domingo, 19 de julho de 2020

Itaqui e Uruguaiana querem se manter na bandeira laranja

Governo estadual colocou 18 das 20 regiões do Rio Grande do Sul em risco alto de contágio de Covid-19

Prefeito de Itaqui Jarbas Martini quer a cidade na bandeira laranja

O prefeito de Itaqui Jarbas Martini anunciou na manhã deste sábado que o município pretende permanecer na bandeira laranja após a divulgação da 11ª rodada do Distanciamento Controlado do governo do Estado que colocou a "R03 - Uruguaiana" no grupo de cidades sob bandeira vermelha. Segundo Martini, o município cumpre critérios que destacam positivamente localidades sem registro de óbito ou hospitalização em Centro de Tratamento Intensivo (CTI), nos últimos 14 dias.
Já o prefeito de Uruguaiana Ronnie Mello disse reunir dados técnicos com os segmentos envolvidos. Por meio da Associação dos Municípios da Fronteira Oeste do RS (AMFRO), representante legal das prefeituras da região, irá apelar pela reconsideração da medida que incluiu a cidade na bandeira vermelha.  
Na 11ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado, divulgada nesta sexta-feira, o governo do Estado apontou, em seu mapa preliminar, 18 das 20 regiões como bandeira vermelha, ou seja, com risco alto para a Covid-19. Nesta semana, apenas Bagé e Pelotas registraram risco médio da doença. 
Além de Porto Alegre, Canoas, Cachoeira do Sul, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Passo Fundo e Taquara, que mantêm a avaliação negativa nesta semana, outras nove regiões apresentaram pioras nos indicadores: Cruz Alta, Erechim, Lajeado, Ijuí, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santo Ângelo e Uruguaiana. Esta é a terceira rodada consecutiva em que o Rio Grande do Sul não registra regiões com risco baixo da Covid-19, a bandeira amarela.
Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário