sexta-feira, 9 de setembro de 2022

Sebastião Melo: “Não tem governo paralelo em Porto Alegre”

 Prefeito esteve reunido com o governador Ranolfo Vieira Júnior para tratar de conflitos entre facções criminosas na Capital



O prefeito Sebastião Melo disse, na noite desta quinta-feira, que reafirmou a parceria entre prefeitura e governo do Estado para combater a criminalidade em Porto Alegre. Melo esteve reunido com o governador Ranolfo Vieira Júnior, no Palácio Piratini, para tratar do assunto em função de ações recentes envolvendo fações criminosas em comunidades como Mário Quintana, Cruzeiro e Campo Novo.

“Tanto o governador como eu reafirmamos a posição de que não permitiremos fechamento de comercio, não permitiremos fechamento de qualquer equipamento publico em qualquer região da cidade e vamos, cada vez mais, estar afinados para combater todo e qualquer tipo de criminalidade. A droga tem matado milhares de inocentes, e é negócio. O que eles estão preocupados não é com vidas, é com negócios, e nós temos que nos preocupar é com vidas. E não tem governo paralelo em Porto Alegre, as forças do Rio Grande estão juntas”, disse o prefeito ao Correio do Povo.

Melo demonstrou preocupação, por exemplo, com e Cruzeiro e com casos como o ataque a tiros contra dezenas de pessoas no último domingo, no Campo Novo. Ele disse que o encontro com Ranolfo foi para reforçar a parceria de integração das forças policiais que já existe. Citou, ainda, que será fornecida uma relação de todos os ocupantes do conjunto habitacional Princesa Isabel. “Desconfiamos que ali possa ter apartamentos para compra e venda de drogas”, explicou.

Investimentos – Segundo a prefeitura, desde o início da gestão a Guarda Municipal vem sendo reestruturada para auxiliar os demais órgãos de segurança. Além de novos armamentos e viaturas, um concurso também foi aberto para ampliar o efetivo municipal. Esta remodelação também passa pelo projeto POA Segura, que conta com R$ 60 milhões em investimentos para segurança pública.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário