terça-feira, 6 de setembro de 2022

Vereadores aprovam lei que dá nome de Filósofo Olavo de Carvalho a rua da Capital

 Projeto da Comandante Nádia (PP) provocou protesto com uso de máscara pelo vereador Leonel Radde (PT)



A Câmara de Porto Alegre aprovou na tarde desta segunda-feira o projeto de lei que muda a denominação da Rua 4006, na Vila Orfanotrófio I, bairro Santa Tereza, para Rua Filósofo Olavo de Carvalho. A proposta, de autoria da vereadora Comandante Nádia (PP), teve 18 votos favoráveis e nove contrários. Na justificativa, a parlamentar define o homenageado como “um dos principais difusores de ideias do Brasil, sendo um grande crítico do pensamento coletivo nacional”.

Participando de forma remota da sessão, Nádia defendeu que o projeto cumpriu todas as etapas técnicas e exigências previstas no regimento da Câmara. Segundo ela, o escritor, morto no começo deste ano, foi “uma pessoa que foi diferenciada, que tem um trabalho muito profícuo no mundo afora”, além de comparar a homenagem a outra feita pela ex-vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco.

“Gostar ou não gostar do Olavo de Carvalho é muito pessoal e não diz respeito aqui aos vereadores dizer se ‘eu gosto ou se eu não gosto’. Até porque já colocaram o nome da Marielle Franco, que nada tem a ver com o RS, e eu também não gostava, mas o nome está aí posto”, disse referindo-se a projeto de 2018 do, na época, vereador pelo Podemos, Rodrigo Maroni, que assim denominou uma rua no bairro Aberta dos Morros.

O Professor Alex Fraga (PSol) questionou que Olavo de Carvalho não possuía formação em Filosofia, pedindo a rejeição da proposta até que ocorresse a correção. Leonel Radde (PT) subiu à tribuna usando uma cabeça de cavalo, imitando o relinchar do animal, sendo repreendido pelo presidente da Câmara, Idenir Cecchim (MDB). Radde disse que comparar Olavo com Marielle seria um “contorcionismo retórico”.

Leonel Radde (PT) protestou com máscara e foi repreendido pelo presidente.
Leonel Radde (PT) protestou com máscara e foi repreendido pelo presidente. Foto: Leonardo Lopes / CMPA

Votaram a favor: Alexandre Bobadra (PL), Alvoni Medina (Republicanos), Airto Ferronato (PSB), Cezar Schirmer (MDB), Claudia Araújo (PSD), Comandante Nádia (PP), Felipe Camozzato (Novo), Fernanda Barth (PSC), Gilson Padeiro (PSDB), Hamilton Sossmeier (PTB), Jessé Sangalli (Cidadania), João Bosco Vaz (PDT), José Freitas (Republicanos), Kaká D'Ávila (PSDB), Mari Pimentel (Novo), Mauro Pinheiro (PL), Ramiro Rosário (PSDB) e Tanise Sabino (PTB).

Votaram contra: Aldacir Oliboni (PT), Alex Fraga (PSOL), Daiana Santos (PCdoB), Jonas Reis (PT), Karen Santos (PSol), Laura Sito (PT), Leonel Radde (PT), Matheus Gomes (PSol) e Roberto Robaina (PSol).

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário