terça-feira, 14 de julho de 2020

Califórnia volta a fechar comércio para conter avanço da Covid-19

Estado norte-americano já tem mais de 329.000 casos confirmados e 7.000 mortes

Bares do Região de São Francisco serão obrigados a fechar e os restaurantes estão sendo instruídos a interromper as operações internas

O governador da Califórnia, Gavin Newsom voltou a fechar estabelecimentos comerciais nesta segunda-feira, em meio a um aumento cada vez maior de contágios de coronavírus. Academias, shoppings, igrejas, salões de beleza estão incluídos na lista que devem obedecer a nova regra.
Bares do Região de São Francisco serão obrigados a fechar e os restaurantes estão sendo instruídos a interromper as operações internas, podendo apenas servir refeições ao ar livre e o serviço de comida para viagem.
Todos as cidades deverão fechar também as operações internas em vinícolas, salas de degustação, cinemas, centros de entretenimento familiar, zoológicos, museus e salas de jogos.
O estado tem mais de 329.000 casos confirmados de Covid-19 e mais de 7.000 mortes. "Esta continua sendo uma doença mortal", enfatizou Newsom durante coletiva de imprensa. 
R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário