sábado, 18 de julho de 2020

"Falta muito pouco para nos sobrar apenas o lockdown", alerta Marchezan

Com constância do aumento na ocupação de leitos de UTI, prefeito de Porto Alegre cogita medida restritiva

Marchezan admitiu que pode adotar lockdown caso o isolamento social não funcione em Porto Alegre

O prefeito Nelson Marchezan Junior admitiu que falta pouco para Porto Alegre adotar o lockdown como forma de prevenção à circulação do novo coronavírus na capital gaúcha. "Falta muito pouco para nos sobrar apenas o lockdown. Qualquer medida que se tome, demora 15 dias para sentir os efeitos práticos", declarou durante a transmissão ao vivo pelo Facebook no fim da tarde desta sexta-feira. 
Segundo ele, a medida poderá ocorrer a partir da semana que vem, caso o isolamento social não funcionar nos próximos dias em Porto Alegre.
Conforme Marchezan, a decisão foi influenciada após uma reunião com os gestores dos hospitais de Porto Alegre, na tarde desta sexta, onde informaram estarem no limite para novas ampliações de leitos de UTI. Até o momento, apenas pacientes com Covid-19 ocupam 40% dos leitos de UTI na Capital. 
Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário