AdsTerra

banner

quinta-feira, 7 de setembro de 2023

Charqueadas enfrenta situação “caótica” com falta de energia elétrica e famílias desabrigadas

 De acordo com a Defesa Civil, número deve avançar ao longo das próximas horas

Charqueadas enfrenta situação “caótica” com falta de energia elétrica e família desabrigadas 

coordenador da Defesa Civil, Lucas Ataia, classifica como caótica a situação vivida em Charqueadas pelo avanço das águas do Rio Jacuí no Rio Grande do Sul. Segundo Ataia, 15 famílias já foram encaminhadas para casa de parentes e uma família ficou desabrigada. 

O número deve aumentar nas próximas horas. De acordo com a prefeitura, o número de pessoas sem luz no bairro Rio Branco  já passa de 200. O vice-prefeito, André da Fonseca Silva, afirma que as ações de retirada de pessoas começaram nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira.

As operações de ajuda aos moradores acontecem com auxílio da população. Pescador, Izaque Fonseca, de 60 anos, está fazendo o transporte de pessoas e animais das casas vizinhas. "Fui criado assim: a gente ajuda os outros e Deus nos ajuda",  afirma. A rua Ricardo Louzada, no bairro Beira Rio, já se confunde com o Rio. Até o fim da tarde, a passagem entre as ruas só acontecia por entre as águas que, de acordo com a Defesa Civil, já subiu mais de dois metros. 

Moradores do  bairro contam que a água começou a subir às 2h da manhã. Wilson da Silva, 77 anos,   mora na rua Miguel Pereira há dois anos. A rua é paralela com a Ricardo Louzada, ilhado ele contou com o apoio da prefeitura para a retirada de alguns móveis, mas afirmou que vai ficar na residência.  "Vou levar os móveis para a casa da minha filha. Já subi outros móveis dentro de casa, mas vou ficar aqui". 

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário