sábado, 10 de dezembro de 2022

Fantasma das quartas: Desde 2002, Brasil só avançou às semifinais uma vez na Copa do Mundo

 Quando esteve entre os quatro melhores, Seleção Brasileira foi atropelada pela Alemanha, por 7 a 1, e pela Holanda, por 3 a 0, na disputa do 3° lugar em 2014

Vítor Figueiró


Dono de cinco estrelas de campeão do mundo e camisa mais pesada do futebol mundial, a Seleção Brasileira vem sofrendo para frequentar o panteão dos quatro melhores times nos Mundiais. Desde que conquistou o pentacampeonato em 2002, o Brasil só avançou para as semifinais em uma oportunidade, quando sediou a Copa do Mundo, no ano de 2014. Quando foi humilhado pela Alemanha. Em todas as outras parou nas quartas de final. São cinco eliminações seguidas para seleções europeias.

A triste sina nacional se repetiu na última sexta-feira e frustou todo o país que confiava no hexa. Os comandados de Tite foram superados pela Croácia nas penalidades após empate em 1 a 1 na prorrogação e estão fora no Catar. Em 2018, a vilã foi a Bélgica. Na primeira Copa sob o comando de Tite, o Brasil sofreu 2 a 0 rapidamente no primeiro tempo, conseguiu descontar, mas não conseguiu igualar o marcador, ainda que tenha pressionado no duelo na Rússia. 

Em 2014, a derrota para um europeu veio da maneira mais dura. A Canarinho conseguiu chegar até a semifinal da Copa que sediava. No entanto, o fracasso foi maior que em todos outros anos. O Brasil foi humilhado em casa por 7 a 1 pela Alemanha no vexame histórico do futebol nacional. Na disputa pelo terceiro lugar, novamente uma derrota para seleção europeia, a Holanda, por 3 a 0. 

Na Copa do Mundo de 2010, a Laranja Mecânica despachou a Seleção de virada por 2 a 1 nas quartas de final na África do Sul. Em 2006, foi a vez da França e de um inspirado Zidane serem os algozes brasileiros. A vitória por 1 a 0 no gol de Thierry Henry decretou o insucesso, que saiu barato tamanha a superioridade do time adversário. A última vitória diante de uma seleção da Europa veio justamente na final de 2002. Os 2 a 0 sobre a Alemanha, com os dois gols de Ronaldo, marcaram a conquista do último título de Copa do Brasil. 

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário