à pandemia, mas o primeiro-ministro Justin Trudeau anunciou nesta quinta-feira (8) que levará "muito tempo" antes que turistas estrangeiros não vacinados possam entrar no país.

"Posso dizer agora que isso não vai acontecer por muito tempo", afirmou Trudeau.

"Precisamos continuar garantindo que a segurança dos canadenses, que todos os sacrifícios feitos por tantas pessoas nos últimos meses, não sejam em vão".

No entanto, indicou que haverá mudanças nas regras "nas próximas semanas" que podem permitir que turistas totalmente vacinados visitem o Canadá, mas não forneceu detalhes.

O enfraquecido setor de turismo pressiona o governo para diminuir as restrições a viagens e reabrir a fronteira com os Estados Unidos, a mais longa do mundo, fechada para viajantes não essenciais desde março de 2020.

Mas Trudeau sustenta que seu governo não quer comprometer as conquistas feitas para conter o coronavírus, dada a queda drástica das infecções nas últimas semanas, à medida que aumenta a taxa de vacinação no país.

A partir desta semana, o Canadá suspendeu a quarentena para os cidadãos e residentes permanentes que voltam do exterior e estão totalmente vacinados.

O fechamento da fronteira com os Estados Unidos, que foi renovado mês a mês por acordo entre Ottawa e Washington, vigorará pelo menos até 21 de julho.

Correio do Povo


Jogos Olímpicos de Tóquio não terão espectadores por causa da Covid-19


Fluminense pressiona, mas empata sem gols com o Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário