quarta-feira, 21 de setembro de 2022

Romildo garante que Grêmio irá recorrer de decisão do STJD sobre perda de mandos de campo

 Presidente afirmou que clube também irá tentar efeito suspensivo da punição


O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., garantiu que o Grêmio irá recorrer da decisão do STJD, que na tarde desta terça-feira anunciou que o Tricolor perderá três mandos de campo por conta de confusão na arquibancada Norte, em agosto, contra o Cruzeiro. O mandatário afirmou, ainda, que o clube tentará um efeito suspensivo imediato para a punição. 

Em entrevista coletiva após a vitória sobre o Sport, presidente foi enfático ao afirmar que o clube irá recorrer da punição, especialmente por ter contribuído com a Justiça ao identificar os responsáveis pela confusão. Romildo também garantiu que o clube irá entrar com pedido de efeito suspensivo. "Deposito muita confiança no julgamento. Vamos organizar a situação e fazer aquilo que é necessário juridicamente para conseguir reverter isso", assegurou.

Romildo garantiu que o Grêmio irá trabalhar ao longo da semana não apenas no aspecto jurídico, mas nos objetivos para o futebol, para que o Tricolor possa chegar ao acesso o mais rápido possível. "Apesar de não termos jogadores, eu estou muito confiante em relação a esses sete jogos. Não me assusto. Tudo o que foi preparado nos últimos dias, conseguimos executar. O grupo de jogadores assumiu a responsabilidade para chegar ao acesso", frisou.

No empate em 2 a 2 contra o Cruzeiro, em 21 de agosto, em jogo válido pela 25ª rodada da Série B, confusões na arquibancada norte entre torcedores do Grêmio chegaram a paralisar a partida por duas oportunidades durante o primeiro tempo. A partida retomou cerca de 4 minutos após o início do segundo incidente, mas focos do tumulto ainda eram registrados nos corredores do estádio. No momento da confusão, o Grêmio perdia pelo placar de 1 a 0. 

Na ocasião, a arbitragem registrou a confusão na súmula. Segundo ele, "o motivo foi por um confronto generalizado entre torcedores que estavam na área destinada à equipe mandante. Informo ainda que em ambos momentos foi necessário a intervenção da polícia para acabar com o confronto. Após o jogo fomos informados pelo comandante do policiamento que os envolvidos foram detidos e identificados". 

Agora, o Grêmio terá 10 dias de folga até o próximo compromisso na Série B. Só volta a campo para enfrentar o Sampaio Corrêa no dia 30 de setembro, sexta-feira, às 19h. A partida, válida pela 32ª rodada, acontece no Maranhão. 


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário