domingo, 16 de agosto de 2020

Diego Souza perde pênalti e Grêmio empata com o Corinthians na Arena

Tricolor dominou ações do jogo, mas não conseguiu superar boa atuação da defesa corintiana

Diego Souza perdeu o pênalti que poderia ter dado a vitória ao Grêmio

O Grêmio ficou no empate em 0 a 0 com o Corinthians, na Arena do Grêmio, na noite deste sábado, pela terceira rodada do Brasileirão. Mesmo tendo controlado a maior parte do jogo, o Tricolor, que perdeu até pênalti com Diego Souza, teve dificuldades para criar e não conseguiu superar a bela atuação da defesa da equipe paulista. O próximo compromisso da equipe gremista pela competição será na quarta-feira, às 19h15min, no Maracanã, contra o Flamengo. 
Num jogo movimentado em ambos os tempos, o Grêmio bem que teve volume, mas faltou tranquilidade na hora de finalizar e também jogadas de drible para transformar o domínio em chances claras de gol. Na melhor delas, o árbitro marcou pênalti em Diego Souza, aos 34 minutos, do segundo tempo, após lance revisado no VAR. O artilheiro do time na temporada partiu para a bola e desperdiçou a cobrança mandando direto para fora. Sentindo o baque da chance perdida, a equipe não conseguiu criar mais nada.

Grêmio com volume e controlando ações na primeira parte

A primeira etapa foi de domínio tricolor, criando oportunidades, mas com dificuldades na hora da finalização. Logo aos 7 minutos, veio a primeira boa chegada do Grêmio, com Geromel, que apareceu pela direita e cruzou na cabeça de Pepê, que mandou para fora. Na pressão, aos 12 minutos, Alisson se aproveitou de bobeira da zaga e tentou a finalização, mas em cima da defesa.
Mantendo a blitz em cima do time corintiano, Alisson driblou o zagueiro e fez Cássio trabalhar, em chute forte no meio do gol, aos 14 minutos. Dominado, o Corinthians criou sua primeira chance aos 19 minutos, num lance disputado dentro da área, entre Jô e Kannemann. O atacante corintiano, inclusive, pediu pênalti na jogada, mas o juiz nada marcou. Na sobra, Vanderlei saiu e agarrou a bola. 
Aos 24 minutos, Pepê obrigou Cássio a fazer bela defesa em cabeçada no canto. Logo na sequência, outra boa oportunidade. De novo o ponta esquerda tricolor fez jogada pela lateral e cruzou na frente do gol, mas Geromel chegou atrasado na hora de empurrar para a meta vazia. 
Aos 28 minutos, o técnico Tiago Nunes precisou tirar Mateus Vital, lesionado, para colocar Araos, o que não alterou o modo de sua equipe atuar, esperando o Grêmio. Após os 30 minutos, o ritmo do primeiro tempo diminuiu um pouco, mas com o controle do jogo ainda sendo do Tricolor. A última chance da primeira etapa veio aos 46 minutos. Alisson finalizou de fora da área e o goleiro Cássio se atrapalhou com a bola, quase deixando ela escapar. 

Grêmio cria chances e Diego Souza desperdiça pênalti

Sem promover substituições em sua equipe, o técnico Tiago Nunes alterou o comportamento de seu time no jogo, buscando mais o ataque. Aos 5 minutos, Michel fez cruzamento perigoso, que Geromel cortou. Aos 7, Jô cabeceou por cima do gol em lance de perigo. 
Logo aos 9 minutos, a resposta tricolor veio em uma chance clara. Jean Pyerre achou Alisson dentro da área, livre, que driblou o goleiro Cássio, por duas vezes, e fez o cruzamento. A zaga corintiana conseguiu cortar de dentro do gol e afastar depois de um bate e rebate. 
Retomando o controle da partida, o Grêmio começou a criar novas oportunidades. Aos 15 minutos, Jean Pyerre driblou o zagueiro corintiano, deixou caído no gramado, mas finalizou fraco, na mão do goleiro Cássio.
Aos 21, Jean Pyerre de novo. O jovem recebeu de Maicon e finalizou no meio do gol de Cássio. No escanteio, Diego Souza ganhou de cabeça de todos, mas mandou para fora. Mesmo que tenha se encontrado mais dentro do jogo, o Corinthians levou pouco perigo ao gol gremista. Com a defesa bem postada, o Tricolor não cedeu espaços ao time paulista. 
O principal organizador do Grêmio, Jean Pyerre soltou a bomba na trave, aos 25 minutos. Aos 29 minutos, Diego Souza foi tocado na área por Michel e caiu. O árbitro foi no VAR, revisou o lance e marcou pênalti para o Grêmio. Na cobrança, o atacante tirou demais do goleiro e mandou para fora. Após a marcação da falta, o técnico Tiago Nunes foi expulso. 
Com o erro do pênalti, trocas em ambas as equipes. No Corinthians, Luan e Ramiro deram lugar a Ruan e Ederson. No Tricolor, Jean Pyerre saiu para a entrada de Isaque, mas a mudança não surtiu efeito. Tentando o gol, Renato Portaluppi enviou Thaciano e Lucas Silva nos lugares de Maicon e Diego Souza. 
Aos 41 minutos, Alisson soltou a bomba e obrigou Cássio a fazer nova defesa. Sem muita organização, o Grêmio tentava criar oportunidades, mas sem sucesso e sem levar perigo a meta corintiana. Fim de jogo e 0 a 0. 

Campeonato Brasileiro - 3ª rodada

Grêmio 0
Vanderlei; Orejuela, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Lucas Silva), Matheus Henrique, Alisson, Pepê e Jean Pyerre (Isaque); Diego Souza (Thaciano). Técnico: Renato Portaluppi
Corinthians 0 
Cássio, Michel Macedo, Gil, Danilo Avelar e Sidcley; Gabriel (Camacho), Cantillo (Léo Natel) e Luan (Ruan Oliveira); Ramiro (Ederson), Mateus Vital (Araos) e Jô. Técnico: Tiago Nunes.
Cartões amarelos: Gabriel e Gil (Corinthians) Kannemann (Grêmio)
Cartões vermelhos: Tiago Nunes
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário