terça-feira, 6 de setembro de 2022

Forças Armadas fazem últimos preparativos para 7 de Setembro

 Celebrações do bicentenário da Independência devem ocorrer por todo o país com apresentações de grupos militares



Nesta segunda-feira, 5, a Força Aérea realiza um treinamento da apresentação que será feita no 7 de setembro em Brasília, que deve contar com mais de 3 mil militares. Os aviões da Esquadrilha da Fumaça estão percorrendo sete cidades até o dia 9, quando a demonstração de encerramento será em Aparecida de Goiânia, em Goiás. A esquadrilha vai se apresentar com sete aeronaves no modelo A2 Nove Super Tucano, que executa 30 manobras. No Distrito Federal, haverá ainda apresentações da banda marcial do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil; da pirâmide humana sobre motocicleta realizada por integrantes do batalhão da Polícia do Exército de Brasília; e o salto de paraquedistas militares na esplanada dos ministérios. Para a comemoração dos 200 anos da Independência do Brasil, a expectativa está agora nos atos do 7 de setembro. Além do desfile militar na capital federal com a presença de autoridades e da população na esplanada, haverá celebrações em várias cidades. No Rio de Janeiro está prevista a maior manifestação, na praia de Copacabana. Serão 29 salvas de canhão, além de uma parada de navios na orla da cidade, mais uma demonstração da esquadrilha da fumaça, salto de paraquedistas na praia e apresentação de bandas militares. O evento contará com a participação do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em São Paulo, a agenda do bicentenário inclui desfiles aéreo e cívico-militar com a participação das Forças Singulares, além da apresentação da banda sinfônica e dos Dragões da Independência. Ambos coordenados pelo Exército Brasileiro. O Estado iniciou neste domingo, 4, a celebração do bicentenário da Independência do Brasil. Segundo o secretário de governo Marcos Penido, até o dia 11 de setembro, haverá atividades lúdicas para toda a família na Rota Caminhos do Mar, onde está localizada a calçada do Lorena, caminho percorrido por Dom Pedro I em 1822 na subida do litoral ao Ipiranga, onde foi dado o grito da independência. “Viemos aqui também comemorar o resgate desse marco histórico que nós temos aqui em São Paulo, que o Governo do Estado de São Paulo, junto com a concessão do Caminhos do Mar, está fazendo o resgate de toda os nove monumentos que nós temos aqui, que datam de 1922, feitos por Washington Luís para o centenário, e agora comemoramos o bicentenário através dessa parceria, dessa concessão, feita pelo Governo do Estado de São Paulo, junto com a iniciativa privada, que está resgatando toda essa história de do nosso país”, disse o secretário.

*Com informações da repórter Katiuscia Sotomayor

Jovem Pan

Nenhum comentário:

Postar um comentário