quarta-feira, 17 de junho de 2020

Novo decreto municipal determina toque de recolher em Santiago

Ônibus de excursão também estão impedidos de entrar e sair da cidade

O comércio voltou a funcionar, mantendo todas as restrições e recomendações para o combate a disseminação do novo coronavírus

Com o retorno da bandeira laranja, a prefeitura de Santiago baixou decreto com novas normas de prevenção à Covid-19. O comércio voltou a funcionar das 9h às 12h e das 13h30 às 17h, mantendo todas as restrições e recomendações para o combate a disseminação do novo coronavírus. Academias de ginástica só podem funcionar com até 5 clientes por vez; idosos não podem usar o passe-livre dos ônibus entre 9h e 11h e entre 14h30 e 16h. Bancos devem operar com restrições de público. Salões de beleza, barbearia e outros deve funcionar com atendimento agendado, sem espera. Limitação de 15 pessoas em igrejas e celebrações. Conveniências de postos só até às 21h.
A maior novidade no novo decreto é a implantação do toque de recolher. Está proibido o deslocamento das pessoas entre as 22h e 6h da manhã. A exceção fica pela atuação dos hospitais, clínicas veterinárias, odontológicas e clínicas médicas em regime de urgência, farmácias e laboratórios e também funerárias e serviços relacionados, segurança pública, serviços de táxi e aplicativos, Defesa Civil e servidores públicos que desempenham a função de fiscal.

Outros pontos importantes: a proibição do consumo de bebidas alcóolicas em locais públicas, realização de festas públicas ou privadas também estão proibidas para evitar aglomeração de pessoas. No mesmo sentido, segue vedada a entrada ou saída de ônibus de excursões no município.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário