quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Temer no Líbano, debandada na Economia, balanço da MRV

A saída de dois dos principais nomes do Ministério da Economia na noite de terça-feira deve seguir repercutindo no mercado brasileiro. A Desperta destaca ainda o balanço da MRV e o cenário para as construtoras, a comitiva de solidariedade brasileira no Líbano (e para a qual Michel Temer conseguiu autorização para viajar) e as conversas entre o Paraná e os russos para a vacina da covid-19. Boa leitura.
Uebel e Mattar: saída do Ministério da Economia | Fernando Frazão/Agência Brasil e Cristiano Mariz/EXAME
1 - DEBANDADA NA ECONOMIA

A quarta-feira deve ser um daqueles dias para testar o entusiasmo dos investidores com uma futura recuperação da economia a despeito do noticiário. No Brasil, a equipe econômica perdeu dois de seus principais nomes no trabalho por reformas que modernizem a economia: o secretário especial de Desestatização e Privatização, Salim Mattar, e o de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel, pediram demissão nesta terça-feira, levando para seis o número de baixas da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, nas últimas semanas. Para além das reformas, a equipe econômica bate o pé em manter o teto nos gastos públicos, enquanto outras alas do governo querem um amplo programa de investimentos, o Pró-Brasil. Para piorar, o presidente Jair Bolsonaro ontem voltou a negar os fatos ao falar que a Amazônia “não está pegando fogo”. Leia mais.


2 - BALANÇO DA MRV

A MRV, maior construtora do Brasil, divulga nesta quarta-feira seus resultados trimestrais após o fechamento do mercado. Outras construtoras, como Rossi e Tecnisa, que também divulgam balanço hoje. O mercado imobiliário está movimentado: enquanto é impulsionado por juros na baixa histórica, sofrerá com a falta de confiança do consumidor e o desemprego na crise. A MRV, com foco no setor de menor renda, tende a ser menos impactada. Após um bom primeiro trimestre, divulgou nas prévias operacionais que bateu novo recorde no segundo trimestre, com 1,8 bilhão de reais em vendas e 11.479 unidades. Na outra ponta, há uma série de empresas na fila do IPO e ampliando negócios, o que deve aumentar a concorrência.


3 - TEMER NO LÍBANO

A comitiva brasileira que fará uma visita de solidariedade ao Líbano, levando ajuda humanitária, embarca nesta quarta, 12, pela manhã. Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) deve partir às 11h da Base Aérea de Guarulhos, em São Paulo, com o grupo liderado pelo ex-presidente Michel Temer. Descendente de libaneses, Temer conseguiu uma autorização especial para viajar, já que é réu da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. O empresário Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), também integra a comitiva. O avião da FAB também vai levar toneladas de medicamentos e doações do governo brasileiro e de libaneses no Brasil.


4 - RUSSOS E O PARANÁ

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), tem um encontro – virtual – marcado com o embaixador russo no Brasil, Sergey Akopov, no começo da tarde desta quarta-feira. O objetivo da reunião é definir os termos de acordo para uma possível produção de uma vacina contra a covid-19. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, causou alvoroço na terça-feira, 11, ao anunciar que registrou a primeira vacina capaz de combater o coronavírus. Cientistas ao redor do planeta pediram cautela com a declaração russa por considerarem muito precoce ter uma vacina em um tempo tão curto. Além disso, pouco se sabe sobre os estágios de testes. O Paraná fechou acordo em julho para produzir a vacina da chinesa Sinopharm, que está na última fase de testes, assim como a da chinesa Sinovac e a de Oxford.
 
O Brasil registrou 1.242 mortes e mais de 56.000 novos casos de coronavírus no boletim desta terça-feira. Ao todo, são 103.099 óbitos e 3,1 milhões de casos. Veja os números.

A Stone anunciou a compra da Linx, de gestão de varejo, por 6,045 bilhões de reais. Logo depois de divulgar a aquisição da Linx, a Stone lançou uma oferta para vender 1 bilhão de dólares em ações. Mais cedo, quando a Linx anunciou as negociações, as ações das duas empresas dispararam.

O candidato à Presidência americana pelo Partido Democrata, Joe Biden, escolheu a senadora Kamala Harris para ser sua vice na chapa. Ex-procuradora e com 55 anos, ela é vista como uma das possíveis presidenciáveis em 2024 e chave para a renovação do partido.

O Reino Unido teve queda de 20,4% no PIB do segundo trimestre, segundo divulgado nesta quarta-feira, ante 2,2% no primeiro. A economia britânica é a pior entre os países desenvolvidos da Europa.
 
Uma mudança nas regras da Comissão de Valores Mobiliários nesta terça-feira trouxe uma espécie de revolução: a partir de setembro, pequenos investidores podem investir em empresas no exterior com sua própria corretora brasileira. Isso será possível por meio das Brazilian Depositary Receipts (BDRs). Saiba mais sobre a mudança e se vale mais a pena investir em BDRs ou em fundos.

Em painel de estudantes brasileiros no exterior, Jorge Paulo Lemann foi categórico: se estivesse se formando agora, iria trabalhar em uma startup. Veja os comentários de Lemann no evento.

Após venda do braço de publicidade para o Magalu, os novos planos da Inloco, startup com serviços de geolocalização que nasceu de um projeto de alunos da Universidade Federal de Pernambuco. Leia aqui.

Após a pandemia, brasileiros planejam viajar mais em 2021. Uma nova pesquisa em todas as regiões brasileiras mostrou que 81% das pessoas planeja viajar no próximo ano.

Giovanni Ferrero, o herdeiro da Nutella, está diversificando os negócios e tem uma nova aposta: biscoitos. Os ativos líquidos da firma de investimentos do herdeiro aumentaram 40% com a compra de parte da fabricante de biscoitos dinamarquesa Kelsen Group. Leia mais sobre a história.
 

Examinando

Crise para quem? Mesmo sendo a minoria, algumas empresas estão ganhando dinheiro e crescendo como nunca em meio às mudanças de comportamento geradas pela pandemia. Em novo episódio de cinco minutos da seção Examinando, a EXAME analisa como empresas conseguiram ganhar mais espaço na crise e os aspectos que transformaram os mercados. Assista aqui.
 
Bolsa
HOJE | Xangai / -0,63%
Tóquio +0,41%
Londres / +0,76% (às 7h)
Petróleo Brent / 45,12 dólares (+1,39%)

ONTEM | Ibovespa / -1,23%
S&P 500 / -0,80%
Dólar / 5,41 reais (-0,92%)
No site da montadora, o carro é descrito de forma hiperbólica como “a oitava maravilha do mundo”. O Tiggo 8, o SUV mais caro da família da Chery, está sendo lançado hoje, com uma série de novidades: espaço interno com sete lugares, motorização forte e, principalmente, muita tecnologia. O carro é visto pela montadora chinesa de se posicionar no segmento premium. Leia mais.
TIGGO 8: SUV fabricado em Anápolis será o carro mais moderno da Chery (Chery/Divulgação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário