sexta-feira, 11 de setembro de 2020

RS terá sol e instabilidade numa sexta-feira de tarde quente

Meteorologia confirmou fenômeno La Niña, que pode agravar situação de estiagem no Sul

Porto Alegre tem máximas ao redor dos 30ºC previstas

O sol aparece com nuvens no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira. Na primeira metade do dia, não se descarta instabilidade muito isolada. Da tarde pra noite, o ar mais quente favorece chuva localizada, especialmente no Centro, Oeste e no Sul.
Alguns núcleos de instabilidade serão intensos com potencial de chuva localmente forte, raios, vendaval e granizo de variado tamanho. Há possibilidade de temporais  muito fortes e com danos.
O amanhecer é ameno com chance de nevoeiro. A tarde será quente com forte calor em regiões como o Noroeste e os vales. Correntes de vento trazem fumaça da Amazônia e do Pantanal.
As mínimas rondam os 10ºC em Pelotas os 11ºC em Bagé. As máximas, por sua vez, podem chegar a 33ºC em Cruz Alta e 35ºC em Santa Rosa. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 13ºC e 30ºC.
A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos, a NOAA, anunciou que o fenômeno La Niña está de volta. Ainda no domingo, a MetSul Meteorologia já informara que as condições no Pacífico eram de La Niña. De acordo com o informe da NOAA, as condições devem permanecer ao menos até o verão e o episódio pode no pico no final do ano chegar ao limite da intensidade moderada.
Para a MetSul, o episódio deve atingir intensidade moderada no último trimestre deste ano, alguns dados indicam até um episódio forte. La Niña, caracterizado pelo resfriamento das águas do Pacífico na região equatorial, influencia o clima em todo o planeta, com o aumento dos furacões no Atlântico Norte. No Sul do Brasil, traz risco de geada tardia e maior irregularidade de chuva. Comumente, associa-se o fenômeno com seca no Rio Grande do Sul.
A MetSul enfatiza que La Niña não é sinônimo de estiagem, mas que agrava muito o risco de escassez de chuva entre o final da primavera e o outono, atingindo a irregularidade da chuva principalmente o Oeste e o Sul gaúcho.
MetSul e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário