quinta-feira, 10 de novembro de 2022

Consulado dos Estados Unidos simula ataque terrorista em Porto Alegre

 Treinamento contou com participação de diversos órgãos de segurança


O Consulado Geral dos Estados Unidos em Porto Alegre realizou, na tarde desta quarta-feira, seu exercício anual de segurança para eventos de grande porte. Este ano, a simulação de um ataque terrorista aconteceu nas instalações do consulado e contou com a participação da Brigada Militar (BM), Batalhão de Operações Especiais da Brigada Militar (BOPE), Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), EPTC e SAMU. “É a primeira vez que temos uma colaboração tão grande, tanto da segurança pública, quanto da nossa vizinhança”, afirmou o diretor de segurança do consulado, Davis Wallentine. 

O início do exercício se deu com a chegada de um carro inimigo na entrada do estacionamento do consulado, na rua Bezerra de Menezes, no bairro Passo d'Areia. Os “terroristas” renderam, então, os vigilantes, entraram na garagem e tentaram adentrar o prédio principal, depois de explodir uma bomba no terreno ao lado do consulado. A partir disso, começam a chegar os serviços de segurança e salvamento. “Esse simulado vai testar os protocolos de resposta internos e externos. Por mais que tenhamos protocolos escritos, é preciso testá-los, pois em situações de alta complexidade, os níveis de estresse são altos”, explica o tenente-coronel Felipe Costa Santos Rocha, comandante do BOPE.

Esse foi o maior exercício realizado pelo Consulado em Porto Alegre até hoje, mobilizando mais de 100 pessoas. A rua Bezerra de Menezes foi fechada entre as avenidas Assis Brasil e Grécia, sendo liberada pouco menos de duas horas depois, ao término do exercício. A simulação fez parte de treinamentos que ocorrem em instalações do governo americano no mundo todo.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário