quinta-feira, 8 de dezembro de 2022

Adolescente que atacou escolas do ES e matou quatro pessoas deve ficar até três anos internado

 Ele ainda vai precisar passar por avaliação judicial a cada seis meses. Sentença foi divulgada nesta quarta-feira

O adolescente de 16 anos que atacou duas escolas na cidade de Aracruz, no Espírito Santo, no dia 25 de novembro, e deixou quatro pessoas mortas e 12 feridas, deve ficar até três anos internado. A sentença foi divulgada nesta quarta-feira (7) pela Vara da Infância e Juventude da cidade capixaba.

O jovem ainda vai precisar passar por avaliação judicial a cada seis meses. Atualmente, ele está internado no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo, em Cariacica.

Três vítimas do ataque seguem internadas em hospitais da Grande Vitória. Um menino de onze anos recebeu alta no último fim de semana.

Relembre o caso

Um adolescente armado invadiu duas escolas na cidade de Aracruz, no Espírito Santo, na manhã de sexta-feira (25) e atirou contra estudantes e professores. Testemunhas disseram que ouviram disparos e o suspeito fugiu.

O atentado ocorreu por volta das 10h, no bairro Coqueiral. De acordo com informações do capitão Alexandre, do 5º Batalhão da Polícia Militar, o atentado foi cometido por um aluno que estuda no período da tarde no colégio Primo Bitti.

"Ele teria entrado na escola, na sala dos professores, com uma pistola, com vários carregadores e efetuado vários disparos que atingiram seis pessoas no colégio. Dois óbitos foram confirmados no local."

Depois, em um veículo modelo Duster, de cor dourada, com placas tampadas, o adolescente seguiu para outro colégio. Na segunda escola particular, atingiu cinco pessoas.

A prefeitura de Aracruz faz monitoramento para buscar o veículo. O jovem, identificado pelas equipes, fugiu em direção à orla, segundo o capitão da PM. Os feridos foram levados aos hospitais da região. Um helicóptero foi acionado para ajudar no atendimento.

O adolescente tentou fugir, mas foi detido na tarde do mesmo dia. O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), decretou luto oficial de três dias em decorrência das mortes.


R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário