terça-feira, 13 de setembro de 2022

Petrobras reduz preço do gás de cozinha em 4,7% a partir desta terça

 Captura de Tela 2022-09-13 a?s 11.19.34.png

Valor para as distribuidoras passa de R$ 4,23 para R$ 4,03 por quilo; aliados de Bolsonaro atribuem queda à política econômica do governo

Petrobras anunciou, nesta segunda-feira, 12, a redução do gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, nas distribuidoras. A medida passa a valer nesta terça-feira, 13. O preço médio para as distribuidoras passará de R$ 4,23 por quilo para R$ 4,03 por quilo, uma redução de 4,7% – equivalente a R$ 52,34 pelos 13 quilos, o peso do botijão comum.

“Essa redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações e da taxa de câmbio”, diz o comunicado divulgado pela estatal. A última alteração ocorreu no dia 9 de abril, quando o valor passou de R$ 4,48 para 4,23 por quilo – R$ 54,94 pelos 13 quilos.

 

Nas redes sociais, aliados do presidente Jair Bolsonaro comemoraram o anúncio da Petrobras. Em seu perfil no Twitter, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, associou a redução do preço do gás de cozinha ao desempenho do mandatário do país nas pesquisas de intenção de voto. “Bolsonaro subiu, o gás caiu, o povo aplaudiu, melhor para o Brasil”, escreveu.   Na sexta-feira, 9, o Datafolha divulgou uma nova pesquisa sobre a corrida ao Palácio do Planalto. De acordo com o levantamento, o chefe do Executivo federal oscilou positivamente dois pontos, dentro da margem de erro, de 32% para 34%.   O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera com 45%. Também pelas redes sociais, o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, fez um balanço sobre a redução do preço dos combustíveis. “Décima primeira semana consecutiva de queda no preço da gasolina. Preço do etanol também caiu, preço do diesel caiu pela quinta semana consecutiva. Gasolina já acumula queda de 31,8%, etanol, de 27,5% e diesel, 9,4%. Passo a passo e com a graça de Deus, vamos em frente” publicou o titular da pasta.

Fonte: Jovem Pan - 12/09/2022 e SOS Consumidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário