segunda-feira, 12 de setembro de 2022

Serasa alerta para 'Golpe do Contato Quente'; conheça

 Fraudadores dizem que conhecem funcionário capaz de eliminar pendências financeiras

Para enganar os consumidores, os criminosos usam páginas na internet que nada têm a ver com a área de finanças, como lojas ou mercados. Depois de convencerem as vítimas, enviam boletos de cobrança pelo serviço que fingem ter realizado. Ao receber o dinheiro, os estelionatários somem sem deixar rastros. 

O aumento da pontuação do Serasa Score depende de uma metodologia técnica que analisa o histórico e o atual comportamento financeiro do usuário. Não há possibilidade de a pontuação ser manipulada.

Outro método usado pelos fraudadores do Contato Quente é vender o Manual do Score, documento que a Serasa disponibiliza gratuitamente em seu site para todos os usuários interessados em consultá-lo.

Páginas falsas são retiradas do ar

Levantamento da própria Serasa aponta que entre maio e junho houve um aumento de 190% nas menções de “Contato Quente na Serasa” na internet. Desde setembro de 2020, a empresa conseguiu que as plataformas de Redes Sociais retirassem do ar 1.585 páginas na internet que aplicavam esse tipo de golpe com o uso indevido do nome da Serasa. Somente de janeiro a julho deste ano, foram eliminadas 291 páginas criadas por golpistas. Em contato permanente com os administradores da Meta (Facebook e Instagram), a Serasa tenta desestimular a criação de páginas fakes, mas como os estelionatários costumam ser ágeis na produção de fraudes, a empresa recomenda atenção redobrada do público.

Para não cair no Golpe do Contato Quente 

1 - Não existe maneira de retirar pendências junto à Serasa sem pagar a dívida ao credor;

Continua após a publicidade 2 - A pontuação do Score segue hábitos e histórico financeiro do consumidor que ninguém pode alterar;

3 - A Serasa não vende Manual para orientar o uso do Score, muito menos para aumentar a pontuação na ferramenta: as orientações são gratuitas e disponibilizadas no site oficial da empresa;

4 - Os golpistas usam páginas de assuntos aleatórios nas Redes Sociais, sem relação alguma com finanças, para atrair mais facilmente suas vítimas;

5 - O criminoso faz algum comentário dizendo que conhece alguém na Serasa que tirou suas pendências

6 - No final ele oferece o contato no privado;

7 - Ao falar com a vítima, dá o preço pelos serviços e manda um boleto;

8 - Os boletos pagos vão para a conta pessoal do golpista.

Fonte: economia.ig - 09/09/2022 e SOS Consumidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário