quarta-feira, 17 de junho de 2020

OMS suspende em definitivo os testes com hidroxicloroquina

AFP
OMS suspende em definitivo os testes com hidroxicloroquina
A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta quarta-feira, 17 de junho, que os testes com o medicamento hidroxicloroquina em seu grande estudo de tratamentos para pacientes com covid-19 em vários países foi interrompido, pois os resultados de outros estudos não mostraram benefício no tratamento da doença respiratória provocada pelo novo coronavírus.
Getty Images
Empresa de SP desenvolve tecido capaz de eliminar coronavírus por contato
Pesquisadores desenvolveram um tecido com micropartículas de prata na superfície que demonstrou ser capaz de inativar o coronavírus. Em testes de laboratório, o material eliminou 99,9% da quantidade do vírus após 2 minutos de contato.
NurPhoto/Getty Images
Amazon cria tecnologia para manter pessoas distantes uma das outras
A Amazon anunciou o lançamento de um “assistente de distância” para reduzir as infecções por coronavírus no local de trabalho. O sistema de realidade aumentada funciona com a ajuda de câmeras e uma tela que desenha círculos virtuais ao redor dos funcionários para incentivá-los a manter uma distância de aproximadamente 2 metros entre eles.
Jasn Ulak/Getty Images
Dasa lança novo teste de covid e conseguirá fazer 120 mil exames por dia
A empresa de medicina diagnóstica Dasa vai lançar na semana que vem um exame para detecção do novo coronavírus que permite multiplicar a capacidade de testagem da empresa. Outra tecnologia também está em fase final de avaliação. Hoje, a Dasa realiza 35.000 testes de covid-19 por dia; com as novas tecnologias, a expectativa é chegar a 120.000 testes diários.
Getty Images
Os riscos da dexametasona, remédio que pode salvar da covid-19
Ontem, a Universidade Oxford, no Reino Unido, anunciou um importante avanço no tratamento contra o novo coronavírus. A dexametasona, um anti-inflamatório corticosteroide utilizado por pacientes de asma e rinite e também por alpinistas no combate aos efeitos da falta de oxigênio em altas altitudes mostrou bons resultados no tratamento de pacientes de covid-19 em estado grave. Porém, médicos brasileiros que conhecem bem o medicamento alertam sobre o uso no combate ao vírus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário