terça-feira, 16 de junho de 2020

Uruguaiana (RS) contraria governo do Estado e decide permanecer em bandeira laranja

Decisão leva em conta internações no município

Prefeito garantiu que não irá seguir determinação do governo do Estado

Em videoconferência com o governador Eduardo Leite, o prefeito Ronnie Mello de Uruguaiana, defendeu no município a manutenção da bandeira laranja para o sistema de distanciamento estabelecido pelo Governo do Estado. 
"Sempre apoiamos as decisões do Governo RS e também priorizamos a vida. Tanto assim que todas as medidas de prevenção e cuidado à saúde foram tomadas desde os primeiros momentos da pandemia. Porém, desta vez há um equívoco técnico. Em Uruguaiana não houve óbito e não há paciente internado. O único caso teve alta e está em boas condições de saúde. Fechar as portas do comércio, neste momento, seria punir os cidadãos sem qualquer justificativa plausível. Não posso, como prefeito, deixar o município em situação de colapso  econômico e social", disse Mello. 
"Estamos encaminhando dados sobre os oito leitos UTI Covid criados pela Santa Casa de Caridade - exclusivamente voltados à cidade. Houve informação, mas não credenciamento para atender regionalmente visto tratarem-se de leitos criados por meio de valores de Uruguaiana - sem participação do Estado ou União. A Santa Casa está preparada para o enfrentamento ao coronavírus com a UTI-Covid, 45 leitos de enfermaria no 4º andar da instituição e ainda outros 30 no Hospital de Campanha, montado", acrescentou. 
O hospital conta com plano de contingenciamento atualizado constantemente a partir de novas informações. Também foi instalado na instituição o COE Corona - Centro de Operações Especiais para o Coronavírus com a participação da Unipampa e Secretaria de Saúde. 
A secretária de Saúde do RS, Arita Bergmann disse que mesmo com o credenciamento dos oito leitos a região receberia bandeira vermelha. Conforme o Governo do Estado o Comitê de Crise analisará as condições impostas e se manifestará posteriormente sobre as colocações feitas pelos mandatários dos municípios, concluíram  os governantes. De sua parte Mello reafirmou que manterá os procedimentos à categoria da bandeira laranja.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário