quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Prazo para contestar o cancelamento dos R$ 300 vai até esta quarta-feira

 por Marcelo Camargo

1_477pv6675tcxq2ezd453k82lq-19064025.jpg

Para o público do Bolsa Família, a contestação será no período de 22 deste mês a 2 de dezembro 

Brasil - Os beneficiários que começaram a receber a extensão do auxílio emergencial mas tiveram as parcelas canceladas têm até esta quarta-feira para contestar a suspensão do pagamento. A solicitação deve ser feita no site da Dataprev pelo próprio beneficiário.  

 

Conforme prevê a Medida Provisória nº 1.000, que criou a extensão do auxílio emergencial para aqueles que já recebiam o benefício, todo mês deve haver reavaliação dos critérios de emprego formal, recebimento de benefícios assistenciais ou previdenciários, e falecimento do beneficiário. Dessa forma, quando forem identificadas essas situações pelo Ministério da Cidadania, os benefícios são cancelados.

Para realizar o pedido de contestação não é necessário se dirigir a nenhuma agência da Caixa, lotérica ou posto de atendimento do Cadastro Único. As solicitações, feitas exclusivamente pelo site, serão acatadas desde que o motivo do cancelamento permita sua contestação e que os trabalhadores cumpram todos os requisitos para recebimento do auxílio.

Após a reanálise dos dados, caso a contestação seja aprovada, a extensão do auxílio emergencial será concedida no mês subsequente ao pedido de contestação, sendo também paga de forma retroativa a parcela que foi cancelada.   Nesse primeiro instante, o pedido está disponível para trabalhadores em geral e aqueles inscritos no Cadastro Único não beneficiários do Bolsa Família. Para o público do Bolsa Família, a contestação será no período de 22 deste mês a 2 de dezembro. Também deverá ser feito no site do Dataprev. O link é o seguinte: https://portal.dataprev.gov.br/

Fonte: O Dia Online - 11/11/2020 e SOS Consumidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário